76 Bolsas integrais para PhD em uma das escolas mais tradicionais da Itália

Scuola Normale Superiore de Pisa, na Itália

A Scuola Normale Superiore (SNS) está com inscrições abertas para bolsas integrais de PhD na Itália, tanto para estudantes italianos como para alunos internacionais. O processo seletivo é relativamente simples, e as inscrições serão recebidas até o dia 27 de agosto!

São oferecidas, no total, 76 bolsas de estudos nas seguintes áreas: Filosofia, Estudos italianos e filologia moderna, Clássicos, História, História da arte, Física, Matemática, Métodos computacionais e modelos matemáticos para ciências e finanças, Métodos e modelos para ciências moleculares, Nanociências, Neurociência, Astroquímica, Ciência política e sociologia, e Governança transnacional.

Quer saber tudo sobre doutorado no exterior? Confira o guia gratuito!

Os cursos de PhD na Itália têm duração de 4 anos e são ministrados nos campi de Pisa e Florença, de acordo com o programa selecionado. Todos os programas se iniciam em novembro de 2020 e são conduzidos em inglês, com exceção dos doutorados em Filosofia, Ciência da Antiguidade, História, História da Arte e Estudos Italianos e Filologia Moderna, que são conduzidos em inglês e italiano. Mais informações podem ser vistas no edital do programa.

Todos os estudantes aprovados para o PhD na Itália receberão uma bolsa integral – que inclui valores de anuidade, um auxílio de 17 mil euros para manutenção no país, alojamento e alimentação em instalações da SNS, além de seguro de vida e passagens aéreas. Também é possível obter recursos adicionais para sua pesquisa e viagens relacionadas.

Como se candidatar às bolsas de PhD na Itália

As applications para os programas de PhD na Itália podem ser enviadas até o dia 29 de agosto, por meio do site. Os candidatos devem ter nascido após 31 de outubro de 1988 e não devem ter recebido outra bolsa para doutorado na Itália.

Os candidatos devem enviar seu currículo (nos modelos do Europass), sua tese de mestrado (acompanhada de um resumo, em inglês), histórico acadêmico e diploma de conclusão do mestrado (traduzido para inglês) e um projeto de pesquisa para o programa específico que escolher.

Leia mais: Conheça os melhores podcasts para aprender cinco idiomas

As traduções para inglês podem ser feitas pelo próprio estudante, que também deverá indicar no momento da candidatura seu nível de fluência em inglês e italiano (não são solicitados resultados de testes de proficiência).

O estudante também deve indicar nomes e endereços de e-mail de dois contatos acadêmicos que poderão enviar referências sobre o seu trabalho. Também pode ser um adicional enviar, junto da candidatura, publicações anteriores em revistas científicas.

As candidaturas devem ser enviadas até 27 de agosto. Como segunda parte do processo seletivo, serão realizados exames orais (pela internet) a partir de 30 de setembro

Confira mais detalhes sobre a candidatura aqui.

Sobre a Scuola Normale Superiore

Formalmente fundada em 1810, a Escola hoje divide seus estudos em três faculdades: Literatura e Filosofia, Física e Matemática e Humanidades e Ciências Humanas. Seu corpo discente é pequeno e muito seleto: são somente 480 alunos, escolhidos por mérito e recebem auxílio para para estudarem. Saiba mais sobre a instituição aqui.

E o coronavírus?

Embora a Itália tenha sido um dos países mais afetados pelo coronavírus, o edital das bolsas foi publicado recentemente, e a página das bolsas não informa nenhuma alteração decorrente da pandemia do COVID-19. O país, no entanto, já começou a controlar a situação, e como as bolsas são para programas com início em novembro de 2020, é provável que a situação já tenha se normalizado até lá. Em caso de dúvidas, a universidade orienta a entrar em contato pelo e-mail phd@sns.it .

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: