Um Projeto: Fundação Estudar
cidades com as melhores universidades

Saiba quais cidades concentram as melhores universidades do mundo

Por Priscila Bellini

O ranking Times Higher Education divulga, todos os anos, a lista de instituições de ensino melhor avaliadas. Mas, além da excelência acadêmica, o que essas universidades têm em comum? Para muitas que chegam ao “top 200”, outro ponto comum tem a ver com a localização: as cidades onde seus campus estão.

Empatadas no primeiro lugar, estão duas cidades bastante conhecidas como destino de intercâmbio pelos estudantes internacionais. Londres, no topo do pódio, concentra instituições de ensino de ponta – em partes, graças ao sistema da University of London. As universidades colegiadas, membros da University of London, funcionam de forma independente para atividades como admissions, emissão de diplomas e financiamento.

Concentradas, como o nome sugere, na capital britânica, as instituições costumam figurar entre as 50 melhores dos rankings universitários – como é o caso da University College London, a London School of Economics and Political Science e a School of Oriental and African Studies. Para ter uma ideia das dimensões de Londres em termos de ensino superior, há cerca de 40 universidades por lá.

Leia também: Saiba quais são as melhores universidades do mundo de 2018

Já a região de Boston-Cambridge também tem um nome a zelar entre as cidades com maior concentração de universidades de prestígio. Isso porque, em um mesmo lugar, localizam-se campi de seis instituições, como o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), a Universidade Harvard e a Universidade de Boston.

Em segundo lugar, há mais um empate. Dessa vez, entre Paris e Hong Kong, que chegaram ao marco de cinco universidades entre o top 200 do ranking. Em terras francesas, o destaque fica para nomes reconhecidos, como a Sorbonne e a École Polytechnique. Já no país asiático, estão instituições menos conhecidas no Brasil, mas com excelência atestada nas classificações internacionais, como a Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (HKUST) e a Chinese University of Hong Kong.

Conheça as cidades que lideram o ranking 

#1 Londres e Boston-Cambridge

Em Londres, estão localizadas seis universidades do top 200: Imperial College London, King’s College London, London School of Economics and Political Science, Queen Mary University of London, Royal Holloway, University of London e University College London.

Em Boston-Cambridge, uma região formada por duas cidades, estão mais seis instituições: Boston University, Universidade Harvard, Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Northeastern University, Universidade Tufts, Universidade de Massachusetts.

#2 Paris e Hong Kong

Em solo parisiense, estão École Polytechnique, Paris Sciences et Lettres – PSL Research University Paris, Universidade Paris-Sorbonne – Paris 4, Paris-Sud University, Pierre and Marie Curie University.

Em Hong Kong, há cinco instituições de destaque: Chinese University of Hong Kong, City University of Hong Kong, Hong Kong Polytechnic University, Hong Kong University of Science and Technology, University of Hong Kong.

#3 Berlim e Los Angeles

Berlim, capital alemã, concentra quatro universidades que chegaram ao top 200 do Times Higher Education. São elas: Charité – Universitätsmedizin Berlin, Free University of Berlin, Humboldt University of Berlin, Technical University of Berlin.

Já Los Angeles, nos Estados Unidos, reúne mais quatro escolas: California Institute of Technology (Caltech), Universidade da Califórnia, em Irvine; Universidade da Califórnia, em Los Angeles; University of Southern California.

#4 Estocolmo e Nova York

Mais um empate no quarto lugar do ranking. Estocolmo, capital da Suécia, sedia três universidades que ocupam lugares no top 200, Instituto Karolinska, KTH Royal Institute of Technology e Stockholm University.

A Big Apple, por sua vez, também chega ao marco de três instituições: Universidade Columbia, Universidade de New York (NYU) e Rutgers, the State University of New Jersey.

Confira o restante do ranking no site do Times Higher Education.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d