Inicio Bolsas para mulheres nas áreas das ciências em 8 universidades britânicas

Bolsas para mulheres nas áreas das ciências em 8 universidades britânicas

0
Bolsas para mulheres nas áreas das ciências em 8 universidades britânicas

O British Council está oferecendo bolsas para mulheres nas áreas das ciências em cursos de pós-graduação de oito universidades do Reino Unido. O programa de bolsas, realizado em parceria com as universidades, tem o objetivo de aumentar a representatividade feminina nas áreas de STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática, na sigla em inglês). O prazo para inscrições varia, mas vai pelo menos até 1 de março.

O benefício exato também varia de acordo com a universidade escolhida, mas sempre cobre anuidades, despesas de viagem, despesas com emissão de visto, seguro de saúde e um valor para manutenção no Reino Unido. Em alguns casos, a universidade também oferece curso de inglês complementar e apoio especial para mães.

 

 

As universidades participantes do programa são: Imperial College London, Bangor University, Cranfield University, Durham University, Robert Gordon University, University of York, University of Bristo e University of Wolverhampton.

As áreas de estudo em que elas oferecem cursos são: Biociências e Saúde, Mudança Climática, Transição Energética, Meio Ambiente, Agricultura e Indústria 4.0. Há também uma série de “conversion masters” elegíveis; eles são programas de pós-graduação semelhatnes às pós lato sensu do Brasil, com mais foco no mercado de trabalho e em aperfeiçoamento profissional. Veja aqui todas as universidades e áreas de estudo elegíveis.

Como se candidatar às bolsas para mulheres nas áreas de ciências

Os requisitos, novamente, variam de acordo com a universidade. No entanto, em comum, todsa elas exigem que a candidata seja cidadã de um país da América Latina, tenha concluído a graduação e enviado uma candidatura ao programa de pós-graduação que deseja cursar na universidade.

Em alguns casos, como nas bolsas da Bangor University, a candidata também deve comprometer-se a voltar ao seu país e ficar pelo menos dois anos lá após o término das bolsas. Em todos eles, porém, será necessário enviar cópia do passaporte e demonstrar necessidade financeira para conseguir a bolsa.

A candidatura às universidades, por sua vez, em geral exige diploma e histórico da graduação, cartas de motivação e de recomendação, e certificado de proficiência em inglês. O prazo de inscrições para as bolsas também varia, mas em geral fica por volta de março. A Bangor University, por exmeplo, receberá inscrições até 1 de março; a Bristol University, por sua vez, fecha inscrições no dia 29 de março. Confira aqui informações sobre todas as universidades.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia