Inicio 41 universidades portuguesas aceitam notas do ENEM

41 universidades portuguesas aceitam notas do ENEM

41 universidades portuguesas aceitam notas do ENEM

Em 2020, foi batida a marca de 40 universidades e institutos politécnicos portugueses que estão recebendo candidaturas para graduação através do ENEM. Por este convênio, estudantes brasileiros podem apresentar a nota obtida no ENEM em Portugal, no lugar dos resultados das provas padronizadas portuguesas.

A admissão de estudantes é bastante descentralizada em Portugal – assim, cada universidade pode estabelecer um prazo e notas mínimas diferentes. A Universidade do Algarve (UAlg), por exemplo, localizada na região sul de Portugal, receberá candidaturas pelo site até o dia 24 de março. Para ser aceito lá, o candidato tem que apresentar no mínimo 500 pontos na prova de redação e pelo menos 475 pontos em cada uma das provas restantes.

Confira tudo o que você precisa saber para estudar em Portugal!

Quando adotaram o ENEM em Portugal

A aceitação do Enem como método de seleção para instituições de ensino superior portuguesas começou em 2014, com a Universidade de Coimbra, que logo foi seguida pelas universidades do Algarve da Beira Interior. “A decisão de usar as notas do Enem em Portugal aconteceu em razão da qualidade do exame, que já está bem estabelecido no Brasil”, afirmou Joaquim Ramos de Carvalho, vice-reitor da Universidade de Coimbra, por meio de sua assessoria de imprensa.

Confira abaixo a lista de universidades portuguesas que aceitam notas do ENEM. No site de cada uma delas, é possível acessar informações específicas sobre admissão e prazos.

  • Universidade de Coimbra;
  • Universidade do Algarve;
  • Instituto Politécnico de Leiria;
  • Instituto Politécnico de Beja;
  • Instituto Politécnico do Porto;
  • Instituto Politécnico Portalegre;
  • Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  • Instituto Politécnico de Coimbra;
  • Universidade de Aveiro;
  • Instituto Politécnico da Guarda;
  • Universidade de Lisboa;
  • Universidade do Porto;
  • Universidade da Madeira;
  • Instituto Politécnico de Viseu;
  • Instituto Politécnico de Santarém;
  • Universidade dos Açores;
  • Universidade da Beira Interior;
  • Universidade do Minho;
  • Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário;
  • Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias;
  • Instituto Politécnico de Setúbal;
  • Instituto Politécnico de Bragança;
  • Instituto Politécnico de Castelo Branco;
  • Universidade Lusófona do Porto;
  • Universidade Portucalense;
  • Instituto Universitário da Maia;
  • Instituto Politécnico da Maia;
  • Universidade Católica Portuguesa;
  • Universidade Fernando Pessoa;
  • Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida;
  • Instituto Leonardo da Vinci;
  • Escola Superior de Saúde do Alcoitão;
  • Universidade Lusíada – Norte;
  • Universidade Lusíada;
  • Escola Superior de Enfermagem de Coimbra;
  • Escola Superior Artística do Porto;
  • Universidade Europeia;
  • Instituto Universitário de Lisboa;
  • Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa;
  • Universidade Autônoma de Lisboa;
  • Instituto Politécnico da Lusofonia.

Como se candidatar com a nota do ENEM em Portugal

Para se candidatar, você precisa ter feito o ENEM no Brasil no ano da candidatura ou até 2 anos antes. As notas do ENEM de mais de 3 anos não serão aceitas. A candidatura é feita diretamente no site das universidades e normalmente existem 3 fases:

  • 1ª fase: janeiro e fevereiro;
  • 2ª fase: março e abril;
  • 3ª fase: maio, junho e julho (que só acontece se ainda restarem vagas)

Além da nota do ENEM, você também precisará apresentar os seguintes documentos:

  • Identificação (RG ou passaporte);
  • Diploma do ensino médio;
  • Carta de motivação (não são todas as universidades que pedem);
  • Declaração dizendo que cumpre os requisitos necessários para se candidatar.

Nota mínima e restrições

Não são todas as universidades que aceitam o ENEM para estudar em Portugal e também não são todos os cursos que oferecem vagas para estudantes internacionais. Medicina, por exemplo, é um curso que não aceita candidatura com ENEM.

Já a nota mínima para se candidatar é determinada por cada universidade e varia de acordo com o curso. Normalmente as universidades exigem pelo menos 500 pontos no ENEM. Para saber exatamente a nota mínima para o seu curso, veja o site da universidade.

Benefícios para Estudantes Brasileiros

A anuidade em universidades portuguesas varia entre € 2.000 e € 7.500, sendo possível parcelar o montante. No ato da matrícula, o aluno também deverá pagar taxas de inscrição, que giram em torno de € 50 da taxa de inscrição. O valor já é bem abaixo do cobrado por universidades americanas ou inglesas – e estudantes que apresentarem bom desempenho podem ter a anuidade reduzida. Os 20 alunos com melhor desempenho no ENEM na Universidade do Algarve, por exemplo, pagam apenas € 1.100 /ano.

“Todos os anos, a universidade recebe mais de mil alunos estrangeiros que vêm de mais de 70 países, o que acaba resultando em uma oportunidade extraordinária de contato multicultural”, afirma o reitor da Universidade do Algarve, Prof. António Branco. Atualmente mais de 500 brasileiros estudam na UAlg – sendo 250 destes ingressantes a partir do ENEM.

Em um site da UAlg especialmente dirigido a estudantes brasileiros é possível  encontrar todas as informações sobre cursos oferecidos, linhas de pesquisa realizadas, informações sobre financiamentos, depoimentos e dados práticos para preparação de uma viagem ao Algarve.

* Foto: Universidade de Lisboa

Leia também:
Comparando Destinos: Portugal ou Espanha?
Quanto custa estudar em Portugal?
Tudo que você precisa saber para estudar em Portugal

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia