Inicio Melhore suas anotações de aulas e estudos usando o método Cornell

Melhore suas anotações de aulas e estudos usando o método Cornell

0
Melhore suas anotações de aulas e estudos usando o método Cornell

Reter bem as informações durante os estudos é o coração de um bom aprendizado. Entretanto, é também uma das etapas mais complicadas desse processo. Para quem está se preparando para exames de admissão, como o ENEM, SAT, ACT, GRE e até testes, como TOEFL e de proficiências em geral, estudar de forma mais eficaz é fundamental para conseguir sair bem nas avaliações. É para isso que o método Cornell foi desenvolvido.

Foi pensando nessa dificuldade comum entre estudantes que, nos anos 40, o professor Walter Pauk, ex-diretor do centro de leitura e estudo da Cornell University, desenvolveu uma das mais conhecidas técnicas de anotações e memorização, o método Cornell.

Leia também: 6 bibliotecas digitais gratuitas para você enriquecer seu projeto

A técnica é dividida em 3 etapas, que trabalham sequencialmente a escuta, o entendimento e a reflexão. A partir dessa estrutura, o método Cornell propõe um modelo de anotação dividido em 3 momentos, que falaremos a seguir. Além da estrutura de anotações do método, também sugerimos que você anote à mão sempre que for possível. Há pesquisas que mostram que a memorização é mais eficaz quando anotamos e escrevemos com caneta e papel.

Etapa 1: divida as páginas de anotações em 3 espaços

Cada um dos espaços serão destinados a cada uma das etapas. O método propõe um modelo de divisão, mas você pode adaptá-lo para a forma que for melhor para suas anotações. O importante é garantir que haverá 3 espaços para as 3 etapas.

A divisão proposta é a seguinte: do lado superior esquerdo, separe uma parte para anotações rápidas. No superior direito, separe uma parte para os resumos. Na parte de baixo, separe um espaço para as perguntas. Veja o modelo a seguir:

exemplo de uma página de anotações usando o cornell

Etapa 2: anotações

No espaço que você separou para as anotações, anote! Pode ser falas durante aulas e seminários, cópia de lousa, citações de livros etc. Essa é a primeira etapa escrita do método Cornell, e consiste em você registrar de forma rápida aquilo que está escutando, vendo ou lendo.

Etapa 3: resumos

No espaço para os resumos, o objetivo é você garantir que entendeu o conteúdo de suas anotações. Nessa etapa, pense no que acabou de aprender e tente resumir com suas próprias palavras esse conteúdo. Esse exercício é importante para que você fixe o que foi aprendido, pois ele te obriga analisar atentamente e explicar para você mesmo como reteu a informação.

Etapa 4: perguntas

No espaço para questões, você deve preencher com as possíveis dúvidas ou pensamentos relacionados que teve durante a feitura dos resumos. Esse momento é a hora de você ter certeza que tem aquele novo conhecimento de forma clara na mente, além de abrir espaço para reflexão e desenvolvimento desse conteúdo.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia