Um Projeto: Fundação Estudar
discursos de formatura de 2018

Confira os discursos de formatura de 2018 na Ivy League

Por Priscila Bellini

Hillary Clinton, Ava Duvernay, Chimamanda Ngozi Adichie… Esses são alguns dos nomes convocados para fazer os discursos de formatura de 2018 na Ivy League. Em geral, as instituições dos Estados Unidos convidam profissionais de destaque – sejam escritores, políticos ou jornalistas – para conduzir essa etapa das cerimônias.

Mais do que deixar uma mensagem de encorajamento, tais falas ilustram os valores que fizeram tais pessoas chegarem ao ápice de suas carreiras. Saiba como foram as cerimônias nas melhores universidades americanas e assista aos discursos de formatura de 2018.

Universidade Brown

A instituição apresenta uma tradição “única” na Ivy League. Em vez de convidar pessoas de fora para fazer discursos de formatura, a Universidade Brown aposta em alunos de destaque. Durante a cerimônia deste ano, em maio, quase três mil estudantes receberam seus diplomas.

O discurso inicial, neste ano, foi feito por Christina Paxson, a presidente da instituição. Ela destacou a capacidade dos formandos de causar impacto em sua comunidade e de se dedicar a suas paixões. “Fazendo o que amam, vocês descobrirão seu “melhor eu”, e o mundo será um lugar melhor por isso”.

Os estudantes também se dividiram em turmas para a cerimônia, de acordo com os diplomas obtidos – como graduação e doutorado. Um dos destaques foi o estudante peruano Javier Juarez, que concluiu o mestrado em Estudos Americanos e ministrou um dos discursos. Ele contou sobre como seu pai, um engenheiro de formação, chegou aos Estados Unidos de forma ilegal e sem saber falar inglês. Por anos, trabalhou na limpeza do prédio da Escola de Saúde Pública de Brown.

“Eu gostaria de mostrar a vocês o quantos as coisas podem mudar drasticamente com trabalho duro, perseverança e um pouco de sorte”, disse Javier. “Passem adiante o que ouviram aqui hoje: que o filho de um imigrante que sequer falava inglês, que atravessou fronteiras ilegalmente, que limpou os banheiros sujos dessa instituição prestigiada, se formou junto de tantas mentes brilhantes e disse a vocês para mudar o mundo”.

Confira abaixo os discursos de formatura de 2018 em Brown

Universidade Columbia

Localizada em Nova York, Columbia abrigou a primeira escola de medicina dos Estados Unidos e destaca-se até hoje como instituição de excelência. Para os discursos de formatura de 2018, a tradição de iniciar a cerimônia com a fala do presidente se manteve.

Lee Bollinger usou como ponto de partida o “core curriculum” de Columbia. Nessa estrutura estabelecida pela instituição, todos os estudantes cursam disciplinas em comum, ainda que elas sejam distintas de sua área de interesse. Um aluno de engenharia, por exemplo, precisa passar por matérias ligadas a filosofia e campos da arte.

“Se você acredita, assim como eu, que o Core Curriculum está para a universidade assim como a universidade está para a sociedade”, resumiu ele. “Então, a melhor forma de aplicar o que aprenderam aqui ainda está por vir”. “É sobre agir como um baluarte contra a nossa inclinação natural à intolerância, e liderar nossa longa busca por essas verdades comuns e essenciais”.

Assista aos discursos de formatura de 2018 em Columbia

Universidade Cornell

Pouco famosa no Brasil, Cornell está entre as universidades mais respeitadas do mundo. Fundada em 1865, tem entre seus ex-alunos e professores, mais de 40 laureados com o prêmio Nobel.

Assim como as outras instituições, a cerimônia conta com um discurso do presidente, somado às falas de um “keynote speaker”. Para a cerimônia de maio, a convidada foi a diretora americana Ava DuVernay, conhecida pelo documentário “13ª Emenda” e pelo longa-metragem “Selma”. O longa de 2014 foi indicado ao Oscar de Melhor Filme e consagrou a americana como primeira mulher negra a ser nomeada a tal categoria da premiação.

Falando aos formandos, no Schoellkopf Stadium, DuVernay tratou da importância de se conhecer e “se declarar”. “Entenda onde você está, olhando para si mesmo. Antes de ir para o mundo, mapeie a si mesmo”, aconselhou. “Qual será sua história? Seu filme? Você é o diretor. Você é livre para experienciar e interpretar essa vida, neste momento, da forma como decidir”.

Ava DuVernay fala aos formandos da Universidade Cornell.

