Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

09.04.15

Quer estudar nos EUA? Então, siga suas paixões!

Quer estudar nos EUA? Então, siga suas paixões!

Ex-alunos do Prep Scholars, programa gratuito da Fundação Estudar de preparação para graduação fora, dão dicas para você também ser aprovado em instituições 'tops'

Para quem também deseja fazer a graduação fora, uma boa notícia: as inscrições ao Prep Scholars seguem abertas até o dia 18 de abril 

Já imaginou ter que escolher entre estudar no MIT (Massachusetts Institute of Technology) – o principal instituto de engenharia do mundo – e a Universidade Harvard – a número um dos rankings acadêmicos? Este é o (ótimo) dilema que vive atualmente o estudante Mateus Bezrutchka, de 18 anos, que foi aprovado também em Columbia.

Natural da cidade de Taboão da Serra, em São Paulo, o jovem teve o apoio do Prep Scholars, o programa gratuito da Fundação Estudar de preparação para a graduação no exterior. “O Prep me ajudou desde com ajuda financeira para pagar as inscrições das universidades e taxas de provas até orientação para as essays (redações), que achei a parte difícil”, diz.

Para quem também deseja fazer a graduação fora, uma boa notícia: as inscrições ao Prep Scholars seguem abertas até o dia 19 de abril. Faça aqui sua inscrição (ao clicar você será redirecionado ao site Na Prática e para concluir sua inscrição terá que fazer um cadastro).

Se você também quer estudar nas melhores escolas, assim como fará o Matheus, a orientação dele é… Seguir suas paixões! Isso mesmo: se você ama teatro, circo, música, trabalho voluntário ou qualquer outra atividade não deve deixá-la de lado em razão do processo de application (candidatura). Saiba mais no vídeo a seguir:


Murilo Zanarella, outro ex-aluno do Prep Scholars que acaba de ser aprovado em Princeton, Stanford e Yale, compartilha de opinião parecida: “Não faça atividades extracurriculares só por causa do application, faça porque gosta”. Veja:

Como funciona a candidatura – Muito mais complexo do que o vestibular brasileiro, o processo de candidatura para universidades dos Estados Unidos inclui provas padronizadas (SAT ou ACT), exame de proficiência em inglês (TOEFL ou IELTS), análise de histórico escolar do ensino médio, envio de cartas de recomendação e redações (essays), e entrevista. Não dá para dizer que é um processo simples ou fácil. Mas, na opinião de Enrico Löffel, ex-aluno do Scholars recém-aprovado em Yale, vale a pena. Veja:

Quer outra dica para conseguir estudar fora? Assista ao vídeo do André Hamra a seguir:

Leia também:
Por que se preparar para a graduação fora com a Fundação Estudar?
Entenda o processo de seleção para universidades no exterior

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas