Um Projeto: Fundação Estudar
seção de English do ACT

Especialista indica técnicas para conseguir uma boa nota em inglês no ACT

Por Priscila Bellini
25.07.2018

Especialista indica técnicas específicas para a seção de English do ACT, que ajudam a resolver questões mais rapidamente e de forma certeira. Exame padronizado é exigido por instituições americanas para graduação.


Em nosso artigo do mês passado, discutimos uma importante estratégia geral quando se trata do ACT: ignorar informações irrelevantes. Hoje, analisaremos especificamente a seção de English do ACT, vendo como essa estratégia é aplicável na prática e analisando outras técnicas úteis.

Na seção de inglês do ACT, você receberá uma série de perguntas em que parte de uma frase estará sublinhada. Então, são dadas três opções de como o estudante gostaria de alterar a parte sublinhada da frase, a fim de torná-la gramatical e estilisticamente correta. Além disso, também há a opção de manter a frase como ela foi originalmente escrita.

Como enfatizamos no último post, a seção de English do ACT não gosta de verbosidade e sim de concisão. Vamos ver um exemplo disso em ação:

#1  The young woman was interested in buying a large, big new car that would make her popular.

A) NO CHANGE

B) large, enormously big car that would make her popular.

C) large, new car that would make her popular.

D) large, new car that would make her popular and admired by the people around her.

Uma das coisas que o ACT quer que o aluno identifique são palavras redundantes. Ou seja, termos que não adicionam nenhuma informação nova à frase. Agora, vamos parar um minuto e procurar palavras redundantes nesta frase e nas opções de resposta.

“Large”, “big”, e “enormous” são todos sinônimos. Portanto, podemos eliminar qualquer opção de resposta que descreva o carro usando mais de uma dessas palavras. E, se alguém é “popular”, isto quer dizer que a pessoa é “admired by the people around them”. Então, a opção D também é redundante.

A única opção de resposta que não contém palavras redundantes é a C, que é de fato a resposta correta. Observe também que a C é a opção de resposta mais curta. Na etapa de English do ACT, deve-se começar analisando a opção de resposta mais curta e verificá-la. Se ela faz sentido, geralmente está correta. Ou seja, você deve selecionar opções de resposta mais longas somente se identificar um problema ou erro com as mais curtas.

O ACT também gosta de fazer os alunos escolherem opções de resposta que sejam extremamente claras em seu significado. Então, quando você escolhe uma opção de resposta, deve ter 100% de certeza do que ela significa. Mais uma vez, vamos considerar um exemplo:

#2 Steve and Robert were walking down the street when he stopped to tie his shoe.

A) NO CHANGE

B) Steve stopped to tie his shoe.

C) he stopped and they both tied their shoe.

D) they stopped to tie his shoes.

Neste caso, a frase original até soa bem. Mas, mesmo que uma frase pareça boa, é necessário se perguntar se tem 100% de certeza sobre o significado da frase ou se há alguma ambiguidade, por exemplo.

Aqui, temos um pronome (“he”) sublinhado. “He” está se referindo ao que exatamente? Se for olhar para o início da frase, perceberá que “he” poderia se referir ao Steve ou ao Robert. Com isso, há um significado ambíguo. Se você olhar as opções de resposta, verá que a opção B é a única que deixa completamente claro o que de fato aconteceu.

Na seção de English do ACT, se você conseguir consistentemente identificar e eliminar as informações redundantes e escolher a opção de resposta mais concisa que gera um significado claro e inequívoco, você estará no caminho para uma ótima pontuação.

Sobre a autora

 

A Dra. Megan Stubbendeck ajuda estudantes a terem sucesso no SAT e no ACT há mais de 10 anos. Ela é Diretora Sênior de Instrução na ArborBridge, uma empresa que oferece preparação on-line e individualizada para provas padronizadas americanas. Ela pode ser contatada via e-mail em megan@arborbridge.com.

,

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d