Um Projeto: Fundação Estudar
toefl ibt e toefl itp

TOEFL IBT ou TOEFL ITP? Entenda as modalidades do exame!

Por Priscila Bellini
28.05.2019

Saiba o que é o TOEFL, exame de proficiência exigido por universidades estrangeiras e conheça modalidades TOEFL IBT e TOEFL ITP.


Não pode ler agora nossa matéria sobre TOEFL IBT e TOEFL ITP? Sem problemas! Ouça este conteúdo clicando no player:

O TOEFL (Test of English as a Foreign Language), como o próprio nome diz, é um exame de proficiência da língua inglesa. Em outras palavras, os testes TOEFL IBT e TOEFL ITP atestam se uma pessoa consegue se expressar no idioma, se o compreende em totalidade. Mas o que isso quer dizer, na prática? Como qualquer exame padronizado, o TOEFL aponta quesitos mínimos para que um aluno esteja a apto ao ensino superior em inglês. Não à toa, muitas das situações expostas em seções como listening e speaking têm a ver com o ambiente do campus.

o TOEFL pertence à ETS (Educational Testing Service) e é composto por cinco modalidades diferentes: O TOEFL Primary, TOEFL Junior, TOEFL IBT, TOEFL PBT e TOEFL ITP. Duas dessas modalidades, O TOEFL Primary e TOEFL Junior, são voltadas ao público infantil. Além delas, há os diferentes TOEFL IBT, TOEFL PBT e TOEFL ITP, voltados ao público jovem e adulto, cada um com suas particularidades, mas com alguns pontos em comum.

Quais são as seções do TOELF?

Não existe “passar” ou “reprovar” no Exame: cabe à instituição de ensino estabelecer o resultado mínimo para que um aluno seja admitido. No caso do TOEFL IBT – o mais aceito por universidades de fora – são 120 pontos possíveis, divididos em quatro seções com valor igual, de 30. Há ainda uma maioria de universidades que distinguem o nível exigido na graduação e na pós-graduação. Como o TOEFL funciona como pré-requisito, é necessário atingir um score mínimo para ser considerado no processo de application.

As seções de reading e listening são comuns a todas as modalidades de exames; a primeira testa a capacidade do candidato de ler e interpretar textos, identificando a melhor opção em questões de múltipla escolha. Já o listening exige a compreensão de trechos de conversas e palestras, que são situações comuns para um estudante universitário. Nessa etapa, também são questões objetivas. Há temas que costumam aparecer – por exemplo, “meu sorvete favorito” ou “qual o membro da família mais próximo”.

Já o speaking aperece apenas no TOEFL IBT, e demanda que o candidato consiga se expressar verbalmente com um tempo limitado de preparação e com uma duração reduzida, de 45 a 60 segundos. Novamente, os temas têm relação com a vida universitária, e podem incluir a síntese sobre um texto curto, uma conversa ou uma palestra. O writing é composto por duas questões – para a primeira, o tempo limite é de 20 minutos, e para a segunda, 30 minutos. Novamente, os temas são próximos ao estudante e contam com um texto e um áudio de apoio, na primeira redação.

O que é o TOEFL IBT?

O TOEFL IBT (Interned Based Test) é um exame “completo” que avalia as quatro habilidades (Listening, Reading, Speaking e Writing) necessárias para alguém fluente em inglês. A duração é de aproximadamente 4 horas. Por ser o exame mais robusto, costuma ser mais aceito por universidades estrangeiras tanto para cursos de curta quanto de longa duração. Para ingresso em qualquer programa nas universidades renomadas nos Estados Unidos, por exemplo, essa modalidade é solicitada. Mesmo sendo um exame online, o candidato precisa dirigir-se a um centro aplicador para fazê-lo. Em outras palavras, não é possível realizar o exame de casa.

Existe também o exame TOEFL PBT (Paper Based Test) – uma versão de papel do exame que não é mais ofertada pela ETS na grande maioria dos países, incluindo o Brasil. O TOEFL PBT somente é aplicado em cerca de 20 países onde o acesso à internet é restrito.

Como é a pontuação no TOEFL IBT?

A pontuação é determinada por seção do teste, sendo que cada parte vale 30 pontos, totalizando 120 — a nota máxima no TOEFL IBT. No caso de universidades estrangeiras, há requisitos diferentes de acordo com a instituição. Alguma estabelecem apenas uma nota mínima no processo seletivo. Por exemplo, 93 pontos para o curso de graduação. Outras, além da nota total mínima, têm requisitos de acordo com a seção. Elas podem exigir, por exemplo, que o candidato tenha mais de 22 pontos no writing, tendo em vista o nível de exigência do curso. Para verificar os critérios, basta acessar a página de admissions de cada instituição.

O que é o TOEFL ITP?

Existe também a modalidade do TOEFL ITP (Institutional Testing Program). Ele é realizado em papel, em vez de um sistema online. São três seções: compreensão auditiva (35 minutos), compreensão leitora (55 minutos) e “estrutura da língua” (25 minutos), todas com questões de múltipla escolha, totalizando cerca de duas horas de exame. Não há prova de produção escrita (“writing”) ou oral (“speaking”) no TOEFL ITP.

Esse exame costuma ser aplicado por escolas de idiomas como exame de conclusão, no final de níveis mais avançados. Também pode ser solicitado por universidades estrangeiras, principalmente para cursos de curta duração.

É importante ter em mente que embora o TOEFL ITP seja em papel, igual ao TOEFL PBT, um não substitui o outro. Isso porque o TOEFL ITP não inclui todas as seções presentes, por exemplo, no IBT. No entanto, por sua relativa simplicidade, o TOEFL ITP é bastante aplicado e aceito por diversas instituições.

Como funciona a pontuação do TOEFL ITP?

Com a ideia de identificar o quanto o estudante domina o idioma, o TOEFL ITP também atribui pontuação numérica. No caso do exame de nível 1, os resultados vão de 310 a 677 e, no nível 2, variam entre 200 e 500 pontos. Confira detalhes sobre pontuação no site oficial da ETS.

E o TOEFL PBT?

O exame TOEFL PBT (Paper Based Test) é a versão de papel do exame. Essa modalidade está sendo descontinuada pela ETS e não é mais ofertado na grande maioria dos países, incluindo o Brasil. O TOEFL PBT somente é aplicado em cerca de 20 países onde o acesso à internet é restrito. O que gera confusão entre os candidatos brasileiros é o fato de muitas faculdades internacionais solicitarem essa modalidade. Isso acontece porque essas universidades aceitam alunos de todas as partes do mundo e para alguns alunos internacionais, a modalidade PBT é a única opção.

Como é a aceitação do TOEFL?

O que pode confundir é que todas as modalidades do exame são aceitas internacionalmente, mas para finalidades diferentes. Não existe uma regra da ETS que determina que dada modalidade sirva apenas para esse ou aquele fim.

O que se verifica, no entanto, é que o TOEFL IBT é largamente aceito, principalmente para cursos completos no exterior, como bacharelado e MBA, por exemplo. Já a modalidade TOEFL ITP pode ser aceita para ingresso em cursos de curta duração, pelos quais a conclusão dos estudos será feita no país de origem.

Em outras palavras, a instituição ou programa acadêmico é quem vai determinar que modalidade do exame será aceita. Por isso, antes de fazer qualquer um dos exames TOEFL é crucial ter certeza qual modalidade é solicitada pela instituição desejada.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d