Um Projeto: Fundação Estudar
Habilidades de Leitura em Inglês

6 dicas para melhorar sua habilidade de leitura em inglês (ou outros idiomas)

Por Colunista do Estudar Fora
30.10.2017

Por Alberto Costa, de Cambridge English


Ler em um idioma diferente da língua nativa pode ser uma tarefa complicada. Ao se deparar com um texto em inglês, por exemplo, é comum ficar com a sensação de que falta conhecimento para entender o todo, mesmo tendo conseguido entender diversas partes.

Esse é um problema recorrente para quem está aprendendo e se aperfeiçoando nesta habilidade, especialmente para quem precisa do idioma para algum fim específico, como alcançar bom desempenho em um exame de proficiência.
Para evitar essa situação existem algumas técnicas e dicas que podem ser úteis no momento da leitura e que ajudam a melhorar a fluência na tarefa – seja qual for o tipo de texto que se pretende explorar.

Confira 6 dicas que vão ajudar a melhorar sua habilidade de leitura em inglês (ou em outros idiomas!):

1. Comece devagar e identifique seu nível

O primeiro passo é entender o quanto você domina do idioma: se você é iniciante, básico, intermediário, avançado ou fluente. Isso depende de uma série de fatores, principalmente do quão profundo é o seu contato com o inglês. Quando estamos cientes disso fica mais fácil diminuir a afobação e começar aos poucos. Busque notícias na internet, por exemplo, sempre priorizando as que estão mais perto do seu nível. Ou então, que tal reler um conto infantil que você já conhece a história, mas dessa vez em inglês

Assim, é possível desenvolver a assimilação das mensagens ao traçar paralelos com o que já se conhece sobre o tema. Também pode ser útil estar acompanhado por um dicionário ou aplicativo de celular que ajude na contextualização de palavras desconhecidas, evitando a desistência ao barrar com palavras ou expressões desconhecidas. Conforme a leitura vai se desenvolvendo, essa situação fica mais natural e, então, entende-se que é preciso estar apto a alcançar uma compreensão global dos textos.

2. Anote tudo!

Ler é um processo ativo e para que isso se torne um hábito é preciso treinar os pontos de mais dificuldade. Durante o exercício da leitura, anote palavras cujos significados você quer aprender, expressões desconhecidas que se repetem com frequência, novos vocabulários, assuntos sobre os quais você quer se aprofundar nos argumentos mais comuns e até mesmo outras dificuldades que sentir ao longo do processo. Isso estimula um contato ampliado com o idioma, potencializa os estudos, reflete na habilidade da gramática e ajuda a progredir mais rapidamente, uma vez que as anotações ficarão registradas para futura consulta e não será necessário começar “do zero” toda a vez que for ler um texto sobre o mesmo tema.

3. Evite usar o dicionário a todo instante

Apesar de o dicionário bilíngue ser um bom aliado em momentos que as palavras não fazem muito sentido, não se torne totalmente dependente daqueles que te entregam a tradução. Sempre que possível, opte pelos dicionários monolíngues, que estimulam o entendimento por meio do seu contexto usando frases de exemplo. Além de descobrir o significado do termo procurado, eles reservam outros ensinamentos como sinônimos e conjugação, por exemplo.

4. Pratique a leitura em diferentes mídias

Nossa leitura é diferente de acordo com o tipo de texto que estamos em contato. Alguns requerem mais profundidade, como um livro acadêmico, por exemplo. Outros pedem mais dinamismo, como as notícias do dia-a-dia. Ou seja, treine as diferentes “modalidades”. Fugindo dos mais convencionais, não se esqueça das letras de música, legendas de filmes e séries e quadrinhos. Esse exercício nos ensina aspectos como velocidade, raciocínio lógico e noção espacial.

5. Utilize técnicas de leitura para melhorar a fluência e compreensão

Existem algumas formas de fazer com que a leitura seja mais fluida, compreendendo em poucos segundos os pontos principais de um texto. Uma dessas técnicas é o scanning, que consiste em fazer uma “varredura” do texto buscando compreender de forma geral sobre o que ele fala e quais são as principais ideias que expõe. Existe também o skimming, que tem como objetivo destacar alguns pontos do material de leitura, identificando informações específicas encontradas no texto. Ambas não só ajudam a melhorar a leitura em inglês como também a aprimorar o conhecimento da língua inglesa em geral e diminuir a angústia por não conhecer 100% das palavras usadas no material.

6. Leve o aprendizado para o dia-a-dia

Durante a leitura em inglês comece a reparar um pouco mais no que você aprende. Veja como tal palavra ou expressão aparece em diferentes contextos e tente traçar relação entre seu significado e a maneira que foi utilizada nos conteúdos. Com isso, ficará mais evidente seu processo evolutivo ao perceber que consegue lembrar-se sem precisar olhar no dicionário.

Sabe quando você está interessado em alguma coisa e começa a reparar mais nela em todo lugar? É a mesma coisa com inglês! Uma das coisas mais legais é pegar um livro novo, por exemplo, e perceber que você consegue entendê-lo porque aprendeu aquela determinada expressão ou palavra no livro anterior. Quanto mais você ler, melhor vai desenvolver essa habilidade. Faça tudo no seu tempo e lembre-se que resultados lentos são bem melhores do que nenhum resultado.

Quer ganhar fluência no idioma estudando fora? Baixe o guia gratuito sobre intercâmbio de inglês!

Sobre o autor

Alberto Costa possui 30 anos de experiência no mercado de educação, tendo atuado como professor de inglês, examinador dos exames de Cambridge English Language Assessment, treinador de professores para as certificações CELTA, ICELT e DELTA. Além disso também esteve à frente de iniciativas de treinamento e formação continuada de professores de inglês e de consultoria acadêmica. Costa possui especialização em treinamento de professores (PRINSELT) do College of St. Mark & St. John em Plymouth, Reino Unido, e é certificado por Cambridge com o diploma Cambridge RSA for Overseas Teachers of English (DOTE). Atualmente ele ocupa a posição de Senior Assessment Manager de Cambridge English no Brasil.

 

Dica do Estudar Fora:

Autoliderança é uma competência fundamental para você guiar a sua carreira. É por meio dela que você vai construir um direcionamento que faça sentido para você e desenvolver meios para superar os obstáculos. E para dar a importância que esse termo merece, a Fundação Estudar criou o Liderança Na Prática, um curso de quatro dias que vai te ajudar a descobrir e colocar em prática o seu sonho grande. Inscreva-se agora com 10% de desconto usando o cupom ESTUDARFORA. É só clicar aqui!

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d