Um Projeto: Fundação Estudar
curso de verão no Reino Unido

Curso de verão no Reino Unido abre inscrições para estudantes de graduação

Por Priscila Bellini

O John Innes Center, centro de pesquisa independente localizado em Norwich, abriu inscrições a estudantes de graduação para sua escola de verão. O curso de verão no Reino Unido dura oito semanas, de 1 de julho a 26 de agosto de 2018. As inscrições vão até o dia 19 de janeiro pelo site do programa.

Oferecida em parceria com o Sainsbury Laboratory e o Earlham Institute, a iniciativa reúne jovens do mundo todo que façam graduação em áreas como Ciências Ambientais, Matemática, Biologia e Ciências Biomédicas.

Durante o curso de verão no Reino Unido, os alunos conduzem um projeto de pesquisa sob orientação de um tutor acadêmico local. Depois de desenvolver o trabalho no país europeu, o estudante deve publicá-lo em formato de relatório, apresentá-lo como pôster e oralmente.

Como se inscrever para o curso de verão no Reino Unido

Podem se candidatar estudantes de graduação que tenham passado do primeiro ano do curso e tenham interesse em um dos campos de pesquisa desenvolvidos.  

Além disso, é necessário ter um bom nível de inglês – não são exigidos testes, mas todas as atividades serão realizadas no idioma.

O processo seletivo inclui o envio de uma recomendação, um currículo resumido (traduzido para o inglês) e uma redação, que são submetidas pelo formulário do curso de verão no Reino Unido. Em seu personal statement, o aluno deve explicar o que pretende ganhar com o curso e o que o atraiu na iniciativa do John Innes Center.

O selecionado poderá escolher três opções de projetos de pesquisa. Entre eles, estão propostas como “Pode a genética molecular ajudar a alimentar 10 bilhões de pessoas?”, “Células-tronco de plantas” e “Biologia estrutural das interações hospedeiro-patógeno”.

Quais os benefícios do curso de verão no Reino Unido

Os estudantes selecionados recebem um apoio financeiro semanal de 200 libras, bem como hospedagem em um apartamento dividido com outros alunos. Durante as oito semanas de programa, os participantes também têm acesso a seminários, workshops e conferências.

 

Cabe ao estudante arcar com os custos de passagens aéreas de ida e volta, além de seguro-saúde.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo