Inicio Universidade inglesa tem bolsas para mulheres em MBA

Universidade inglesa tem bolsas para mulheres em MBA

0
Universidade inglesa tem bolsas para mulheres em MBA

A Universidade de Surrey, na Inglaterra, está com inscrições abertas para o programa Women in Leadership Scholarships. O programa candidatas de todos os países com bolsas de estudo para o seu programa de MBA, que pode ser cursado em tempo integral (ao longo de um ano) ou em meio período (em dois anos). As inscrições às bolsas para mulheres em MBA vão até 1 de novembro.

O MBA da Universidade de Surrey tem um custo total de 24,7 mil libras, e as bolsas de estudo cobrem total ou parcialmente esse valor, de acordo com a força da candidatura. Os bolsistas ainda precisam arcar com os custos das passagens e da vida na Inglaterra. Mas vale notar que, paralelamente a essa bolsa, por ser um mestrado com um ano de duração, o MBA da universidade é um dos programas que podem ser cursados com a bolsa do Chevening.

Como se inscrever nas bolsas para mulheres em MBA

Não é necessário fazer uma candidatura separada para as bolsas: todas as candidatas ao MBA serão consideradas automaticamente. Para concorrer a elas, portanto, basta formalizar uma candidatura ao programa da Universidade de Surrey.

Para isso, será preciso providenciar documentos como diploma da graduação, histórico acadêmico e certificado de proficiência em inglês (nota mínima de 6,5 no IELTS, sem nada abaixo de 6 em qualquer uma das áreas, ou outras qualificações aceitas pela instituição).

O candidato ainda deve enviar cópia do passaporte, duas cartas de recomendação (uma das quais deve vir do seu empregador atual ou mais recente) e um personal statement. Neste último documento, deve dizer por que quer cursar esse MBA, o que ele pode lhe oferecer, e o que o candidato tem a oferecer ao programa. Mais informações sobre os documentos necessários podem ser lidas neste documento.

Também é necessário comprovar pelo menos três anos de experiência em cargos de gestão após a conclusão da graduação. Um ponto interessante é que, segundo a universidade, candidatos que tiverem a experiência de trabalho mas não a qualificação acadêmica ainda poderão ser aceitos sob circunstâncias excepcionais. As inscrições devem ser feitas até 1 de novembro.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia