Inicio Bolsas integrais para doutorado na Inglaterra na área de neurociência

Bolsas integrais para doutorado na Inglaterra na área de neurociência

0
Bolsas integrais para doutorado na Inglaterra na área de neurociência

O Sainsbury Wellcome Center (SWC), um centro de pesquisa em neurociência associado à University College London (uma das melhores universidades da Inglaterra), está com inscrições abertas para seu programa de bolsas integrais para doutorado na Inglaterra. Os estudantes aceitos pelo programa poderão cursá-lo com todas as despesas pagas, e as inscrições vão até 17 de novembro.

Os escolhidos terão todas as despesas de estudo pagas, e receberão ainda um valor anual de 22.278 libras (cerca de R$ 115.000 na cotação atual) para auxiliar com o custo de vida em Londres. Também receberão fundos adicionais (num valor não especificado) para comparecer a cursos ou conferências internacionais.

Como concorrer às com bolsas integrais para doutorado na Inglaterra

São elegíveis para o programa de PhD do SWC alunos que já tenham concluído pelo menos a graduação em alguma área relacionada a neurociência e sua relação com tecnologia. De acordo com a página oficial do programa, alunos de cursos como Ciências Biológicas, Medicina, Psicologia, Física, Matemática ou Ciências da Computação são todos elegíveis.

As candidaturas devem ser feitas por meio da página de application da University College London (disponível neste link). Naquela página, será necessário escolher “Sainsbury Wellcome Centre for Neural Circuits and Behavior” na aba “Select Department”, e clicar em “Apply Now” no botão correspondente ao programa com código RRDSWNSYSN19 e o próximo ano acadêmico.

Como parte do processo de candidatura, será necessário providenciar os seguintes documentos:

  • CV atualizado;
  • Histórico acadêmico;
  • Pontuação na prova GRE (se disponível);
  • Certificado de proficiência em inglês, de acordo com as exigências dessa página;
  • Endereços de pelo menos duas pessoas que possam escrever cartas de recomendação para o candidato;
  • Um essay de até 1000 palavras falando sobre o que você acredita que seja uma pergunta essencial, ainda sem resposta, na área de neurociência. É necessário dizer por que essa questão lhe interessa, como a abordaria para solucioná-la e que impacto sua resolução teria sobre o nosso entendimento do cérebro humano.

Vale notar que o essay serve tanto como carta de motivação quanto como projeto de pesquisa. Por isso, ele pode incluir ilustrações, e citações bibliográfica não contam para o limite de palavras. As inscrições devem ser feitas até 17 de novembro.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia