Um Projeto: Fundação Estudar
universidades brics

As Melhores Universidades dos BRICS: China lidera ranking 2016

Por Lecticia Maggi

Por Nathalia Bustamante

O Ranking da consultoria Quacquarelli Symonds (QS) avalia e ranqueia instituições de ensino com base em reputação acadêmica, empregabilidade e impacto no campo da pesquisa. Na edição de 2016 do ranking global, universidades BRICS, como um todo, subiram posições e ganharam espaço entre as melhores do mundo.

Quem puxou este crescimento, porém, foi a China – que subiu de 13 para 15 instituições entre as 400 melhores classificadas. A Índia subiu de 5 para 7 universidades bem avaliadas, e Brasil, África do Sul e Rússia mantiveram o mesmo número da edição 2015: três, três e cinco, respectivamente.

Neste cenário, o ranking das melhores universidades dos BRICS, divulgado ontem pela QS, não traz nenhuma surpresa: 7 das 10 melhores universidades da lista são da China. Há também uma universidade russa e uma indiana ainda à frente do Brasil, que alcançou a décima posição com a USP.

Entre as 50 melhores dos BRICS, há 23 instituições chinesas, 8 instituições russas, 8 indianas, 7 brasileiras e 4 sul africanas. A primeira colocada, repetindo o resultado do ano passado, é a Tsinghua University, em Pequim.

Confira abaixo um comparativo entre os países. O ranking completo pode ser acessado aqui.

Brasil

universidades BRICS

Rússia

universidades BRICS

Índia

universidades BRICS

China

universidades BRICS

África do Sul

Universidades BRICS

Leia também:
Ranking britânico divulga universidades com melhor reputação
10 estatísticas interessantes sobre estudar fora
5 verdades inconvenientes sobre os rankings universitários

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo