Um Projeto: Fundação Estudar
Lupa sobre uma página de um livro apliando o texto

MBA, M.Sc, Ph.D, LL.M, B.Sc… Saiba o que significam todas essas siglas

Por Gustavo Sumares
08.04.2019

Se você já ouviu uma frase como "Você vai precisar de TOEFL e GRE ou GMAT para esse programa de MPP" e não entendeu nada, não tema! Explicamos aqui as principais siglas que você deve saber para estudar fora. Confira!


Qualquer pessoa que tenha pesquisado por cursos acadêmicos de qualquer nível fora do Brasil já deve ter se deparado com uma verdadeira barragem de siglas, desde as mais conhecidas como “PhD” até outras menos óbvias, como “MRes”, MSc ou BA.

Isso sem falar nas diversas provas e certificados cujos nomes também são siglas, como SAT, GRE, GMAT, IELTS, TOEFL… A lista praticamente não acaba. E uma frase como “Você vai precisar de TOEFL e GRE ou GMAT para esse programa de MPP” pode ser bem confusa para quem não está acostumado com elas.

Por isso, apresentamos a seguir um glossário básico de siglas relacionadas a estudar fora. Elas podem se referir tanto a provas e certificados que você precisa pelo menos conhecer para conseguir ser aceito em um programa no exterior, quanto aos títulos que são concedidos quanto você conclui esses programas.

Tenha em mente, no entanto, que as siglas que citamos aqui são aquelas que são empregadas de maneira mais geral. Dependendo da sua área de estudos pode haver outras siglas comuns também. Via de regra, porém: siglas que começam com “B” se referem ao nível de graduação, e as que começam com “M” ao de mestrado. Confira:

Siglas relacionadas a títulos

B.A.

“B.A.” significa “Bachelor of the Arts”, algo como “bacharel das artes” em tradução livre. Ela se refere ao título concedido a alunos que concluem a graduação nos temas que nós por aqui chamamos de ciências humanas: História, Comunicação Social, Sociologia, etc. E, é claro, pessoas graduadas em cursos como Artes Plásticas também ganham esse título

B.Sc.

“B.Sc.” é “Bachelor of Science”, ou “bacharel em ciências” na tradução livre. A sigla é empregada para estudantes que concluem a graduação em áreas que nós chamaríamos de Exatas ou Biológicas, como Química, Física, Ciências Moleculares, etc.

M.A.

Essa sigla significa “Master of the Arts”, ou “mestre das artes”. É atribuída a quem conclui o mestrado nas áreas que chamamos de Humanas. Em geral, quem conclui a graduação, recebe o grau de “B.A.” e segue estudando em sua área recebe em seguida o grau de “M.A.”

M.Sc.

“M.Sc” significa “Master of Sciences”, ou “mestre das ciências”. É o grau concedido a quem termina o mestrado nas áreas de Exatas ou Biológicas. Se você conquistou um B.Sc no fim da sua graduação, provavelmente conquistará o grau de M.Sc ao fim do mestrado.

M.Res.

Assim como o M.A. e o M.Sc., o título de MRes também é concedido a quem termina o mestrado. Mas “M.Res” significa “Master of Research” (ou “mestre em pesquisa”), e recebe esse título quem conclui um programa de mestrado com foco em pesquisa, qualquer que seja a área. É interessante para alunos que queiram seguir uma carreira em pesquisa acadêmica ao fim do programa.

MBA

Os famosos cursos de MBA são cursos de “Master in Business Administration”, ou mestrado em administração de negócios. São cursos acadêmicos que visam dar aos alunos conhecimentos e habilidades importantes na gestão de negócios, tanto no aspecto técnico quanto nas “soft skills”, como resiliência, liderança e adaptabilidade.

MPA

MPA significa “Master in Public Administration”: mestrado em administração pública. Assim como o MBA, ele tem um foco em administração. No entanto, ele é voltado para a gestão de empresas, organizações e recursos públicos. Por isso, cobre aspectos como governança e políticas públicas, que às vezes sequer são abordados em cursos de MBA.

MPP

Na mesma linha do MPA, MPP significa “Master in Public Policy”, ou mestrado em políticas públicas. Mais até do que o MPA, ele é voltado para pessoas que queiram atuar na área pública, seja em organizações estatais, seja em posições técnicas orientando o desenvolvimento e a implementação de políticas públicas com o máximo possível de recursos e informações úteis.

LL.M.

Esse é o título dado a quem conclui o mestrado em Direito. A sigla vem do latim “Legum Magister”, ou “mestre das leis”, e tem dois L porque, em latim, quando abrevia-se algo que está no plural (caso da palavra “Legum”), repete-se a letra.

Ph.D.

A mais famosa de todas, Ph.D. significa “Philosophy Doctor”, ou “doutor de filosofia”. Apesar desse significado, ela é concedida como título a qualquer um que termine um programa de doutorado em qualquer área. Isso porque a palavra “filosofia” na expressão é usada em seu sentido original, do grego “amor ao conhecimento”. Há diferenças sutis entre o que chamamos de “doutorado” e o que se chama de “Ph.D” nos EUA e Europa, mas apesar delas, se você tem um doutorado, você tem um Ph.D.

Siglas de provas padronizadas

CAE

O CAE é a sigla que se refere à prova e ao certificado Cambridge English: Advanced (CAE), adequada para quem precisa comprovar alto desempenho no idioma, seja para oportunidades de trabalho, estudo ou obtenção de vistos e programas de imigração. Sua certificação é de nível C1 do CEFR (Quadro Comum de Referência Europeu de línguas)

CPE

CPE é a sigla que se refere à prova e ao certificado Cambridge English: Proficiency (CPE), o mais avançado dentre as opções voltadas para o objetivo dos estudos. Ele é destinado para aqueles que possuem habilidades próximas de um usuário fluente no inglês. Seu certificado é de nível C2 – o mais elevado no Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas.

ACT

O ACT (ou American College Testing) é um teste que avalia o conhecimento do aluno em inglês, matemática, leitura, ciência e redação e é usado pelas universidades americanas em seus processos de admissão. No Brasil, um teste similar é o ENEM

SAT

SAT significa Scholastic Aptitude Test, ou teste de aptidão escolar. Trata-se de um dos exames mais comuns dos EUA, utilizado pelas universidades americanas em seus processos de admissão para graduação. Ele também se parece com o ENEM brasileiro no sentido de ser padronizado e de ser usado para ingresso no ensino superior.

TOEFL

O TOEFL, ou “Test Of English as a Foreign Language”, é uma das provas de língua inglesa mais solicitadas por universidades e instituições de ensino em geral. Ela é criada e administrada por uma organização sem fins lucrativos chamada ETS (que significa Educational Testing Service).

IELTS

A sigla IELTS significa International English Language Testing System, e designa uma prova de inglês gerenciada por uma série de organizações diferentes, como o British Council, o IDP: IELTS Australia e a Cambridge Assessment English. Via de regra, o IELTS é a prova que costuma ser exigida por programas do Reino Unido, Austrália e outros países anglófonos fora da América. No continente americano, em geral pede-se mais o TOEFL.

GRE

GRE significa “Graduate Record Examination”, algo como “exame do histórico acadêmico”. O GRE é dividido em três áreas: raciocínio verbal, raciocínio quantitativo e escrita crítica. Trata-se de um exame padronizado, semelhante ao GMAT, que pode ser específico para áreas – como Biologia, Matemática ou Literatura – ou Geral. Para todos os casos, o teste é realizado por computador, em um centro de aplicação. A aplicação dura 4 horas, ao todo.

GMAT

GMAT se refere ao Graduate Management Admission Test (ou teste de admissão para pós-graduação em administração). Ele é uma prova de admissão exigida pela maior parte das escolas de negócios nos Estados Unidos e na Europa. O teste, porém, não avalia conhecimentos específicos de negócios, mas busca o que costuma se chamar de “inteligência mental” e a habilidade de tomar decisões sob pressão de tempo.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d