Um Projeto: Fundação Estudar

UPenn: conheça a universidade que tem 28 ganhadores do Nobel

Por Marcio Orsolini
20.11.2015

Fundada por Benjamin Franklin, um dos heróis da independência americana, universidade tem hoje mais de 20.000 alunos. Conheça seus diferenciais!


A Universidade da Pensilvânia (UPenn) tem suas origens em uma das maiores figuras da história dos Estados Unidos: Benjamin Franklin, líder da Revolução Americana. Em 1749, Franklin escreveu um ensaio com propostas relativas à educação da juventude pela Filadélfia, capital da Pensilvânia. Inspirados e liderados por ele, um grupo de curadores decidiu formar uma instituição de ensino superior na cidade e, em 1751, a UPenn abriu suas portas com o título de “Academy and Charitable School in the Province of Pennsylvania”.

Franklin queria treinar jovens de maneira moderna para cargos de liderança em governos, serviços públicos e empresas, e conseguiu seu desejo. Pela UPenn já passaram grandes nomes como Noam Chomsky, filósofo e ativista; Elon Musk, CEO da SpaceX e da Tesla; e ninguém menos que Martin Luther King Jr, grande líder na luta pela igualdade racial. A universidade também é “dona” de um recorde informal de ex-alunos bilionários: 25.

Tamanho – Hoje, estudam por lá cerca de 10.000 alunos na graduação e mais 11.000 na pós. A quantidade de estudantes internacionais na instituição é relativamente baixa: em 2014, foram apenas 429 na graduação. Quem ingressa na universidade, pode escolher entre 12 escolas, que oferecem mais de 90 programas de graduação e outros 169 de pós. Entre as faculdade, está a famosa escola de negócios Wharton, fundada em 1881.

A universidade cobra uma anuidade de pouco mais de US$ 49.000 e pratica a política “need blind” na hora de admitir estudantes americanos, canadenses e mexicanos. Ou seja, não é levada em consideração a capacidade que eles têm de pagar pelos estudos. Já para candidatos de outros países, como o Brasil, o processo é chamado de “need aware” – a habilidade do aluno de pagar pelos seus estudos entra em jogo na hora das avaliações. Isso ocorre porque essas instituições tem fundos limitados e precisam saber se o valor que têm disponível será suficiente para auxiliar os seus alunos. Assim, ganhar uma bolsa de estudos se torna um pouco mais difícil. Mesmo assim, mais de US$ 7 milhões foram encaminhados por meio de bolsas de estudos a alunos internacionais em 2015.

Dona de um orçamento para pesquisas de US$ 851 milhões, a UPenn conta com 28 vencedores do Nobel e está em 17º lugar tanto no Academic Ranking of World Universities 2015 quanto na lista da Times Higher Education (THE). Conhecida pelo ambiente propício a descobertas e inovações, deu ao mundo novidades como o primeiro computador eletrônico de uso pessoal, em 1946, e vacinas para rubéola e hepatite B.

Famosos que estudaram na UPenn:
>
Philip Roth, escritor e ganhador do prêmio Pulitzer
> John Legend, cantor
> Elizabeth Banks, atriz
> Donald Trump, empresário
> Warren Buffet, investidor e um dos homens mais ricos do mundo, estudou lá durante 2 anos

Acesse o site da UPenn
Veja os cursos oferecidos pela instituição

*Reportagem publicada em 5/11/2013 e atualizada em 18/11/2015

Leia também:
Guia online e grtauito sobre graduação no exterior
‘Desisti da Poli para estudar na Universidade da Pensilvânia’
Entenda o processo de seleção para universidades no exterior

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d