Dartmouth College

Fundada em 1769, Dartmouth é hoje um gigante da educação. Um de seus grandes atrativos é a flexibilidade que dá aos alunos: em todos os cursos de graduação, só se exige a presença física do aluno durante o primeiro e o último ano. No segundo e terceiros anos, o estudante pode escolher entre fazer disciplinas no campus ou fora do campus, estagiar ou fazer intercâmbio em alguma das instituições conveniadas ao redor do mundo.

Nos discursos de formatura de 2018, o Dartmouth College trará ao palco a atriz Mindy Kaling. O evento acontece em 10 de junho e já reuniu nomes como a ativista Leymah Gbowee, da Libéria, que recebeu o Nobel da Paz em 2011.

Universidade Harvard

Harvard nutre a fama de universidade mais prestigiada dos Estados Unidos. Entre os discursos de formatura de 2018, destacam-se não só o “commencement speech”, mas também o chamado Class Day. Trata-se do último dia anterior à formatura, em que pessoas de destaque são convidadas a falar aos estudantes. Neste ano, a escolhida foi a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, conhecida por livros como “Americanah” e “Hibisco Roxo”.

Já no discurso de formatura, o escolhido para falar foi o congressista John Lewis, que participou do movimento pelos direitos civis. Ele foi um dos líderes responsáveis por organizar a Marcha sobre Washington, em que Martin Luther King fez seu discurso mais conhecido (“I have a dream”).

Universidade de Princeton

A universidade onde Albert Einstein deu aulas desfruta de grande prestígio nos Estados Unidos e no exterior. Como parte das celebrações de formatura, o presidente da instituição, Christopher Eisgruber, ressaltou a importância da diversidade entre os alunos e o papel da universidade em mudanças sociais.

“Se nós queremos ‘curar’ as divisões que a desigualdade criou neste país”, disse Eisgruber aos alunos de Princeton. “Precisamos garantir que os estudantes de regiões pobres tenham acesso à educação que precisam para desenvolver suas habilidade e contribuir com a sociedade”.

Já no Class Day, que antecede a cerimônia e os discursos de formatura, o convidado foi o senador democrata Cory Booker. Em sua fala, refletiu sobre o poder das pequenas ações e sua capacidade de causar impacto.

“Poder não é ser fisicamente forte. Ele está inserido no quão consistente, moralmente, você é”, discursou o senador. “O poder não vem de um título, mas sim de contar sua própria verdade todos os dias, nas mínimas ações. O que você decide fazer com o dinheiro que ganha, como você enxerga a dignidade de cada pessoa andando pela rua, como você realiza atos de bondade”.

Assista ao discurso de Cory Booker em Princeton:

 

Universidade da Pensilvânia

Também conhecida como UPenn, a instituição americana está por trás de descobertas como as vacinas para rubéola e hepatite B. Por lá, em 1946, também foi criado o primeiro computador eletrônico de uso pessoal, o ENIAC.

Como parte das comemorações para os alunos prestes a deixar a escola, a UPenn recebe profissionais de destaque em seus discursos de formatura. O destaque, este ano, ficou para a jornalista Andrea Mitchell, que cobriu conflitos armados e política americana, acompanhando sete mandatos da Presidência.

Ela se formou na Universidade da Pensilvânia em 1967 e, ao conduzir seu discurso, aconselhou aos alunos que fossem curiosos e engajados. “Se você sabe que algo está errado, escreva aquela carta ao editor. Apoiem um candidato de algum partido político, envolvam-se, manifestem-se”, disse Mitchell. “Fortaleçam-se com o exemplo dos adolescentes de Parkland que transformaram tragédia em um propósito. Sintam-se empoderados pelos homens e mulheres que decidiram não mais tolerar o abuso sexual”.

 

Universidade Yale

Yale destaca-se como uma das instituições de ensino superior mais prestigiadas em solo americano. Por lá, formaram-se cinco presidentes americanos, artistas como Meryl Streep e laureados com o Prêmio Nobel, como o economista Paul Krugman.

Para os discursos de formatura de 2018, Yale convocou nomes de destaque. No Class Day, a convidada foi a democrata Hillary Clinton, que concorreu na última eleição à Presidência americana.

Ela formou-se na Yale Law School em 1973 e, em seu discurso, falou de resiliência e de como encarar tempos de divisão política. “Todo mundo pode ser nocauteado”, disse a política americana. “O que importa é o que se faz para levantar e seguir em frente. Vocês cometerão erros durante a vida, e também fracassarão. Acontece com todos nós, não importa o quanto sejamos qualificados e capazes. Acreditem em mim”.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d