Inicio Micromasters: como funcionam os mestrados online de universidades como MIT e Columbia

Micromasters: como funcionam os mestrados online de universidades como MIT e Columbia

0
Micromasters: como funcionam os mestrados online de universidades como MIT e Columbia

Por causa da pandemia do COVID-19, programas de ensino a distância acabaram se fortalecendo. Diante da dificuldade de se deslocar fisicamente até outro país para estudar, a oportunidade de ter acesso às aulas das melhores universidades do mundo sem precisar sair de casa é uma boa oportunidade. E para quem busca estudos de pós-graduação, os Micromasters oferecidos pela plataforma edX são uma opção bem interessante.

De acordo com a própria edX, os Micromasters são cursos de pós-graduação cujo foco é “avançar a sua carreira”. Eles são oferecidos por universidades de ponta, como MIT, University of Pennsylvania e Columbia University, e muitas vezes são criados em parceria com empresas líderes de mercado, como IBM, GE, Adobe e Ford.

Eles estão disponíveis em diversas áreas — desde Marketing e Finanças até Inteligência Artificial e Engenharia de Energia Solar. E normalmente têm duração de vários meses. Mas como podem ser feitos no ritmo do estudante, essa duração varia. Cada curso oferece uma estimativa de quantas horas de dedicação por semana ele exige, e em quantos meses você consegue se formar se cumprir aquela carga horária.

Como funcionam os micromasters?

Por serem feitos em parceria entre empresas e universidades, os programas conseguem oferecer tanto uma experiência acadêmica rica quanto um desenvolvimento profissional com amplo reconhecimento. E além de ter a vantagem de poder serem feitos de casa, no ritmo do próprio estudante, também acabam sendo bem mais acessíveis do que os programas de mestrado presenciais dessas mesmas faculdades.

Leita também: Cursos gratuitos de Harvard e outras instituições de ponta que você pode fazer de casa

Durante os estudos, cada um dos micromasters é separado em cursos menores, com aulas, leituras, exercícios e pré-requisitos específicos. Ao cumprir cada um desses cursos, o estudante progride para o próximo, de maneira semelhante a como aconteceria em um mestrado presencial.

O que diferencia um micromasters de um curso online?

No fim dos estudos, o candidato conquista um certificado que leva o nome tanto da universidade quanto dos parceiros de mercado que participaram do desenvolvimento do micromaster. Esse certificado pode ser um recurso muito valioso no mercado de trabalho, especialmente para quem busca por uma carreira em empresas multinacionais, ou mesmo uma carreira internacional.

E para quem prefere seguir estudando, os micromasters também oferecem vantagens. O certificado que o estudante ganha ao concluí-los também pode ser usado como crédito para conquistar um mestrado integral na universidade de sua escolha. Dessa forma, eles também podem servir de ponte entre uma experiência online e um mestrado presencial numa das melhores universidades do mundo.

Esse vínculo com as universidades (e com as empresas) é o que diferencia os micromasters de outros cursos online. Eles já oferecem rotas claras de progressão, seja para quem quer seguir no mercado, seja para quem prefere estudar mais a fundo. Além disso, eles já são estruturados de maneira a replicar a experiência de um mestrado, mas em versão digital.

No total, o site da edX conta atualmente com 59 micromasters. A grande maioria desses programas está em inglês, mas há também algumas opções em espanhol.

Quanto custa um micromaster?

O preço dos micromasters varia de acordo com o curso. E como eles são cobrados em dólar, o preço também varia de acordo com a cotação da moeda. Em todos os casos, no entanto, eles são mais baratos do que os programas de mestrado oferecidos pelas mesmas universidades que desenvolvem o curso online.

Alguns exemplos, no entanto, podem ajudar a ter uma ideia. O micromaster em Finanças, do MIT, com duração estimada de um ano e três meses, custa R$ 11.322 ao todo. O de Data Science, da Univesity of California San Diego, com dez meses de duração, custa R$ 7.045. E o de Inteligência Artifical, da Universidade Columbia, Tem duração estimada de um ano e custa R$ 5.012.

Não são investimentos pequenos, ainda mais considerando cursos online. No entanto, comparado a mestrados presenciais — especialmente os que são oferecidos por universidades estrangeiras — são bem mais acessíveis. Para quem pensa em seguir os estudos nessas universidades no futuro, pode ser um investimento interessante.

Outra vantagem é o reconhecimento do certificado pelo mercado. Como os micromasters são desenvolvidos em parceria com empresas multinacionais, seus certificados de conclusão também têm um reconhecimento internacional. Por isso, para quem está em busca de uma carreira internacional, o investimento também pode valer a pena.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia