Um projeto: Fundação Estudar

Universidades

Perfis, curiosidades e oportunidades das melhores universidades do mundo

20.11.15

UPenn: conheça a universidade que tem 28 ganhadores do Nobel

UPenn: conheça a universidade que tem 28 ganhadores do Nobel

Fundada por Benjamin Franklin, um dos heróis da independência americana, universidade tem hoje mais de 20.000 alunos. Conheça seus diferenciais!

A Universidade da Pensilvânia (UPenn) tem suas origens em uma das maiores figuras da história dos Estados Unidos: Benjamin Franklin, líder da Revolução Americana. Em 1749, Franklin escreveu um ensaio com propostas relativas à educação da juventude pela Filadélfia, capital da Pensilvânia. Inspirados e liderados por ele, um grupo de curadores decidiu formar uma instituição de ensino superior na cidade e, em 1751, a UPenn abriu suas portas com o título de “Academy and Charitable School in the Province of Pennsylvania”.

Franklin queria treinar jovens de maneira moderna para cargos de liderança em governos, serviços públicos e empresas, e conseguiu seu desejo. Pela UPenn já passaram grandes nomes como Noam Chomsky, filósofo e ativista; Elon Musk, CEO da SpaceX e da Tesla; e ninguém menos que Martin Luther King Jr, grande líder na luta pela igualdade racial. A universidade também é “dona” de um recorde informal de ex-alunos bilionários: 25.

Tamanho – Hoje, estudam por lá cerca de 10.000 alunos na graduação e mais 11.000 na pós. A quantidade de estudantes internacionais na instituição é relativamente baixa: em 2014, foram apenas 429 na graduação. Quem ingressa na universidade, pode escolher entre 12 escolas, que oferecem mais de 90 programas de graduação e outros 169 de pós. Entre as faculdade, está a famosa escola de negócios Wharton, fundada em 1881.

A universidade cobra uma anuidade de pouco mais de US$ 49.000 e pratica a política “need blind” na hora de admitir estudantes americanos, canadenses e mexicanos. Ou seja, não é levada em consideração a capacidade que eles têm de pagar pelos estudos. Já para candidatos de outros países, como o Brasil, o processo é chamado de “need aware” – a habilidade do aluno de pagar pelos seus estudos entra em jogo na hora das avaliações. Isso ocorre porque essas instituições tem fundos limitados e precisam saber se o valor que têm disponível será suficiente para auxiliar os seus alunos. Assim, ganhar uma bolsa de estudos se torna um pouco mais difícil. Mesmo assim, mais de US$ 7 milhões foram encaminhados por meio de bolsas de estudos a alunos internacionais em 2015.

Dona de um orçamento para pesquisas de US$ 851 milhões, a UPenn conta com 28 vencedores do Nobel e está em 17º lugar tanto no Academic Ranking of World Universities 2015 quanto na lista da Times Higher Education (THE). Conhecida pelo ambiente propício a descobertas e inovações, deu ao mundo novidades como o primeiro computador eletrônico de uso pessoal, em 1946, e vacinas para rubéola e hepatite B.

Famosos que estudaram na UPenn:
>
Philip Roth, escritor e ganhador do prêmio Pulitzer
> John Legend, cantor
> Elizabeth Banks, atriz
> Donald Trump, empresário
> Warren Buffet, investidor e um dos homens mais ricos do mundo, estudou lá durante 2 anos

Acesse o site da UPenn
Veja os cursos oferecidos pela instituição

*Reportagem publicada em 5/11/2013 e atualizada em 18/11/2015

Leia também:
Guia online e grtauito sobre graduação no exterior
‘Desisti da Poli para estudar na Universidade da Pensilvânia’
Entenda o processo de seleção para universidades no exterior

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT