Inicio Bolsas de graduação e mestrado na Itália, em universidade de quase 800 anos

Bolsas de graduação e mestrado na Itália, em universidade de quase 800 anos

0
Bolsas de graduação e mestrado na Itália, em universidade de quase 800 anos

Uma das universidades mais antigas do mundo, a Universidade de Pádua foi fundada em 1.222 está recebendo inscrições para um programa de bolsas de graduação e mestrado na Itália. As bolsas contemplarão estudantes estrangeiros que desejem cursar os programas ministrados totalmente em inglês pela instituição, e receberão inscrições até 2 de fevereiro ou 7 de março, dependendo do curso escolhido.

A lista completa de cursos oferecidos 100% em inglês na instituição pode ser vista aqui. Para todos eles, a universidade oferece bolsas que cobrem totalmente o custo das anuidades, e concedem um valor anual de 8.000 euros para ajudar com as despesas do estudante morando na Itália.

Para quem é a bolsa?

As bolsas são voltadas para pessoas que não tenham cidadania italiana. Para as bolsas de graduação, é necessário já ter concluído o ensino médio fora da Itália. Para as de pós-graduação, é preciso ter concluído a graduação fora da Itália também.

 

 

Nos dois casos, porém, também é necessário comprovar proficiência em inglês. A universidade recomenda conferir na página do curso desejado qual é o certificado mais indicado para alunos que desejem ingressar nele.

Como concorrer às bolsas de graduação e mestrado na Itália

Todas as pessoas que se candidatarem aos cursos em inglês da Universidade de Pádua e forem elegíveis para as bolsas serão inscritas automaticamente. Não é necessário fazer um procedimento separado de candidatura para a bolsa.

Mas para se candidatar aos cursos, é necessário se cadastrar no portal da universidade e realizar o procedimento por lá. Como parte desse processo, será necessário também enviar alguns documentos adicionais.

Para graduação, esses documentos são:

Para o mestrado, os documentos são:

  • Cópia do passaporte;
  • CV em inglês;
  • Carta de motivação;
  • Diploma da graduação (ou certificado provisório, caso o aluno ainda não tenha obtido o diploma);
  • Histórico acadêmico;
  • Certificado de proficiência em inglês.

Nos dois casos, também pode ser necessário enviar outros documentos de acordo com os requisitos de cada curso. Outro dado que varia conforme o curso é o prazo de inscrição: as datas-limite para candidatura são de 2 de fevereiro a 7 de março, dependendo do programa escolhido. Em todos os casos, o início das aulas acontecerá no segundo semestre de 2021.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia