Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

02.04.14

Dicas e sites para melhorar o inglês

Dicas e sites para melhorar o inglês

Tecnologia facilitou muito o aprendizado de idiomas. Agora, não há desculpas. Confira seleção de páginas que disponibilizam exercícios, palestras e cursos

A falta de domínio do inglês, sabemos, ainda é um entrave para muitos brasileiros que desejam estudar fora — seja para fazer graduação, pós ou cursos de especialização. Se este é o seu caso, você está no lugar certo. Mas, se espera encontrar alguma receita milagrosa para aprender o idioma, é melhor interromper a leitura aqui para não se decepcionar.

“Infelizmente, não existe mágica e manter-se motivado para aprender outro idioma é algo muito difícil”, afirma Vinicius Teixeira, que trabalhou como professor de inglês no Brasil e hoje cursa o mestrado na Universidade Concordia, em Montreal, Canadá. Difícil, mas não impossível:  Vinicius mesmo é um exemplo, já que, além de ser fluente no inglês, fala espanhol e francês.

 Tente ver, ouvir e ler coisas que gosta no idioma que está estudando

 

“Sei bem o quanto pode ser frustrante adquirir fluência em outra língua. Por isso, o meu conselho é direto: tente ver, ouvir e ler coisas que gosta no idioma que está estudando”, orienta. Veja a seguir algumas dicas para melhorar o inglês antes de partir:

Filme e séries

Assistir a filmes é sempre uma ótima maneira de treinar idiomas. Além de melhorarem o listening, ampliam o vocabulário. “Quem está em um nível intermediário, pode começar assistindo a filmes com legendas em inglês e depois tentar tirá-las”, afirma Ana Virginia, da Virginia Center School, que é especializada na preparação de alunos para o Test of English as a Foreign Language (TOEFL).

Ainda mais eficientes que os filmes — e na maioria das vezes mais divertidos — são os seriados. “Como envolvem sempre o mesmo contexto e pessoas, fica mais fácil do aluno aprender”, considera.

Livros

Livros também são boas ferramentas de estudo. Aqui, a dica de Ana Virginia é optar por um mesmo autor para se familiarizar com o estilo textual e o vocabulário adotados por ele. Assim, o aprendizado deve fluir mais facilmente.

Palestras e cursos

A  tecnologia facilitou absurdamente o aprendizado de idiomas. Na rede, sobram sites destinados a este fim. O Estudar Fora, com o auxilio de Vinicius e Ana Virginia, selecionou alguns para você:

Página do Consulado Britânico
Reúne milhares de vídeos e exercícios divididos nas seguintes seções: Listen & Watch, Grammar & Vocabulary, Fun & Games, Business & Work e Writting. Traz também uma página com orientações para quem vai prestar o International English Language Testing System (IELTS)Acesse aqui 

Página da BBC
O site da emissora britânica também é farto de informações para os interessados em aprender inglês: há vídeos, podcasts e textos que ajudam a treinar gramática, vocabulário e pronúncia. Acesse aqui

The Open University
A The Open University — universidade de ensino a distância, fundada e mantida pelo governo do Reino Unido — disponibiliza cursos de inglês online e gratuitos, além de palestras de temas das áreas de ciências exatas, naturais e sociais, artes, psicologia e direito. É a oportunidade de treinar o idioma e ao mesmo tempo aprender mais sobre sua disciplina de interesse. Acesse aqui

Coursera
Oferece mais de 400 cursos online (alguns dão a possibilidade de obter certificado) de instituições de ensino como Stanford, Princeton, Duke e Northwestern, entre outras. Acesse aqui 

edX
Similar ao Coursera, a edX é uma organização sem fins lucrativos criada por Harvard e MIT, que disponibiliza cursos online gratuitos das duas instituições, além de outras universidades de ponta, como Berkeley e Georgetown. Acesse aqui

TED
Outra sugestão para aperfeiçoar o inglês é assistir às palestras do TED. Os temas são os mais variados possíveis: literatura, amor, produtividade, engenharia, energia, media e sustentabilidade, entre muitos outros. “Recomendo que quem vai realizar um curso específico fora (marketing digital, economia ou design, por exemplo) assista a palestras do assunto antes de ir. Assim, ao chegar à universidade, você já conhecerá alguns termos técnicos da área”, sugere Ana Virginia. Acesse aqui

Você Aprende Agora
Voltado a quem está começando a estudar inglês e tem pouca (ou nenhuma) familiaridade com o idioma, o site disponibiliza aulas que ensinam como se apresentar, contar, pedir informações na rua e comida em um restaurante. O projeto é de Felipe Adib, um dos vencedores do Prêmio Jovens Inspiradores  2012, promovido por VEJA.com e a Fundação Estudar. Acesse aqui

English as a Second Language
Para quem quer treinar listening, outra sugestão é o site eslpod.com, que disponibiliza centenas de podcasts sobre os mais variados assuntos, desde como falar sobre pessoas atraentes até pedir demissão do trabalho ou ir ao zoológico. É possível assinar o serviço para receber os áudios diretamente no seu e-mail. Acesse aqui

Aplicativos e redes sociais

Os aplicativos não poderiam ficar de fora da lista. Com os smartphones, não desculpa: é possível estudar em qualquer tempo livre e de qualquer lugar. Acesse AQUI uma lista do Estudar Fora com cinco apps para praticar inglês pelo seu celular.

Por Lecticia Maggi

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT