Fundação Estudar

Conteúdo Patrocinado

InícioUniversidadesConheça a London School of Economics, uma das universidades mais internacionais

Conheça a London School of Economics, uma das universidades mais internacionais

Redação do Estudar Fora - 22/11/2023
Comentários:

A London School of Economics and Political Science (LSE) é a principal universidade dedicada às ciências sociais da Europa, tendo sido classificada como a número 1 de Londres por vários anos consecutivos pelo Times, Sunday Times Good University Guide e pelo Complete University Guide. O perfil acadêmico da escola abrange uma ampla gama de disciplinas, desde contabilidade, economia, direito, ciência de dados e gestão até antropologia, desenvolvimento, estudos de gênero e história.

A LSE tem estudantes do mundo todo, sendo mais de dois terços dos alunos de fora do Reino Unido, além das mais de 140 nacionalidades diferentes representadas no corpo discente. Os alunos da LSE têm aulas com acadêmicos que atuam na vanguarda do desenvolvimento das ciências sociais, cuja experiência é requisitada por governos, empresas e órgãos de mídia do mundo todo. 

Quem já passou pela London School of Economics

Embora a LSE seja uma universidade pequena, nela estudaram vários líderes mundiais, incluindo: Juan Manuel Santos, ex-presidente da Colômbia; Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão da UE; Mia Mottley, a primeira mulher primeira-ministra de Barbados; Tsai Ing-wen, atual presidente de Taiwan; e até mesmo John F. Kennedy, que se matriculou como aluno da universidade na década de 1930.

No quesito prêmio Nobel, a universidade contabiliza 18 vencedores. Com números tão favoráveis, não é de surpreender que a rede formada por ex-alunos seja bem vista. Os próprios estudantes consideram a rede de contatos políticos estabelecidos na LSE como uma das vantagens da instituição.

Bolsas de estudo na London School of Economics

Todos os anos, a LSE disponibiliza 14 milhões de libras em financiamento e ajuda financeira para seus alunos. 

Para alunos de graduação, existem vários programas voltados para estudantes de fora do Reino Unido. Isso inclui o Esquema de Apoio à Graduação da LSE, que oferece até 15 mil libras por ano para estudantes internacionais, e o programa Uggla Family Scholars, que oferece quase 30 mil libras por ano. Para serem considerados para bolsas de graduação da LSE, os alunos devem primeiro ser aceitos na instituição. Mais informações podem ser encontradas no site da LSE.

Os alunos de pós-graduação também têm acesso a uma lista de bolsas generosas. (mais informações no site da LSE). Estudantes brasileiros também têm a opção de concorrer a bolsas da Fundação Estudar e do Instituto Ling (veja aqui). O programa Chevening também oferece bolsas integrais para brasileiros que queiram fazer mestrado no Reino Unido (mais informações aqui)

Já os interessados em fazer um PhD podem contar com a LSE PhD Studentships, ESRC funding, AHRC funding e Department-specific funding. Esses financiamentos estão disponíveis para estudantes de todas as nacionalidades, sendo que a maioria cobre as anuidades e ainda oferece um valor extra. As bolsas de PhD são concedidas com base em vários critérios.

História da London School of Economics

A LSE foi fundada em 1895 por membros importantes da Fabian Society, incluindo os economistas Sidney e Beatrice Webb (marido e mulher), o cientista político Graham Wallas e o escritor e dramaturgo George Bernard Shaw. Além de fundar a LSE, a Fabian Society também foi responsável pela formação do Partido Trabalhista do Reino Unido, que continua a ser um dos dois principais partidos políticos da região até hoje.

Os fabianos acreditavam nas reformas, não na revolução, como meio de alcançar a progressão social e a melhoria da sociedade. O seu lema, “compreender as causas das coisas”, continua a ser o lema da LSE até hoje, o que diz muito sobre a forma como a universidade ensina e conduz suas investigações.

Old Building, um dos prédios que integram o campus da LSE.

Além disso, a LSE é a única instituição especializada em ciências sociais no Reino Unido, tendo sido pioneira no estudo de economia, relações internacionais e antropologia. Acolheu alguns dos grandes pensadores que ajudaram a moldar o século XX, incluindo Arthur Lewis (economista), Friedrich Hayek (economista), Karl Popper (filósofo), Bronislaw Malinowski (antropólogo) e Tony Giddens (sociólogo).

À época da Grande Depressão, professores da LSE e da Universidade de Cambridge entraram em conflito sobre as melhores soluções para a crise. Do lado londrino, estavam os economistas Lionel Robbins e Friedrick von Hayek. Do outro, John Maynard Keynes. A briga deu espaço à solidariedade durante a Segunda Guerra Mundial, quando Cambridge abrigou a LSE.

Sempre atenta quando se trata do empoderamento feminino – afinal, foi co-fundada por uma mulher –, a LSE criou, nos anos 1990, o Instituto de Gênero, maior centro de pesquisa do tipo da Europa. Entre suas ex-alunas mais famosas, está Lilian Knowles, que entrou logo no primeiro ano de funcionamento e tornou-se professora de História da Economia, a primeira cátedra do tipo da história. Vale, ainda, lembrar a contribuição um tanto atípica da LSE para a cultura. Afinal, Mick Jagger, aluno da London School of Economics, conheceu Keith Richards em um trem a caminho das aulas, e juntos os dois fundaram os Rolling Stones.

Vida na LSE

O campus da LSE costuma receber uma série de eventos culturais e acadêmicos. A programação da LSE Public Events geralmente inclui discussões com líderes corporativos, pesquisadores e figuras públicas. Há, por exemplo, painéis sobre feminismo, sustentabilidade, saúde, políticas públicas e geopolítica. Esses eventos são gratuitos e abertos ao público em geral, online e presenciais. Além disso, o campus recebe concertos musicais, festivais, exposições e outras intervenções artísticas. 

Além dos eventos, a vida acadêmica torna a vivência da LSE extremamente enriquecedora.  A universidade se destaca como um dos melhores centros de pesquisa acadêmica do Reino Unido, com publicações internacionalmente reconhecidas pela qualidade. O centro de pesquisa acadêmica da LSE é guiado pelos princípios de independência, excelência e integridade, mantendo valores como liberdade acadêmica e pesquisa movida pela curiosidade.

Como parte de sua estratégia, a LSE oferece inúmeras oportunidades de financiamento para pesquisas, apoiando empreendimentos de pesquisa inovadores que contribuem para a compreensão das complexas dinâmicas sociais. 

Escadaria da London School of Economics
Escadaria da biblioteca da London School of Economics

Para os que gostam de passar horas entre os livros, a LSE tem a maior biblioteca de ciências sociais do mundo. Fundada em 1896, oferece uma ampla coleção de livros, revistas e recursos digitais, além de obras raras e documentos históricos. 

Como estudar na LSE

Graduação

A LSE recebe as candidaturas aos cursos de graduação de forma unificada pela plataforma do UCAS, organização responsável por gerenciar as inscrições em universidades no Reino Unido. Para se candidatar, é preciso enviar documentos como histórico acadêmico, diplomas, cartas de recomendação e um personal statement. Também é necessário comprovar proficiência por meio de testes como TOEFL e IELTS. Saiba mais aqui.

A LSE é uma instituição altamente competitiva. A seleção é baseada em mérito acadêmico, potencial e motivação, independentemente da formação em si. A instituição considera cada inscrição individualmente, com base no conjunto de informações apresentadas no formulário. Em termos de desempenho acadêmico, os requisitos variam de acordo com o programa (veja aqui). Saiba mais sobre a admissão de estudantes brasileiros aqui

Formandos da London School of Economics

Pós-graduação

As inscrições para cursos de pós-graduação são feitas diretamente à LSE, e você pode se inscrever em até dois cursos na mesma inscrição. A candidatura requer uma série de documentos, incluindo histórico escolar de graduação, currículo, duas cartas de recomendação e uma declaração de propósito acadêmico, que explica sua motivação para querer estudar na instituição. Cada programa possui certos requisitos mínimos de entrada. Clique aqui para mais informações

Se você concluiu sua graduação em uma universidade brasileira, a LSE requere que você tenha concluído seu bacharelado (de no mínimo 4 anos) com nota/média geral mínima de 7,5/10 ou GPA de 4,1/5,0. Se sua universidade usa um sistema de classificação por letras, a LSE geralmente pede uma média de B+ (com mais As do que Bs). Aceitam também o Certificado de Especialista/Curso de Especialização com nota de aprovação. Mais informações aqui.

As principais escolas da LSE

Os graus acadêmicos concedidos pela LSE vão do bacharelado ao doutorado. Só no mestrado, são mais de 140 programas. São 30 centros de pesquisa pelos quais os cursos são distribuídos, sendo que alguns dos cursos mais populares são de finanças e economia, antropologia, psicologia social e relações internacionais.

Também cabe destacar que a LSE tem parcerias com instituições prestigiadas mundialmente (como UC Berkeley e Sciences Po). Outro destaque fica por conta da Escola de Verão da LSE, estabelecida em 1989 e que oferece mais de três semanas de cursos em áreas como contabilidade, finanças, economia, inglês, relações internacionais, direito e administração.

É classificada como a maior e uma das mais bem estabelecidas Escolas de Verão universitárias de seu tipo na Europa, tendo também se expandido para fora do Reino Unido, como com a LSE-PKU Summer School em Pequim.

Brasileiros na LSE

A LSE tem uma página de apoio aos estudos voltada exclusivamente aos brasileiros. De acordo com o site, em 2022, a instituição recebeu 66 estudantes do Brasil, sendo 61 na pós. Na página, os candidatos podem encontrar detalhes sobre a comunidade internacional, sociedades e atividades estudantis, vida no campus, vivência em Londres etc.

Há uma Sociedade Brasileira que tem como objetivo promover vários aspectos do país, desde sua cultura única até as preocupações socioeconômicas. O grupo é formado por brasileiros e estrangeiros, sendo uma ótima maneira de acolhimento e integração com a LSE.

Quer estudar na LSE com bolsa? Nós te ajudamos

Se o seu destino de estudo dos sonhos é o Reino Unido, não pode perder o evento online e gratuito do Estudar Fora com a London School of Economics and Political Science (LSE), uma das melhores universidades da Inglaterra. No webinar, você poderá saber mais sobre processos de admissão, bolsas e outras possibilidades e desafios de estudar no Reino Unido. Para isso, contaremos com dois convidados incríveis:

  • Nathan Brennan – Student Recruitment Officer for Latin America
  • Maria Luiza Dias Campos – Mestranda em Ciências Comportamentais na LSE

Vai ser no dia 13 de dezembro de 2023, às 18hInscreva-se aqui.

O que você achou desse post?

Sobre o escritor

Redação do Estudar Fora
Redação do Estudar Fora
Escreva uma minibiografia para constar no seu perfil. Essas informações poderão ser vistas por todos.

Artigos relacionados