Universidade de Georgetown oferece bolsa para programa de liderança

Universidade de Georgetown

Estão abertas as inscrições para a edição de 2019 do Programa de Liderança para Competitividade Global, o GCL. A iniciativa leva líderes locais, que atuem no setor público, empresarial ou social, para um programa de dez semanas de duração em Washington D.C., nos Estados Unidos. As inscrições podem ser feitas até 12 de agosto.

A iniciativa consiste em uma série de cursos e visitas a instituições localizadas na capital americana como o Congresso e a Casa Branca. Durante o período do curso, que vai de 27 de janeiro a 02 de abril de 2020, os participantes têm a chance de discutir ideias com figuras públicas e especialistas de diversas áreas.

Como funcionam as bolsas para o programa de liderança

As bolsas ofertadas contemplam gastos como acomodação, materiais do curso, seguro médico e passagens aéreas de ida e volta para os Estados Unidos. Cabe ao estudante arcar com os custos do visto americano e da própria alimentação durante as dez semanas. 

Podem se candidatar jovens entre 26 e 34 anos, com graduação completa e excelente histórico acadêmico, fluência em inglês e, no mínimo, um ano de experiência profissional. Os candidatos devem estar, preferivelmente, trabalhando em um projeto que gere impacto positivo e duradouro em sua região. A inscrição pode ser feita por meio do site de candidaturas ao programa.

Também devem ser encaminhados documentos como currículo, diploma universitário, certificado de proficiência em inglês e duas cartas de recomendação. Depois das candidaturas online, os alunos passam por duas rodadas de entrevista, realizadas por um comitê de seleção e pela Universidade de Georgetown. Aqueles que forem selecionados devem pagar uma taxa de 2500 dólares pelo curso. 

Ao fim do programa, os candidatos também devem se comprometer a retornar ao seu país de origem por pelo menos um ano, para aplicar os aprendizados do curso.

Sobre o programa de liderança

O Programa GCL foi fundado pela Latin American Board (Junta Directiva Latinoamericana) da Universidade de Georgetown, como parte de sua missão de promover maior vínculo entre a Universidade de Georgetown e a região. Até hoje, o programa GCL impactou 359 líderes de 19 países, que hoje ocupam cargos importantes em empresas e em governos, gerindo iniciativas de grande impacto social.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: