Um Projeto: Fundação Estudar
demonstrar interesse pela universidade

Como demonstrar interesse pela universidade na application

Por Priscila Bellini

Os responsáveis por admissions não revisam apenas o histórico escolar, os essays e resultados de testes padronizados. Além disso, eles costumam checar se os candidatos chegaram a demonstrar interesse pela universidade, durante o processo de application.

No universo das admissões, isso é chamado de “demonstrated interest” (ou, em tradução livre, um “interesse comprovado”).

Em um relatório de 2017, a National Association for College Admission Counseling constatou que 13,7% dos responsáveis entrevistados consideravam tal critério algo importante. Ou seja, ver um aluno interessado pela universidade impacta consideravelmente sua decisão. Por sua vez, outros 25,5% apontaram esse fator como de “importância moderada”.

Para os responsáveis por admissions, isso pode servir como indicador de que o estudante, de fato, se matriculará caso seja aceito.

“Certamente, é um critério, mas não chega a garantir uma vaga para o aluno”, pondera Andrea Felder, vice-reitora assistente de admissões para graduação, na American University, nos Estados Unidos.

Os candidatos podem perguntar diretamente à escola se essa demonstração de interesse pesa na decisão final, afirma Felder. Para a American University, a resposta é sim. Entretanto, em escolas como a Emory University, a Universidade de Princeton e a Universidade da Geórgia, a resposta é negativa.

Talvez a forma mais conhecida pelos estudantes de demonstrar interesse seja fazer um tour pelo campus da instituição ou mesmo participar de uma sessão informativa. Mas as visitas à universidade podem sair caras para muitos estudantes, o que levou muitos especialistas em educação a acreditar que o critério favoreceria os candidatos que têm mais dinheiro.

 

Conheça outras formas de demonstrar interesse pela universidade

#1 Vá a uma feira com universidades ou sessão informativa

Esses eventos acontecem em diferentes locais, como escolas, bibliotecas e centros de convenções. Eles oferecem aos candidatos uma oportunidade de encontrar os representantes de admissions, sem ter que viajar para longe de casa.

#2 Participe de um webinar

Caso os eventos presenciais não são uma opção acessível, a universidade pode oferecer alternativas online.

Por exemplo, a American University organiza webinares que dão informações sobre a escola. Enquanto isso, outros encontros online focam assuntos específicos, como auxílio financeiro, como explica Felder. Também é importante lembrar que, nesse caso, certas instituições registram quais alunos apareceram no evento online.

#3 Fale com ex-alunos

Algumas escolas selecionam estudantes para conversar com candidatos de sua cidade ou país de origem.

Também é importante descobrir se a universidade lista “entrevistas com ex-alunos” como parte do processo de seleção. Para saber isso, basta acessar o site da instituição ou contatar um representante da escola diretamente.

#4 Contate um representante de admissions

Os alunos não devem enviar e-mails aos representantes a toda hora, dizem os especialistas. Entretanto, como pontua Felder, contatá-los com perguntas específicas sobre a universidade, ou com dúvidas sobre o quanto a instituição se “encaixa” nas expectativas do estudante é válido.

Também é importante ser sincero quanto às próprias limitações, por exemplo, em visitar o campus. “Nós sabemos que as famílias estão ocupadas e que há limitações financeiras”, afirma Stefanie Niles, vice-presidente de admissões no Dickinson College, um liberal arts college na Pensilvânia.

Por outro lado, graças ao contato, o aluno e o representante de admissões podem arrumar uma forma de providenciar as informações extras necessárias sobre a instituição.

#5 Abra os e-mails da universidade

Stefanie Niles explica que o college onde trabalha, assim como outras universidades, usam uma ferramenta para analisar dados ligados aos estudantes. Entre os aspectos analisados, está a abertura dos e-mails enviados pela instituição de ensino. Ela explica que isso funciona como alternativa para checar o nível de interesse de cada um.

#6 Faça a application o quanto antes

Muitas instituições oferecem opções de early decision e early action. Com isso, os estudantes podem submeter seus documentos antes do período regular e saber, o quanto antes, se foram aceitos.

Entretanto, quando os alunos escolhem a early decision, comprometem-se a se matricular na universidade caso sejam aceitos. Por outro lado, a early action não estabelece esse compromisso, e o candidato pode considerar outras escolas.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d