Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

14.08.15

Universidade de St Andrews: conheça onde o príncipe William estudou

Universidade de St Andrews: conheça onde o príncipe William estudou

Conheça a instituição escocesa onde o casal real se conheceu. Universidade de St Andrews é considerada a 3ª melhor do Reino Unido

Por Vivian Carrer Elias

As universidades mais conhecidas – e disputadas – do Reino Unido são as de Oxford e Cambridge, na Inglaterra. E não é à toa: elas sempre ocupam o topo dos rankings das instituições do mundo. O Reino Unido, no entanto, abriga outras instituições que, embora não sejam tão famosas entre os intercambistas brasileiros, são tão reconhecidas e tradicionais quanto. É o caso da Universidade de St Andrews, na Escócia.

Fundada em 1413, a universidade é a terceira mais antiga entre todos os países falantes de língua inglesa. St Andrews é a terceira melhor universidade do Reino Unido no ranking elaborado pelo jornal The Guardian. O levantamento avalia itens como satisfação do aluno com o curso, gastos e perspectivas de carreira.

A pequena cidade de St Andrews, localizada na costa Noroeste da Escócia, possui 17.000 habitantes permanentes. Sua econômica gira em torno da universidade, que conta com 8.000 alunos, sendo que quase metade deles é estrangeira.

Os escoceses são muito amáveis e prestativos. Eu recomendo a St Andrews para quem está procurando uma universidade de excelência e reconhecida mundialmente

Já passaram pela universidades pessoas notáveis como o farmacêutico James Black, vencedor do prêmio Nobel de Medicina em 1988. Mas os ex-alunos mais famosos são outros: o príncipe William e sua esposa Kate Middleton. Foi lá que o casal se conheceu e começou a namorar. William estou Geografia e Kate, História da Arte.

Geografia, aliás, é um dos cursos de destaque da universidade. De acordo com o ranking do The Guardian, St Andrews oferece o melhor curso da área de todo o Reino Unido. Já o curso de História da Arte é o segundo melhor entre as instituições britânicas. A universidade também ocupa as primeiras posições no ranking em relação a cursos como História, Inglês, Política, Teologia, Ciência da Computação, Química e Física.

A pesquisadora da PUC-RS Luciele Comunello, de 33 anos, está fazendo parte de seu doutorado em Educação Ambiental no departamento de Antropologia Social da Universidade de St Andrews. “Há muitos pesquisadores renomados na universidade. Os professores daqui parecem ser mais engajados no processo de seleção de pesquisa dos alunos. Por exemplo, um dia fui a um seminário em que o professor passou uma hora discutindo o texto de uma só pessoa.”

Sobre viver em St Andrews, Luciele destaca a segurança e a organização como as principais vantagens. “Os bancos, por exemplo, não têm roleta ou detector de metais”, diz. “Mas, por ser uma cidade muito tranquila, alguns estudantes podem sentir falta da vida noturna. Aqui tem muitos pubs, mas todos fecham no máximo à uma hora da manhã, e às dez horas da noite as pessoas já começam a se acomodar em suas casas.”

Seleção – Os requisitos para ser aceito na universidade variam de acordo com o curso. De maneira geral, os candidatos devem comprovar proficiência em inglês e ter bom histórico escolar. O processo seletivo da graduação pode ser feito pelo UCAS (Universities and Colleges Admissions Service), sistema único que permite a inscrição em cinco universidades britânicas. Já para os cursos de pós-graduação, é preciso preencher um formulário online e enviar os documentos requeridos, como currículo e carta de recomendação.

Embora o custo de vida na Escócia, como aluguel e alimentação, seja menor do que nas principais cidades da Inglaterra, o valor cobrado para estudar na Universidade de St Andrews é alto: a partir de 15.000 libras. A boa notícia é que a instituição é conveniada com o programa Ciências sem Fronteiras. A lista completa dos cursos aceitos pelo programa pode ser vista neste link.

O estudante brasileiro que decide estudar em St Andrews deve ter em mente que a cidade impõe alguns desafios, como o clima frio e o forte sotaque dos escoceses, que pode dificultar a compreensão do inglês no início. Mas ele também vai encontrar um país que cheio de tradiaçõ e com uma população conhecida por ser amigável. “Os escoceses são muito amáveis e prestativos. Eu recomendo a St Andrews para quem está procurando uma universidade de excelência e reconhecida mundialmente”, diz Luciele.

Leia também:
Chevening: estão abertas as inscrições para bolsas no Reino Unido
Saiba o que é preciso para se candidatar a uma pós no Reino Unido

Conheça as melhores universidades do Reino Unido na visão dos alunos

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT