Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

14.07.14

Conheça o Imperial College London

Conheça o Imperial College London

Fundada há mais de 100 anos, a universidade é considerada a 3ª melhor da Europa, possui estudantes de 126 países e 14 professores ganhadores de prêmios Nobel

Fundado em 1907, o Imperial College London foi parte da University of London até 2007, quando tornou-se independente. Hoje, possui mais de 14.400 alunos, divididos entre 242 cursos.

Como fazer sua graduação no Reino Unido

O Imperial é considerado a terceira melhor universidade da Europa e a décima do mundo, segundo o ranking 2014 da revista britânica Times Higher Education (THE).  Destaca-se nas áreas de medicina, ciências, engenharia e negócios e possui um centro de excelência em pesquisas biomédicas. Junto a Cambridge e Oxford, forma o “triângulo dourado” das universidades britânicas.

Se você está em busca de um ambiente multicultural, o Imperial College é o lugar ideal: lá estão matriculados estudantes de 126 países, incluindo o Brasil. A universidade possui até um grupo específico para apoiar estudantes brasileiros interessados em se candidatar. Saiba mais 

Localização

Londres, Inglaterra.
South Kensington Campus, London SW7 2AZ.

Cursos oferecidos

Graduação

Os cursos de graduação no Imperial College London são, em geral, de 3 ou 4 anos e dão direito aos seguintes diplomas:

Bacharel em Ciências (BSc)
Mestre em Ciências (MSci)
Bacharel em Engenharia (BEng)
Mestre em Engenharia (MEng)

Os diplomas de Mestre em Ciências (MSci) e Mestre em Engenharia (MEng) não devem ser confundidos com os cursos de mestrado (MSc). Tratam-se de cursos integrados que possibilitam ao aluno da gradução, no âmbito de um único curso, habilitar-se para uma carreira profissional ou se preparar para um doutorado.

Os diplomas de bacharel em Medicina e Bacharel em Cirurgia (MBBS) são obtidos após seis anos de estudo e ambos contemplam a possibilidade de licenciatura integrada ao currículo.

Também há a possibilidade de cursar os chamados Joint Honours, que permitem ao aluno combinar duas carreiras e, ao término do curso, obter um diploma misto. Esse tipo de graduação está presente em várias universidades dos EUA, a exemplo de Harvard.

Pós-graduação

Os cursos de pós-graduação do Imperial College London são divididos em dois grandes grupos: PGT (Pos Graduate Taught) e PGR (Pos Graduate Research). O primeiro inclui programas multidisciplinares e busca aprofundar os conhecimentos adquiridos pelos alunos na graduação. O segundo é destinado a quem já possui um mestrado e busca aliar teoria à prática.

Processo seletivo

Graduação 

Todos os candidatos a cursos de graduação devem realizar o GCSE (teste semelhante ao SAT, dos EUA). Vale observar que a nota miníma necessária na prova é definida pela universidade, mas o departamento no qual o aluno deseja ingressar pode exigir notas mais altas, como é o caso do Departamento de Medicina.

Outra exigência é o exame de proficiência em inglês. Desde abril deste ano, o Imperial College não aceita mais o Toefl. Os candidatos devem optar pelo Ielts (nota mínima total de 6.5, sendo 6 nos módulos de redação e speaking) ou pelo Cambridge Certificate of Proficiency in English (nota mínima: B).

Pós-graduação 

Para os interessados em cursos de mestrado (ex.: MSc, MRes, MBA etc.), além do teste de proficiência em inglês, é preciso ter um diploma de bacharelado de uma universidade brasileira reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e com notas médias acima de 7.5.

Aqueles que desejarem realizar pesquisas junto ao Imperial College (Pos Graduate Research), devem possuir ainda um diploma de mestrado. É sempre bom lembrar que, mesmo que o candidato atenda a todos os critérios de admissão, isso não significa que ele será aprovado. Dentre outros fatores que pesam para a sua aceitação, estão proficiência em inglês, experiências acadêmicas e de trabalho relevantes e cartas de recomendação.

Ajuda financeira

Se você quer estudar fora, mas não têm condições financeiras, saiba que há várias possibilidades de obter auxílio. O programa Ciência sem Fronteiras, por exemplo, conta com vagas exclusivas para doutorado e doutorado sanduíche na Inglaterra. Há uma previsão de que, até 2016, 10.000 brasileiros sejam contemplados com bolsas de estudos para esse país.

Outras possibilidades são as bolsas da CAPES, do CNPq, da FAPESP, do Conselho Britânico, além do Chevening Programme e Erasmus Mundus. Mais informações sobre ajuda financeira podem ser obtidos no próprio site da universidade.

Societies e clubs

Assim como outras universidades inglesas, o Imperial College também oferece várias opções de “societies” e “clubs”, ou seja, organizações (normalmente presididas pelos próprios alunos, eleitos por meio de votação) que envolvem interesses dos mais diversos. De astrofísica a Copa do Mundo, passando pela sociedade árabe e culinária, sempre há uma opção para você se envolver em projetos e conhecer novas pessoas. As societies e os clubs são excelentes formas de se conectar com outros alunos e se sentir parte da comunidade acadêmica.

Curiosidades

O Imperial tem nada menos do que 14 professores laureados com o prêmio Nobel!

No século XIX, Norman Lokyer – fundador da revista Nature – foi professor da instituição.

Vídeos

Nos vídeos a seguir (em inglês) conheça um pouco mais sobre a universidade:

Um tour pelo Imperial College London:

O que os admissions officers (profissionais responsáveis pela seleção dos alunos) procuram:

Leia também:
Entenda o processo de seleção para universidades no exterior
Como funcionam as bolsas de estudo no exterior

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas