Um Projeto: Fundação Estudar
melhores bolsas com inscrições abertas

As 27 melhores bolsas com inscrições abertas em setembro

Por Nathalia Bustamante
30.08.2018

Para quem procura bolsas com inscrições abertas, não faltam oportunidades em setembro - incluindo oportunidades para estudar na Nova Zelândia, apoio financeiro para fazer MBA nos Estados Unidos e bolsas para mulheres na Suíça. Confira!


Como todos os meses, o Estudar Fora compilou as melhores bolsas com inscrições abertas, para que você não perca tempo e nem prazos! A seleção de setembro inclui bolsas para estudar na Nova Zelândia, apoio financeiro para fazer MBA nos Estados Unidos e bolsas exclusivas para mulheres na Suíça.

Bolsas com inscrições abertas para Cursos Curtos e Graduação

Bolsas para brasileiros em graduação e pós na Nova Zelândia

A Universidade de Massey, na Nova Zelândia, disponibiliza bolsas parciais para candidatos estrangeiros em seus cursos de graduação e pós. Os prazos para candidatura variam, de acordo com a área de formação. Para quem deseja estudar negócios, é dia 30 de novembro. Já os interessados em Humanidades têm como data limite o dia 1 de dezembro.

Não há, entretanto, um número já definido de bolsas a serem concedidas. Ou seja, a decisão ficará a cargo de um comitê, que selecionará alunos com base, principalmente, em desempenho acadêmico.

Governo do México oferece bolsas para intercâmbio, graduação e pós no país

O Ministério das Relações Exteriores do México, através da Agência Mexicana para Cooperação e Desenvolvimento Internacional (AMEXCID) está recebendo inscrições para bolsas para estudar no México. As candidaturas devem ser enviadas até o dia 28 de setembro para a Embaixada do México no Brasil.

As bolsas podem ser voltadas a uma especialização, mestrado ou doutorado, pesquisa ou intercâmbio acadêmico – em qualquer área de estudo. O benefício inclui o valor total da matrícula e anuidade das instituições, seguro saúde, transporte da cidade do México até a cidade final de destino e um valor mensal para manutenção no país.

Humber College oferece bolsas de estudo para graduação no Canadá

Localizado em Toronto, maior cidade do Canadá, o Humber College é uma das principais instituições de ensino superior do país. Os interessados em estudar por lá podem concorrer a bolsas de estudo para graduação no Canadá.

As inscrições estão abertas até 28 de setembro para as turmas que iniciam o curso em janeiro de 2019. Nesse caso, estão disponíveis duas bolsas: uma integral e outra parcial, no valor de cinco mil dólares.

Já os interessados em iniciar os estudos em setembro de 2019 contam com outro prazo. É necessário, então, submeter a candidatura tendo em mente o deadline de 17 de maio, também de 2019. Serão ofertadas, por sua vez, sete bolsas no valor de 5 mil dólares e duas equivalentes a 3 mil.

Prêmio “Viva seu sonho” concede bolsas de estudo para mulheres

A proposta não poderia ser mais direta: fazer com que mulheres vivam seus sonhos e garantir os meios para isso. O Prêmio Viva Seu Sonho, da Soroptimist (ou, no nome em português, a Soroptimista Internacional das Américas), está com inscrições abertas até 15 de novembro.

Os prêmios são direcionados a mulheres que sejam mães, chefes de família, tenham baixa renda e estejam cursando ou tenham sido aceitas em cursos de graduação. Aquelas que são contempladas pela premiação recebem de 3 a 10 mil dólares.

Universidade Sheffield Hallam oferece bolsas de graduação e mestrado no Reino Unido

Estão abertas até 1 de novembro as inscrições para bolsas Transform Together, da Universidade Sheffield Hallam. Localizada no Reino Unido, a instituição de ensino oferece desconto de 50% no valor da anuidade para cursos de graduação e pós-graduação.

O programa vale para cursos que se iniciem em janeiro de 2019 e as bolsas são renováveis para cada ano da graduação, contanto que o estudante apresente bom desempenho.

40 bolsas parciais para cursos de marketing e gestão nos Estados Unidos

O Latin American Instituto of Business (LAIOB) está com inscrições abertas para duas bolsas para cursos de Marketing e Management na Universidade de Akron, nos Estados Unidos. As inscrições podem ser feitas através do site até setembro de 2018.

São ofertadas 20 bolsas de estudo de 50% para cada um dos cursos, que têm duração de duas semanas e incluem módulos de inglês para negócios no período da manhã. O custo total do curso (sem a bolsa, incluindo alojamento e alimentação) é de 7400 dólares.

Inscrições abertas para programa de bolsa do banco Santander

Os interessados em fazer intercâmbio acadêmico podem se inscrever ainda em um programa de bolsas do Banco Santander. A iniciativa Bolsas Ibero-Americanas concederá 1070 bolsas de estudo, para intercâmbios em um dos nove países participantes, como Uruguai, Chile e Portugal. O auxílio financeiro equivale a 3 mil euros e as inscrições vão até o dia 12 de setembro. Confira os detalhes dos três programas de bolsa do Santander.

Bolsas com inscrições abertas para Pós-Graduação

Programa Chevening lança bolsas para profissionais de artes e cultura

O programa Chevening, do governo do Reino Unido, abriu inscrições para uma fellowship voltada a profissionais de arte e cultura. A iniciativa, batizada de Clore Leadership Fellowship, existe há 14 anos e selecionará, nesta edição, seis líderes de tais áreas. O prazo para candidaturas vai até 6 de novembro.

Como prêmio, a Clore Leadership Fellowship oferece 14 mil libras aos profissionais escolhidos, que devem ser usados durante o ano de duração do programa. Esse valor deve cobrir as despesas de manutenção do estudante no Reino Unido, passagens de ida e volta, cursos, conferências e treinamentos.

Fulbright oferece 30 bolsas para doutorado sanduíche nos Estados Unidos

A Comissão Fulbright no Brasil abriu inscrições para seu programa de bolsas para doutorado sanduíche nos Estados Unidos. Todos os anos, 30 pesquisadores são selecionados pela organização para estudar no país por nove meses. Para concorrer à edição deste ano, é necessário submeter a candidatura até 23 de setembro.

A ideia é que estudantes de doutorado matriculados no Brasil embarquem para universidades americanas. Por lá, realizam parte de um programa de PhD na instituição e retornam ao Brasil para concluir sua pesquisa.

Bolsas de MBA para mulheres em uma das melhores universidades da Suíça

Estão abertas até 30 de setembro as inscrições para bolsas de MBA para mulheres, no International Institute for Management Development (IMD). Será concedida uma bolsa no valor de 25 mil francos suíços, equivalente a 93 mil reais.

As interessadas no programa devem submeter um formulário padrão de financial aid do IMD. Junto a ele, deve ser submetido um essay de 750 palavras, em inglês, estabelecido pela iniciativa da Nestlé.

Um dos 10 melhores programas de MBA dos Estados Unidos oferece bolsas para brasileiros

A Marshall School of Business da University of Southern California (USC) está oferecendo três bolsas para estudantes brasileiros interessados em cursar o seu programa de MBA internacional em 2019. As inscrições estão abertas até 15 de maio de 2019. Entretanto, é aconselhável que os candidatos interessados na bolsa se inscrevam o quanto antes.

As bolsas para MBA da USC são oferecidas para candidatos com alto potencial e podem chegar a 50 mil dólares. Os alunos selecionados também receberão auxílio moradia, que pode chegar a 15 mil dólares para quem viaja com os filhos. No total, portanto, o valor da bolsa é de até 65 mil dólares.

MBA em Oxford tem bolsas integrais para quem trabalha com impacto social

A escola de negócios da Universidade de Oxford, Saïd Business School, está com inscrições abertas para a Skoll Scholarship. A bolsa é direcionada para candidatos ao MBA em Oxford que tenham interesse e histórico de atuação na área de impacto social. As inscrições são feitas em rodadas – o primeiro prazo se encerra em 7 de setembro.

A bolsa cobre não apenas a anuidade do programa – que gira em torno de 52 mil libras – como também um auxílio para manutenção no país que pode chegar a 8 mil libras. Além do suporte financeiro, um Skoll Scholar, como são chamados os recipientes da bolsa, tem acesso exclusivo a empreendedores, líderes e investidores renomados globalmente.

Bolsas de mestrado na Universidade de Lausanne, na Suíça

Já pensou em fazer mestrado na Suíça? A Universidade de Lausanne está com inscrições abertas para bolsas da instituição. Há opções de cursos em francês e em inglês, e as inscrições podem ser feitas até o dia 1 de novembro.

Para concorrer, os candidatos devem escolher um dos programas de mestrado oferecidos pela UNIL. Vale lembrar que alguns deles não são elegíveis, como o Mestrado em Medicina e o Mestrado em Direito. Uma vez escolhido o curso, é necessário completar o formulário “UNIL Master’s Grant” e enviar sua candidatura com os documentos solicitados.

Governo do Canadá oferece bolsas de estudo para doutorado no país

O Programa Vanier Canada Graduate Scholarships é promovido pelo governo do Canadá para incentivar estudos de doutorado no país. Anualmente, são oferecidas mais de 160 bolsas no valor de 50 mil dólares canadenses para estudantes das áreas de ciências sociais, humanas, ciências da natureza, engenharia e saúde.

As inscrições para a próxima edição vão até 31 de outubro. Já os cursos, por sua vez, começam em maio ou setembro de 2019. O processo de candidatura à bolsa ocorre em duas etapas distintas. Primeiramente, o aluno é aceito pela instituição de ensino em território canadense. Então, informa à direção da universidade a sua intenção de concorrer às bolsas Vanier.

UNESCO seleciona pesquisadores para estudar no Japão

Estão abertas até 30 de novembro as inscrições para a fellowship Keizo Obuchi, uma iniciativa da UNESCO para pesquisadores de até 40 anos. O programa, desenvolvido em parceria com o governo do Japão, recrutará dez estudiosos para períodos de 3 a 9 meses em instituições japonesas.

Entretanto, só podem se candidatar profissionais que já possuam mestrado e atuem em áreas prioritárias. Este ano, os campos destacados pela UNESCO são: resolução de conflitos, diálogo intercultural, meio ambiente e tecnologias da comunicação e informação.

Instituto IMD, na Suíça, concede bolsas de estudo para MBA

O International Institute for Management Development, conhecido pela sigla IMD, recebe anualmente inscrições para seus programas de bolsa para MBA. Este ano, as candidaturas devem ser enviadas até 30 de setembro.

Com o apoio financeiro, é possível arcar com parte dos custos do programa, que dura um ano e chega a custar 85 mil francos suíços. Além da anuidade e das taxas, é necessário pagar o valor da matrícula, de 350 francos suíços.

Bolsa para pós-graduação em Stanford

A Universidade Stanford oferece um programa de bolsas de estudo para seus cursos de pós-graduação, disponível para todas as áreas. O Knight-Hennessy Scholars disponibiliza um total de 750 milhões de dólares em apoio financeiro – sendo o maior programa de bolsas já financiado por doações. As inscrições para a turma de 2019 vão até 12 de setembro.

A bolsa cobrirá todas as despesas do estudante durante seu período de estudos em Stanford, seja em um mestrado ou doutorado. Para ser selecionado no Knight-Hennessy, os estudantes devem enviar duas candidaturas separadas: uma para o programa de pós-graduação à sua escolha e outra para a bolsa de estudos.

Schwarzman Scholars: Bolsas integrais para mestrado em inglês na China

Estão abertas até o dia 27 de setembro as inscrições para o programa Schwarzman Scholars, que oferece bolsas de estudo integrais para cursos de mestrado na Universidade de Tsinghua, localizada em Pequim e considerada a melhor universidade entre os países emergentes.

O mestrado tem a duração de um ano e é possível escolher entre três áreas de estudo: Políticas Públicas, Economia e Negócios, e Estudos Internacionais. O programa Schwarzman Scholars cobre todos os custos do mestrado e incluem também passagens áreas para a China, moradia, alimentação, seguro-saúde, um computador pessoal e uma quantia mensal para gastos pessoais. Todos os aprovados deverão morar no campus universitário de Tsinghua.

DAAD oferece bolsas de mestrado em economia na Alemanha

Estão abertas até 30 de setembro as inscrições para as bolsas de mestrado em economia na Alemanha, apoiadas pelo DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdienst). O curso acontece na HTW Berlin, uma universidade pública de ciências aplicadas, a partir de abril de 2019 e tem duração de 18 meses.

As bolsas oferecidas pelo DAAD cobrem custos de anuidade (que chegam a 2 mil euros), além de auxílio financeiro mensal, com valor de 850 euros, e passagens aéreas.

Para selecionar os estudantes, o programa leva em consideração três critérios básicos: o desempenho acadêmico (com uma média das notas obtidas em cursos anteriores), número de disciplinas cursadas em áreas de economia e a carta de motivação enviada pelo candidato.

DAAD concede bolsas para MBA na Alemanha

Estão abertas até 1 de outubro as bolsas de estudo para MBA na Alemanha, como parte do programa EPOS, criado pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD, na sigla em alemão). O EPOS foca cursos de pós-graduação no país que se relacionem ao desenvolvimento sustentável e, nesse caso, a formação oferecida pela Universidade de Leipzig dedica-se às pequenas e médias empresas.

Como requisito estabelecido pelo órgão alemão, estão a necessidade de experiência profissional na área (por um período mínimo de dois anos, após a graduação) e de excelente desempenho acadêmico. Todos os anos, são chamados 25 candidatos para o programa de MBA na Alemanha.

EXTRA

IJP: Bolsas para jornalistas em estágio profissional na Alemanha

Jornalistas latino-americanos podem se candidatar até 15 de setembro a bolsas para estadia de dois meses como correspondente na Alemanha, oferecida pelo IJP (Programas Internacionais para Jornalistas). O programa oferece aos bolsistas latino-americanos a experiência de trabalhar em um veículo de comunicação na Alemanha como redatores-visitantes.

