Um projeto: Fundação Estudar

Universidades

Perfis, curiosidades e oportunidades das melhores universidades do mundo

19.11.15

Harvard: conheça a mais prestigiada universidade dos EUA

Harvard: conheça a mais prestigiada universidade dos EUA

A mais famosa universidade do mundo já formou 8 presidentes norte-americanos. Entre ex-alunos e professores, há 47 ganhadores do Nobel. Saiba mais!

Fundada em 1636 em Cambridge, Massachussets, Harvard é a mais antiga e conhecida universidade dos Estados Unidos. Inicialmente chamada de New College, ganhou seu nome icônico três anos após a fundação em uma homenagem a John Harvard, um de seus primeiros benfeitores.

Apesar de não ser oficialmente atrelada a nenhuma instituição religiosa, a instituição viu seus primeiros formandos se tornarem pastores. Hoje, soma mais de 323 mil alunos diplomados, entre eles oito presidentes americanos – John Kennedy, George W. Bush e Barack Obama são os mais recentes –, importantes intelectuais, cientistas, líderes políticos, príncipes e celebridades. Do total de estudantes formados em Harvard, cerca de 52 mil são estrangeiros vindos de mais de 200 países.

Localizada em uma área de forte presença universitária nos arredores de Boston – por ali também ficam o MIT, a Tufts University e a Boston University –, a região conta com muitos brasileiros e uma vida social agitada. Afinal, só em Harvard são mais de 21 mil alunos (6,7 mil na graduação e 14,5 mil na pós), escolhidos após criteriosos processos seletivos.

Harvard controla cerca de US$ 37,6 bilhões, o maior fundo patrimonial dentre todas as universidades do mundo.  É uma reserva e tanto para investir em pesquisas, projetos e custeio de alunos talentosos que não têm condições de pagar pelos seus estudos. Disposta a atrair os melhores talentos, a instituição emprega uma política de need-blind – ou seja, durante o processo seletivo não é levada em consideração a renda do candidatos. Os melhores são aceitos, possam eles pagar ou não pelos estudos. Àqueles que não podem, a universidade oferece bolsas de estudos que podem chegar a 100%.

Educação de excelência – Sinônimo absoluto de qualidade, a instituição é destaque nos principais rankings acadêmicos e está em primeiro lugar tanto no Academic Ranking of World Universities, que avalia universidades como um todo, quanto no Global MBA Ranking, que leva em consideração somente escolas de negócios.

Harvard conta 47 vencedores do prêmio Nobel, 32 chefes de estado (inclusive Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU) e 48 ganhadores do Pulitzer. No rol de talentos, há nomes como Theodore William Richards, primeiro cientista a calcular o peso dos átomos; James D. Watson, criador do modelo de DNA em hélice; e Simon Kuznets, que desenvolveu o conceito que usa o Produto Interno Bruto (PIB) como ferramenta para medir o crescimento econômico dos países.

Para os americanos, estudar em Harvard é estar mais próximo ao poder e a relações profissionais que podem mudar sua vida. Não é de se estranhar que o ambiente seja um dos mais competitivos do mundo, com grandes talentos e prodígios de praticamente todas as áreas, do balé clássico à biologia molecular. Uma máxima comum por lá é: “em Harvard você não faz amigos, faz contatos”.

Famosos que estudaram Harvard
Al Gore, ex-vice-presidente dos EUA e líder na área de sustentabilidade;
Bill Gates, fundador da Microsoft;
Mark Zuckerberg e o brasileiro Eduardo Saverin, criadores do Facebook;
Jorge Paulo Lemann, empresário brasileiro;
João Grandino Rodas, ex-reitor da Universidade de São Paulo;
Giancarlo Francesco Civita, presidente do Grupo Abril;
Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central do Brasil;
T. S. Eliot, poeta americano;
Natalie Portman, atriz.

Acesse o site de Harvard
Veja os cursos oferecidos pela instituição

Confira o que nossos colunistas dizem sobre estudar em Harvard:

*Reportagem publicada em 2013 e atualizada em 30/05/2016.

Leia também:
Jovem insiste ao ouvir ‘não’, tenta de novo e é aceita em Harvard
O segredo do sucesso de 10 brasileiros aprovados em Harvard
Leia a redação que ajudou jovem a ser aceito em Harvard e Stanford

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas