Um Projeto: Fundação Estudar

As melhores universidades da área de ciências biológicas

Por Lecticia Maggi
19.11.2014

Veja quais são as melhores escolas do mundo para quem quer causar impacto em áreas como medicina, meio ambiente e agricultura


A área das ciências biológicas vem despontando nos últimos anos. O crescimento acelerado tem explicação: quem opta por um curso de ciências biológicas pode trabalhar com uma variedade de assuntos, que vão desde genética molecular, passando pela terapia ocupacional, até farmacologia e biologia evolutiva. É possível, por exemplo, atuar tanto em uma indústria cosmética quanto ser um neurocientista.

Além disso, para quem sonha em “mudar o mundo”, estudando ciências biológicas é possível causar grandes impactos em áreas como medicina, meio ambiente e agricultura.

As 10 melhores universidades do mundo

Mas, para ajudar o mundo a desvendar os mistérios do DNA humano, encontrar a cura para o câncer ou descobrir mais detalhes sobre o bóson de Higgs, é preciso trilhar um longo caminho, que começa com a escolha de uma boa universidade.

As publicações britânicas  QS e Times Higher Education (THE), responsáveis pelos mais prestigiados rankings globais de universidades, também classificam as escolas por áreas do conhecimento em que se destacam. No caso das ciências biológicas, não há muita novidade e quem está no topo são as queridinhas do mundo: Harvard e MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Só para se ter uma ideia da importância do trabalho que vem sendo desenvolvido por estas universidades, há apenas 10 anos elas se uniram e deram origem ao chamado Broad Institute. Responsável pelos maiores desafios da ciência, em 2014, o Instituto voltou-se para o mapeamento do genoma do câncer. Graças a este estudo, o Broad Institute registrou a incrível marca de 7 cientistas dentre os 17 mais influentes do mundo, segundo o ranking da Thompson Reuters, que anualmente apresenta as mentes mais incríveis da ciência.

Agora, se o seu desejo for estudar na Europa, as Universidades de Cambridge e Oxford seguem firmes no páreo. Ambas estão entre as cinco primeiras nos rankings. Em Oxford, por exemplo, os alunos começam a ter aulas práticas desde o primeiro ano do college, com uma carga horária que pode variar de seis a nove horas/aula por semana! Quer saber mais? Acesse o ranking completo da QS e da THE.

Por Carolina Campos

Leia também:
As melhores universidades do mundo na área de Tecnologia
As melhores universidades do mundo em Engenharia

 

Dica do Estudar Fora:

Autoconhecimento é fundamental para você embasar as suas decisões de vida e carreira. É através dele que você vai responder dúvidas que podem estar na sua cabeça, como: “Será que é o momento de estudar fora?”, “Qual curso faz mais sentido pra mim?”, “Qual país e universidade vai ser melhor para a minha trajetória?”. Foi pensando neste seu momento que a Fundação Estudar criou o Autoconhecimento Na Prática, um curso de três dias que vai ajudá-lo a desvendar o seu verdadeiro Eu e a guiar com mais segurança suas escolhas profissionais e de vida. Inscreva-se agora com 10% de desconto usando o cupom ESTUDARFORA. É só clicar aqui!

 

 

,

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d