A bolsa para os participantes latino-americanos consiste em uma quantia de 3.600 euros. Com esse dinheiro, o bolsista deve cobrir todos os seus gastos, incluindo viagem, acomodação e alimentação na Alemanha. O trabalho durante o estágio não será remunerado pelo veículo de comunicação alemão.

Fellowship para empreendedores sociais na Índia

Estão abertas até 30 de setembro as inscrições para o programa IDEX Accelerator, criado em 2011 pela fundação americana Gray Matters Capital. Trata-se de uma fellowship para empreendedores sociais, com duração de seis meses, que leva os participantes para Bangalore, na Índia. Os selecionados embarcam para o país em janeiro de 2019.

A tuition para participar do programa é de 2950 dólares, mas há bolsas disponíveis. O IDEX Scholarship Fund oferece entre 500 e mil dólares para os candidatos mais promissores. Já a InvestWise Scholarship Fund contempla mulheres interessadas na área e concede 2500 dólares como prêmio. Outro caminho sugerido pela organização é o de crowdfunding.

Fulbright oferece bolsas para brasileiros darem aula de Português nos Estados Unidos

A Comissão Fulbright Brasil está com inscrições abertas para o programa Foreign Language Teaching Assistant (FLTA), que dá bolsas de estudo para professores brasileiros ensinarem português nos Estados Unidos. As inscrições vão até o dia 23 de setembro e devem ser feitas pelo site da Fulbright Brasil.

Serão concedidas até 20 bolsas de estudo com duração de nove meses – usualmente com início em agosto e setembro de 2019. Os selecionados irão dar aulas em universidades norte-americanas e receberão auxílio moradia e alimentação, seguro-saúde e passagens áreas.

Fellowship nos Estados Unidos para profissionais experientes

O Wilson Center, localizado em Washington DC, recebe inscrições para a edição desse ano de sua fellowship, até 1 de outubro. O programa é voltado a profissionais experientes que desejem solucionar problemas globais. São aceitos candidatos vindos de diversos setores, do jornalismo ao Direito, e que tenham qualquer nacionalidade.

Os selecionados embarcam para os Estados Unidos e desenvolvem pesquisa em suas áreas, ao longo de nove meses. Os interessados devem ter propostas claras para solucionar problemas que acometam os Estados Unidos ou outros países.

Banco Mundial oferece bolsas para conferência na Malásia

Estão abertas até 1 de outubro as inscrições para uma conferência sobre globalização realizada na Malásia. O evento é organizado por um grupo de pesquisa de Kuala Lumpur ligado ao Banco Mundial. Os interessados em participar devem submeter seus arquivos que tratem do tema até a data limite.

Para participar, é necessário enviar um artigo de até 12 mil palavras para avaliação. Os inscritos devem ser de áreas ligadas às ciências sociais e à economia, seja em campo macro ou micro. O trabalho a ser submetido deve, ainda, estar relacionado à proposta “Globalization – Contents and Discontents“.

Fundação alemã oferece bolsas de estudo para jornalistas

A Fundação Heinz Kühn Stiftung está oferecendo bolsas para jornalistas de países em desenvolvimento participarem de um treinamento intensivo na Alemanha. O programa, que pode ter até três meses de duração, inclui curso de alemão, estágio em veículo de comunicação local e desenvolvimento de um projeto de pesquisa. As inscrições vão até 30 de novembro.

A bolsa de estudos inclui pagamento de todas as despesas relacionadas ao treinamento, incluindo materiais didáticos, moradia e alimentação. Além disso, estão cobertas passagens aéreas e auxílio de viagem pelo país. Os selecionados têm, ainda, a possibilidade de fazer um curso extra de alemão de até quatro meses no instituto Goethe de Düsseldorf ou Bonn.

Alemanha oferece bolsas de estudo para ‘jovens lideranças’

A Fundação Alexander von Humboldt — que promove a cooperação entre acadêmicos do exterior e da Alemanha — está com inscrições abertas para o programa German Chancellor Fellowship, que concede bolsas para um ano de pesquisa na Alemanha. As inscrições vão até o dia 15 de setembro.

O programa busca profissionais do Brasil, China, Índia, Rússia ou Estados Unidos que possuam “notória capacidade de liderança” e já tenham trabalhado em áreas como política, economia, administração, mídia e cultura.

O programa prevê curso intensivo de alemão e doze meses de pesquisa em instituições alemãs. Além disso, os selecionados terão acesso a mentoria e vão integrar a rede de bolsistas da German Chancellor Fellowship, que é composta por mais de 26 mil pessoas.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d