Um Projeto: Fundação Estudar
mestrado em psicologia na Europa (2)

Bolsas para mestrado em psicologia na Europa

Por Marcela Marcos
19.12.2018

O Global-MINDS, mestrado em psicologia na Europa, oferece formação em até cinco universidades parceiras. Bolsas cobrem anuidade, passagens e auxílio mensal!


O programa Global-MINDS, do Erasmus Mundus, está com inscrições abertas até 20 de janeiro de 2018. O mestrado em psicologia na Europa reúne temas em discussão como diversidade e inclusão, aspectos culturais e comportamento humano.

Como funciona o mestrado em psicologia na Europa

Com duração de dois anos, o Global-MINDS (em inglês, European Master in the Psychology of Global Mobility, Inclusion and Diversity in Society) permite que os alunos estudem em cinco universidades parceiras. No primeiro semestre do curso, o estudante faz aulas no Instituto Universitário de Lisboa, em Portugal, ou opta pelos estudos na Polônia, na Universidade de Ciências Sociais e Humanidades, em Varsóvia.

Leia mais: Bolsista do programa Erasmus Mundus dá dicas sobre o processo seletivo

Já no segundo semestre, há três opções possíveis. A primeira delas é embarcar para a Universidade de Oslo, na Noruega, para fazer um semestre do mestrado em psicologia oferecido na instituição. Como segunda opção, há o curso na KU University, instituição de ensino na Turquia e, como terceira via, a Universidade de Limerick, na Irlanda, voltada à psicologia social.

Concluído o primeiro ano do curso, dividido em dois países, é a vez de o aluno escolher o próximo passo, no terceiro semestre. Nesse caso, o estudante deve realizar um estágio em uma organização associada às universidades participantes do programa de mestrado em psicologia na Europa. Por fim, o quarto semestre serve para que o aluno faça a dissertação em qualquer uma das instituições vinculadas ao Global-MINDS.

Como se candidatar ao mestrado em psicologia na Europa

Para se candidatar, é necessário preencher a application online do Global-MINDS. Entre os documentos exigidos, estão histórico acadêmico, currículo no formato Europass, duas cartas de recomendação (que seguem um modelo específico) e comprovação da proficiência em inglês (por testes como TOEFL e IELTS).

Já na application, é necessário sinalizar as universidades escolhidas pelo aluno, dado que são várias as possibilidades de mobilidade. Como o programa de mestrado em psicologia na Europa encaixa-se nos Erasmus Mundus Joint Master Degrees, do Erasmus+, é necessário submeter a candidatura às bolsas disponíveis como estudante de “Partner Country”.

Quais os benefícios da bolsa

Há duas opções de candidatura para o programa: com ou sem a bolsa do Erasmus Mundus. Para cobrir os gastos do aluno, a apoio financeiro inclui uma ajuda de custo mensal de mil euros, além de auxílio-viagem de três mil euros. Os benefícios cobrem ainda os gastos com taxas universitárias e um valor de mil euros para instalação no país de destino.

Caso o aluno opte por arcar com as despesas do mestrado em psicologia na Europa, deve comprovar que terá recursos suficientes para isso. No site do Global-MINDS, é possível consultar estimativas de gastos para cada cidade.

Para obter mais informações sobre o mestrado em psicologia na Europa, basta acessar o site do Global-MINDS.

Quer saber quais são os impactos do mestrado na carreira? Baixe o guia gratuito!

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d