Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

12.05.15

Conheça as melhores universidades do Reino Unido na visão dos alunos

Conheça as melhores universidades do Reino Unido na visão dos alunos

A prestigiada publicação Times Higher Education (THE) fez uma pesquisa diferente para avaliar escolas. Universidade pouco conhecida no Brasil é destaque!

Por Carolina Campos

Todos os anos, as publicações britânicas QS e Times Higher Education (THE) divulgam rankings com as melhores instituições do mundo. Em geral, a metodologia utilizada para as análises se baseia em dados quantitativos (número de publicações de impacto produzidas pelas universidades, por exemplo) e qualiativos (entrevista com professores sobre as condições de pesquisa e de trabalho).

Desde 2013, no entanto, a THE resolveu inovar e publicar um levantamento só com a opinião dos alunos sobre suas escolas. Neste ano, quase 15 mil estudantes de 113 universidades do Reino Unido responderam a perguntas que iam desde “o que você acha do clima institucional”, passando pela “qualidade dos professores” e “os vínculos da universidade com empresas e indústria”.

Em geral, ao se falar do Reino Unido, as primeiras instituições que veem à mente são as mais famosas, como Oxford e London Business School.  Mas, quem levou o primeiro lugar em quase todos os 21 itens da pesquisa foi a University of Bath, nome pouquíssimo conhecido no Brasil.

Em 2014, a instituição já tinha conquistado a 2a posição, mas este ano chegou ao topo. Para os alunos, a universidade merece destaque pelo seu corpo docente, cursos ofertados e benefícios oferecidos aos professores. Outras áreas de destaque são: variedade de atividades extracurriculares e, principalmente, a adequação da universidade às necessidades dos alunos.

O segundo lugar foi para a Loughborough University, que ocupou a 11a posição em 2014. Loughborough deu um grande salto no ranking e foi considerada a melhor do Reino Unido no quesito “instalações para os professores”. Outro ponto forte da escola foram as áreas esportivas. Isso, sem falar nos centros estudantis: mais de 2.700 alunos fazem parte das chamadas societies, e em 2014, os alunos devotaram 28.000 horas a trabalhos voluntários. Para se ter uma ideia da força das societies de Loughborough, o valor arrecadado para caridade no ano passado atingiu a incrível marca de 1 milhão e 400 mil libras.

Como se vê, Bath e Loughborough tem um ponto forte em comum: ambas instituições se esforçaram para melhorar após receberem os resultados das pesquisas anteriores.

Universidades mais tradicionais como Cambridge e Oxford, que também buscaram melhorar a qualidade da vida estudantil, ficaram em quarto e quinto lugar, respectivamente. Acesse aqui o ranking completo

Bath pode ser opção – Se você está na dúvida sobre as instituições do Reino Unido, Bath pode ser uma boa opção. O número de brasileiros que já passou por lá é significativo, e tem crescido a cada ano. Tanto que a universidade já possui convênio com a USP e criou também um departamento de relações institucionais para estreitar laços com o Ciência sem Fronteiras (CsF) e outras universidades no Brasil. Além disso, a nota exigida de alunos internacionais  do IELTS (exame de proficiência em inglês) não é tão alta quanto em outras universidades. Ficou interessado? Saiba mais!

*Crédito da foto: Divulgação University of Bath

Leia também:
Universidade suíça é a melhor em ranking de instituições ‘jovens’
Especialistas de Harvard dão dicas para sua aprovação
Ranking QS 2015 avalia as melhores universidades por curso

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT