Um projeto: Fundação Estudar

Bolsas de Estudos

Quais são e como funcionam os programas de bolsas e financiamento

21.11.16

Cambridge oferece bolsas integrais para PhD

universidade de cambridge, no reino unido

Benefício oferecido a candidatos internacionais cobre todos os custos do programa, com duração de 3 anos, bem como um auxílio mensal. Inscrições até 07/12!

A Universidade de Cambridge está com inscrições abertas para a Cambridge International Scholarship, bolsas para PhD voltadas a estudantes internacionais aceitos pela instituição. O benefício, que inclui todas as despesas do programa (cerca de 21 mil libras por ano) e um valor mensal para manutenção no país, recebe inscrições até 7 de dezembro.

A seleção é feita com base em mérito, analisando o histórico acadêmico, cartas de referência e potencial de pesquisa. A necessidade financeira do estudante não é levada em conta para esta bolsa.

A candidatura é feita simultaneamente à candidatura para o PhD, através do site oficial. Confira aqui o passo a passo para se candidatar. Além dos documentos solicitados para candidatura ao programa – como exame de proficiência, histórico acadêmico e cartas de recomendação – o candidato à bolsa também deve selecionar o item “Cambridge Trust” no formulário de candidatura e enviar um Personal Statement. Há uma taxa de candidatura não-reembolsável de 50 libras esterlinas.

O prazo de inscrição final de alguns cursos pode ser diferente do da bolsa e, neste caso, o estudante deve levar em consideração o primeiro. Por exemplo, mesmo se a data limite para inscrição ao curso for em março de 2017, para concorrer à bolsa o candidato precisa enviar sua candidatura até o dia 7 de dezembro.

 

Leia também:
Inscrições abertas para bolsa Gates de pós-graduação em Cambridge
Bolsas integrais para PhD no Reino Unido
PhD no exterior: o que é, como funciona e quem pode fazer?
“A educação brasileira é mais que suficiente”, diz bolsista de PhD no exterior

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas