Inicio Tsinghua: uma das melhores universidades da China – e do mundo

Tsinghua: uma das melhores universidades da China – e do mundo

0
Tsinghua: uma das melhores universidades da China – e do mundo

Localizada no noroeste de Pequim no lugar dos antigos jardins imperiais da Dinastia Qing e cercada por vários outros pontos históricos, a Universidade Tsinghua foi fundada em 1911 e passou a ser um instituto politécnico com foco em engenharia em 1952.

Entretanto, desde que a China se abriu para o mundo, em 1978, o centro de ensino superior se desenvolveu em um ritmo impressionante para se tornar uma referência em pesquisa. Atualmente, tem 21 escolas e 59 departamentos com faculdades em ciências, engenharia, humanidades, direito, medicina, história, filosofia, economia, gestão, educação e arte.

Leia mais: 5 motivos para estudar na China

Tendo como lema “Autodisciplina e Compromisso Social”, Tsinghua se posiciona como uma das mais influentes universidades da China. Formou o atual e o ex-presidente do país asiático, além de figutas como escritor chinês Qian Zhongshu e o filósofo Feng Youlan. 

Universidade Tsinghua em números

  • Escolas: 21
  • Departamentos: 59
  • Estudantes registrados: 53.302
  • Alunos da graduação: 16.287 (1.162 internacionais)
  • Alunos da pós-graduação: 19.726 (1.634 internacionais)
  • Acervo da Biblioteca: 5.397 volumes
  • Área do campus: 442 mil hectares

Tsinghua nos rankings mundiais

A Tsinghua encabeça os rankings que pesquisam as mais prestigiadas instituições de ensino superior do país asiático, despontando em primeiro lugar no THE 2020. No mesmo ano, ficou na 23ª posição do World University Rankings, ficando no topo da lista da classificação das melhores universidades de economias emergentes.

Também em 2020, Tsinghua foi classificada como a melhor universidade de Engenharia do mundo pelo US News, ganhando também o primeiro lugar em Ciência da Computação; o sexto lugar em Ciência dos Materiais e a sétima colocação em Química.

Já pelo QS World University Rankings 2021, a instituição foi considerada a 15ª melhor do globo, em geral.

A universidade também faz parte da C9, uma aliança entre as nove principais da China continental, que é uma espécie de “Ivy League” chinesa.

Leia mais: Application na China: saiba como funciona a candidatura para uma universidade chinesa

Cursos oferecidos pela Universidade de Tsinghua

A diversidade da população estudantil de Tsinghua se reflete em sua diversidade de programas: as dezenas de departamentos e escolas cobrem disciplinas em ciências, engenharia, literatura, arte, história, filosofia, economia, gestão, direito, educação e medicina. 

Os alunos internacionais podem escolher entre mais de 60 programas de graduação, 100 de mestrado e 90 de doutorado, entre os quais 21 programas de mestrado e 8 de doutorado são ministrados totalmente em inglês. 

# Vida no campus: interdisciplinaridade e inovação

A Tsinghua afirma encorajar todos os alunos a abraçar o mundo. Por meio do Centro para Desenvolvimento de Competências Globais, a universidade chinesa os prepara para o que considera ser uma “competência global”, que é  capacidade de aprender, trabalhar e viver com outras pessoas de diferentes origens culturais para abarcar oportunidades e desafios no futuro. Em razão disso, a instituição tem como foco a criação de programas que combinam o desenvolvimento de liderança com uma base sólida no pensamento interdisciplinar.

A universidade se orgulha de sua vibrante e enriquecedora comunidade no campus, com mais de duzentas associações e organizações estudantis. Eventos como a Maratona no Campus, Show de Talentos, Noite de Gala para estudantes internacionais e o festival cultural internacional se tornaram marcas registradas no calendário anual de Tsinghua, que reúne, anualmente, inovadores e líderes de negócios internacionais, em palestras abertas e conferências. Além disso, os estudantes estrangeiros desenvolvem uma compreensão mais profunda da China por meio de viagens, estágios e da vida cotidiana na vibrante capital, Pequim.

# Graduação

Os cursos de graduação (82, no total) na Universidade Tsinghua têm quatro anos de duração e são ministrados em período integral, com exceção daqueles que integram as divisões de Arquitetura e Artes, que exigem cinco anos de estudos. 

Só de Engenharia, são diversas opções de formação, como Engenharia Civil, Hidráulica, Mecânica, Industrial, Aeronáutica, de Software e Engenharia Química. Já na escola de Economia e Gestão, alguns exemplos de cursos são Contabilidade, Administração e, também, a graduação em Economia e Finaças. 

A Universidade Tsinghua oferece, ainda, cursos de Sociologia, Política Internacional, Psicologia, Direito, Jornalismo, Animação, Pintura e Design Industrial. Para conferir a lista completa de cursos de graduação na universidade chinesa, clique aqui.

# Pós-graduação acadêmica

Há mais de 20 opções de programas exclusivos de mestrado acadêmico na Universidade Tsinghua, como em Artes, Ciências, Arquitetura, Estatística Aplicada, Administração, Engenharia, Medicina e Administração Pública.

Já alguns dos cursos que oferecem mestrado e, também, doutorado são Filosofia, Economia Aplicada, Ciência do Direito, Política, Sociologia, Teoria Marxista, Educação, Jornalismo e Comunicação, Matemática, Biologia, Física e Astronomia.

# Mestrado e Doutorado Profissional

A Universidade Tsinghua disponibiliza, ainda, 24 opções de cursos de pós-graduação profissionais (não-acadêmicos), como em Finanças, Estatística Aplicada, Serviço Social, Educação Física, Psicologia Aplicada Planejamento Urbano, Medicina, Saúde Pública e Engenharia (com diferentes formações como Engenharia Mecânica, Química e, ainda, Engenharia Civil e Hidráulica). 

# Educação Continuada

A instituição chinesa tem uma Escola de Educação Continuada, que oferece treinamento ao público e detém a Cátedra UNESCO de Educação Continuada em Engenharia. Com um corpo docente de peso e forte capacidade de pesquisa, intercâmbio e cooperação internacional ativa, a Universidade uma ampla gama de programas de extensão e desenvolvimento profissional.

Esses programas são na forma de cursos de treinamento de curto prazo, de visitação acadêmica, de certificação profissional etc – ministrados tanto em sala de aula quanto pela internet. Em 2018, a Escola de Educação Continuada foi agraciada com um prêmio de inovação nacional pelo Painel de Alívio da Pobreza e Desenvolvimento do Conselho de Estado. Saiba mais sobre o departamento nesta página.

# Curso de Verão

A Universidade Tsinghua oferece anualmente um Curso de Verão, mas, em razão da pandemia de Covid-19, o programa passou a ser online, sendo denominado Toward a Post-Pandemic World. A ideia é oferecer aos “líderes globais do amanhã” uma plataforma interdisciplinar de imersão, com apoio de 16 departamentos e instituições ligadas à Tsinghua.  São 20 horas de crédito cobrindo diversos tópicos, incluindo economia, educação, sociedade, clima, meio ambiente e liderança. 

A iniciativa é conduzida por meio de discussões em grupo, palestras e seminários (em inglês) em várias plataformas online 

Leia mais: Intercâmbio na China: conheça o ensino da principal economia em ascensão do mundo

Application para estudantes internacionais

O primeiro passo ao se preparar para uma candidatura em uma universidade da China é conhecer as formas de admissão, que geralmente envolvem uma inscrição por meio da página de admissões da instituição chinesa, e não é diferente com relação à Tsinghua. Em geral, é necessário preencher um formulário e encaminhar a documentação, sendo que o histórico escolar e o desempenho do aluno em temas específicos da formação escolhida são levados em conta. 

É importante destacar que o formato difere do ingresso para estudantes chineses, já que, no caso deles, o acesso se dá por meio do Gaokao, que é o Exame Nacional do Ensino Superior (e qualquer semelhança com o Enem brasileiro não é mera coincidência). 

# Requisitos de idioma para estudar na Universidade Tsinghua

Para ser aceito é necessário ter proficiência em inglês (com base em certificados como TOEFL ou IELTS) ou mandarim atestado pelo HSK (Hanyu Shuiping Kaoshi). A segunda opção vale para os cursos de língua local. 

Já com relação à documentação, é necessário providenciar uma cópia do passaporte, visto, documento de identificação, certificado de saúde e certificado de ausência de antecedentes criminais, além da documentação acadêmica propriamente dita, ou seja, o certificado de conclusão de ensino médio, graduação ou mestrado; certificado de proficiência, declaração de responsabilidade, histórico escolar e cartas de recomendação. 

Possibilidades de bolsa na Universidade de Tsinghua

As principais bolsas de estudo oferecidas atualmente aos alunos internacionais da Universidade Tsinghua são a Bolsa do Governo Chinês, a Bolsa Siemens China e a Bolsa de Ensino

A primeira opção oferece apoia estudantes interessados em cursos de graduação e pós-graduação, além de visitantes. As Bolsas do Governo Chinês podem ser categorizadas em dois tipos: integral (que cobre taxas de matrícul, acomodação no campus, gastos mensais e seguro médico) e parcial (que cobre um ou alguns dos itens, conforme os regulamentos específicos de cada edição do programa de auxílio). 

A Bolsa Siemens China oferece, anualmente, cerca de 25 mil euros para candidatos a cursos de doutorado. Os bolsistas têm a oportunidade de participar não apenas de pesquisas acadêmicas, mas também de projetos de pesquisa industrial de ponta. Eles cooperam com a Siemens em 12 áreas de estudo, como Robótica & Mecatrônica, Futuro da Automação, Inteligência Artificial, Segurança de TI etc. Veja aqui os detalhes sobre o programa de bolsas da Siemens.

Já a terceira opção de auxílio para alunos internacionais é oferecida pela própria Universidade Tsinghua por meio do ISSC (International Students & Scholars Centre), mas os programas e níveis apoiados variam. Os detalhes podem ser solicitados via e-mail, no [email protected].

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia