Um Projeto: Fundação Estudar
como se candidatar a Harvard mais de uma vez intercâmbio em Harvard

Brasileira explica como conseguir um intercâmbio em Harvard

Por Priscila Bellini
04.08.2018

O Visiting Undergraduate Student (VUS) permite que jovens estrangeiros de outras escolas embarquem para um intercâmbio em Harvard. Os estudantes aceitos passam, no mínimo, seis meses como alunos da universidade e têm acesso a toda a estrutura da instituição. Saiba como se inscrever!


Não é de hoje que Harvard destaca-se como a mais prestigiada das instituições americanas. Membro da Ivy League e alma mater de nomes conhecidos, a universidade seleciona de forma rigorosa seus alunos. Para ter uma ideia, os índices de aprovação no college giram em torno de 5%, ano após ano. Para os que sonham em estudar lá, mas não vão para uma graduação completa, há outra opção disponível: o intercâmbio em Harvard.

Os estudantes internacionais vindos de outras escolas chegam à instituição como Visiting Undergraduate Students. Trata-se de um programa criado para selecionar tais alunos para períodos de seis meses a um ano de intercâmbio em Harvard.

Como se candidatar ao intercâmbio em Harvard

Foi por meio do VUS que a mineira Clara Carvalho, estudante de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, embarcou para os Estados Unidos. Ela explica que, no processo de seleção, precisou encaminhar documentos como personal statement e cartas de recomendação. Ou seja, itens comuns à application regular para a instituição.

Entretanto, para fazer o intercâmbio em Harvard, o estudante precisa comprovar que tem autorização da universidade de origem. E mais: que, depois de retornar a seu país, receberá crédito pelas matérias que cursar. “A diferença principal entre o college normal e o visiting é a entrevista”, sintetiza Clara. No caso do VUS, os alunos não passam por essa etapa.

Conheça detalhes sobre o processo de admissão

Como pagar pelo intercâmbio em Harvard

Como a estudante de Direito explica, o programa não oferece financial aid. Ou, em outras palavras, não há bolsas disponíveis para quem embarca para o intercâmbio em Harvard. Por isso, Clara buscou uma série de bolsas parciais e ajuda por meio de crowdfunding.

Saiba como ela conseguiu custear o intercâmbio:

Ao todo, Harvard cobra 40 mil dólares por semestre pelo programa de Visiting Undergraduate Students. Proporcionalmente, o custo anual sai por 80 mil dólares, incluindo taxas para acomodação e taxas associadas. Os valores podem diminuir, caso o aluno opte por estudar menos disciplinas do que o “padrão”, que é de quatro cursos por semestre. Para saber detalhes, basta acessar o site da instituição.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d