Um Projeto: Fundação Estudar
estudantes dos cursos de extensão em Stanford

Estude nos EUA: cursos em Harvard, Stanford e Columbia ao seu alcance

Por Lecticia Maggi

O Estudar Fora já publicou reportagens sobre cursos rápidos e acessíveis em universidades europeias de excelência, como Oxford, Cambridge, Sorbonne e Salamanca. Agora, chegou a vez das melhores instituições de ensino dos Estados Unidos!

Conceituadas universidades norte-americanas, como Columbia, Harvard e Stanford, possuem programas de extensão em diversas disciplinas, de direito à psicologia, passando por ciências políticas, marketing e design. E o melhor: além de financeiramente muito mais acessíveis que os cursos de pós-graduação no exterior, a maioria exige que o candidato comprove apenas proficiência em inglês. Isto é, não é necessário passar pelo complexo processo seletivo que envolve cartas de recomendação, essays (redações), análise de currículo e provas.

O seu sonho de ter aprender com os melhores professores do mundo, estudar com colegas de diversos países e ter um “carimbo” de peso no currículo pode estar próximo de ser realizado. Veja:

Cursos de extensão nas melhores universidades americanas

1. Universidade de Stanford, na Califórnia

Stanford possui uma ampla escola de extensão e oferece cursos que variam de uma a dez semanas. Os cursos acontecem ao longo de todo o ano e não é preciso apresentar certificado de proficiência em inglês. É possível, por exemplo, ter cinco semanas de aulas de marketing por apenas US$ 400,00! Já um curso de 10 semanas de Design Thinking custa US$600,00. Saiba mais

2. Universidade de Columbia, em Nova York

A universidade oferece vários cursos online e presenciais em diferentes áreas do conhecimento. Os preços variam de acordo com o número de créditos de cada disciplina, mas em média custam USD 5.520,00, além da taxa de matrícula de US$ 80.00. Em 2018, as aulas ocorrerão em dois períodos: 21/05 a 29/06, 02/07 a 10/08 ou 21/05 a 10/08. É possível estudar direito, economia, relações internacionais, línguas, administração, psicologia, ciência política, filosofia, arquitetura, estatística, dentre outros. Saiba mais

3. Universidade Harvard, em Cambrigde

A escola de extensão de Harvard (Harvard Extension School) oferece, ao longo de todo o ano, cursos de curta duração das mais variadas disciplinas, sendo que apenas alguns deles exigem que o aluno apresente o TOEFL (Test of English as a Foreign Language). Há cursos a partir de US$ 750,00 que duram, em média, 3 meses. Dá para fazer desde programas de idiomas até de química, passando por astronomia, psicologia, administração, marketing e muitas outras áreas. Saiba mais

4. Universidade de Cornell, Ithaca/NY

A escola de extensão de Cornell oferece, dentre outras disciplinas, cursos rápidos nas seguintes áreas: finanças, engenharia, arquitetura, genética, ciência da computação, filosofia política, economia, física e psicologia. Estudantes estrangeiros precisam comprovar proficiência em inglês (atestada via TOEFL ou IELTS), mas não há processo seletivo. Os valores dos cursos variam de acordo com o número de créditos por disciplina. Cada crédito custa US$ 1.410,00 e também é preciso pagar US$ 100.00 de taxa de matrícula. Saiba mais

5. Universidade da Califórnia em Berkeley, na Califórnia

Berkeley oferece uma vasta opção de cursos de extensão durante todo o ano, com durações variadas e valores distintos. É possível fazer um curso de Fundamentos do Desenho com três meses duração por US$495.00, por exemplo. Já um curso de certificado em marketing, com duração de um ano e meio, sai por US$5,500. É possível também estudar arquitetura, educação, administração, línguas estrangeiras, engenharia, ciências médicas, física, computação, sociologia etc.  Saiba mais 

6. Universidade de Chicago, Hyde Park/Chicago

Os cursos de verão da Universidade de Chicago são oferecidos tanto para estudantes de Ensino Médio quanto para estudantes de graduação, e variam de três a seis semanas. Os custos vão de US$4000 a US$11000, já incluindo alojamento e alimentação, mas há oferta de bolsas para estudantes internacionais. Para estudar lá, o interessado deve demonstrar proficiência no inglês. Saiba mais aqui.

 

Leia também: Harvard Extension School: é possível estudar na ‘top’ dos rankings

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d