Um Projeto: Fundação Estudar
glossário de pós-graduação no exterior

Glossário de termos relacionados à pós-graduação no exterior

Por Priscila Bellini

Quando o assunto é candidatura à universidades estrangeiras, os editais vêm recheados de termos bastante específicos. De uma vez, vêm testes padronizados, informações sobre apoio financeiro e documentos exigidos pelas instituições. Para dar conta de todos os termos, confira um dicionário de termos relacionados à pós-graduação no exterior.

Application: O termo Application refere-se a todos os documentos, formulários, resultados nos testes e redações que você vai apresentar como parte da sua candidatura no processo de admissão em uma universidade fora do Brasil. A application irá documentar a trajetória acadêmica, extracurricular, pessoal e profissional do candidato. Em resumo, um conjunto de documentos que compõem a avaliação de cada candidato na admissão em uma universidade fora.

Confira o guia completo para pós no exterior!

Admissions Office: O Admissions office é o setor específico dedicado à avaliação dos candidatos para a graduação em uma faculdade ou universidade. Geralmente o Admission office possui um time de analistas de admissão que são os responsáveis pela análise da candidatura.

Personal Statement: O Personal Statement, ou ensaio pessoal, é o principal essay que você deverá fazer em sua application. Nele, você se apresenta para o comitê de admissão, demonstrando seus interesses e motivações que não são identificáveis através do currículo ou histórico.

Transcript: O Transcript é o que chamamos no Brasil de Histórico Escolar. É o registro das suas notas durante o ensino superior, que deve ser traduzido para o idioma solicitado pela universidade na hora da candidatura à pós-graduação no exterior.

Recommendation letter (or Letter of Recommendation): A recommendation letter é uma carta de recomendação, geralmente escrita por um professor, representante da instituição de ensino em que o aluno estudou, supervisor ou colega de trabalho.

Nesta carta, o profissional irá descrever você em seu contexto acadêmico, comentar sobre as suas qualidades pessoais e competências que te posicionam como um aluno preparado para estudar em uma universidade em outro país. Estas cartas podem ser escritas em português por eles, mas precisam ser traduzidas para serem enviadas juntamente a sua application para pós-graduação no exterior.

Testes padronizados para pós-graduação no exterior

Para avaliar uma gama tão variada de estudantes, a saída encontrada pelas universidades é a dos testes padronizados. Isso tudo para evitar problemas na hora de avaliar os candidatos à pós-graduação no exterior e estabelecer um parâmetro. É uma forma, portanto, de ter uma mesma régua para um estudante da Índia e para outro candidato oriundo do Brasil – ainda que o sistema de ensino seja tão diferente.

TOEFL: O TOEFL (Test Of English as a Foreign Language) é um teste padronizado que mede a capacidade de um aluno de usar e entender inglês em um contexto acadêmico. O exame é administrado pelo ETS e é exigido por muitas faculdades e universidades nos Estados Unidos e em outros países. A prova tem quatro seções: Leitura (Reading), Escuta (Listening), Fala (Speaking) e Escrita (Writing), cada um com uma pontuação máxima de 30 pontos. O exame tem pontuação total máxima de 120 pontos. As faculdades e universidades no exterior mais competitivas geralmente exigem que os alunos obtenham uma pontuação acima de 100, em especial em cursos de pós-graduação no exterior.

Confira o guia completo (e gratuito) sobre o exame TOEFL!

 

IELTS: Assim como o TOEFL, o IELTS (International English Language Testing System), é um teste padronizado que mede o nível de inglês de uma pessoa. O exame é administrado pela Universidade de Cambridge, British Council e IDP Education Pty Ltd. O IELTS tem duas versões: a versão acadêmica (Academic Version), para quem pretende se matricular em uma universidade da língua inglesa; e a versão General Training Version, para quem pretende utilizar o teste para experiências de trabalho ou em formações não acadêmicas. A prova tem quatro seções: Listening, Reading, Writing, and Speaking. A pontuação máxima no IELTS é de 9 pontos, e as universidades de fora mais competitivas geralmente requerem um score de 7 ou 8 no teste.

Vai fazer a prova IELTS? Aproveite o guia gratuito sobre o exame!

 

GMAT: Trata-se do Graduate Management Admission Test, exigido pelas escolas de negócio para programas de MBA em países da Europa e nos Estados Unidos. No total, mais de 5800 programas na área de negócios, em 80 países, o utilizam como critério de acesso. 250 mil candidatos se inscrevem para fazê-lo todos os anos.  O GMAT é dividido em quatro seções que medem habilidades matemáticas, de análise de dados, verbais e de leitura e escrita analítica.

Pretende fazer o GMAT? Confira tudo que você precisa saber sobre o exame!

 

GRE: A sigla descreve o Graduate Records Examinations, exame aplicado pela empresa ETS. Trata-se de um exame padronizado, semelhante ao GMAT, que pode ser específico para áreas (biologia, literatura, matemática) ou geral. O GRE se consolidou como o exame mais pedido para admissão em mestrados. Hoje, porém, cerca de 250 escolas de negócios também aceitam o GRE para admissão ao MBA. São três seções de perguntas no exame: Verbal Reasoning, Quantitative Reasoning e Analytical Writing.

Quer saber mais sobre o GRE? Faça um breve cadastro e baixe o guia gratuito!

 

Manual do apoio financeiro

Viabilizar os estudos no exterior pode ser um desafio. É possível, claro, arcar com os custos da educação fora do país, planejando os gastos relacionados. Se a opção mais viável é a das bolsas de estudo, vale aprender mais sobre os tipos de auxílio oferecido pelas universidades.

Financial Aid: O Financial Aid é uma ajuda financeira que você pode receber da universidade ou de alguma outra instituição que apoia estudantes para ajudar a pagar os custos da sua formação e das despesas.

Need-based Aid: O Need-based financial aid é uma ajuda financeira que é oferecida de acordo com a renda da sua família. As universidades americanas mais disputadas, como Harvard e Stanford, oferecem need-based financial aid.

Merit-based Aid: O Merit based financial aid é uma ajuda financeira que é oferecida baseada em mérito, no reconhecimento de um talento ou uma realização específica do aluno. 

Quer se planejar para estudar no exterior? Aproveite o cronograma gratuito para tirar os planos do papel!

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo