Um Projeto: Fundação Estudar
melhores universidades da Rússia

Conheça quais são as melhores universidades da Rússia

Por Priscila Bellini
11.06.2018

Com instituições tradicionais estabelecidas desde o século 18, o país oferece opções variadas, em cidades como Moscou e São Petersburgo. Confira quais são as melhores universidades da Rússia e em que áreas elas se destacam!


Com a Copa do Mundo chegando, os olhares do mundo todo voltam-se para a Rússia. Para quem deseja estudar fora e está de olho em destinos no Leste Europeu, o país é uma opção bastante tradicional. A instituição de ensino superior mais antiga do país, por exemplo, foi fundada em 1724. Entretanto, antes de fazer as malas, vale conhecer um pouco das opções disponíveis e conhecer as melhores universidades da Rússia.

Para saber mais sobre os programas disponíveis no país, um bom ponto de partida é checar os rankings universitários publicados anualmente. Classificações como o QS Ranking de 2018 dão uma pista sobre quais instituições destacam-se em pesquisa e desfrutam de boa reputação acadêmica, por exemplo.

Conheça as cinco melhores universidades da Rússia, segundo o QS ranking

#1 Universidade Estatal de Moscou

Localizada nas proximidades da capital russa, a Lomonosov Moscow State University ocupa o posto de líder no pódio das melhores universidades da Rússia. E não só isso: também é a instituição de ensino superior mais antiga no país, fundada em 1755. Para ter uma ideia, na listagem mundial estabelecida pelo ranking QS, a Lomonosov encontra-se no 95º lugar.

A universidade destaca-se, ainda nos rankings, em áreas como matemática, línguas modernas e linguística. Todos os anos, cerca de quatro mil alunos internacionais embarcam para a instituição, para os cursos de graduação e pós. Em matéria de ex-alunos notáveis, a Universidade Estadual Lomonosov de Moscou também se destaca. Em seu campus, formaram-se figuras conhecidas como o escritor Ivan Turgueniev e Mikhail Gorbachev, último líder da União Soviética.

#2 Universidade Estatal de São Petersburgo 

Essa é também uma das mais antigas instituições da Rússia, criada com o nome de Academia de Ciências de São Petersburgo em 1724, mas que só teve reconhecido o seu status de universidade em 1819. Atualmente, costuma figurar entre os destaques do BRICS (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e ocupa, ainda, o 240º lugar na classificação mundial do QS ranking.

Como o próprio nome sugere, localiza-se na segunda maior cidade russa, São Petersburgo. Por lá, formaram-se tanto o atual presidente do país, Vladimir Putin, como também o primeiro ministro Dmitri Medvedev.

#3 Universidade Estatal de Novosibirsk 

O campus da universidade foi estabelecido pelo governo soviético em 1959, na cidade de Novosibirsk, na Sibéria. Trata-se da terceira maior cidade do país, com mais de um milhão de habitantes. No ranking QS de 2018, a universidade alcançou a posição de número 250.

Desde sua fundação, a instituição recebeu investimentos para se destacar nas pesquisas científicas – o que, hoje, culmina em mais de 130 laboratórios e programas de estágio para estudantes internacionais de ciências. O corpo discente de Novosibirsk, em comparação às líderes do pódio, é mais enxuto: são, ao todo, sete mil alunos, entre russos e estrangeiros.

#4 Universidade Técnica Estatal Bauman de Moscou

Também conhecida como Escola Bauman, a instituição foi criada em 1830 como a primeira escola técnica a nível superior em território russo. Era uma forma de garantir mais mão de obra qualificada em campos como as engenharias. Com campus em Moscou, a universidade pública possui hoje mais de 20 mil alunos, distribuídos em cursos de graduação, mestrado e PhD.

Em 291º lugar no ranking mundial QS, a escola formou nomes conhecidos, como a astronauta Yelena Kondakova, primeira mulher a participar de uma missão espacial de longa duração.

#5 Universidade Estatal de Tomsk 

Com foco em pesquisa, a Universidade Estadual de Tomsk localiza-se também na Sibéria e foi fundada em 1888. Na época, o imperador Alexandre II desejava estabelecer um instituto de ensino superior em uma região pouco ocupada. O que começou com uma escola bastante enxuta e com aulas de medicina, hoje se desdobra em 23 faculdades, com mais de 20 mil estudantes.

Ocupando a quinta colocação na lista de melhores universidades da Rússia, a instituição fica em 323º lugar no ranking mundial QS.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d