Um projeto: Fundação Estudar

Intercâmbio

O que você precisa saber para ter uma experiência de estudos em outro país

04.01.16

5 motivos para passar as férias estudando inglês no Canadá

5 motivos para passar as férias estudando inglês no Canadá

Cursos mais baratos do que em outros países de língua inglesa e alta qualidade de vida são alguns dos atrativos do país. Confira!

Por Vivian Carrer Elias

Muitas vezes, um intercâmbio longo pode ser inviável para um estudante universitário – geralmente, ele não pode ou não quer adiar em um semestre sua formatura ou não tem condições financeiras de passar muito tempo fora do Brasil. Uma boa alternativa a quem deseja ter vivência no exterior antes de se formar e começar a carreira é estudar fora durante as férias acadêmicas.

E o Canadá se destaca nessa modalidade. Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais, a Belta, o país é o principal destino de intercâmbio entre os brasileiros. Veja a seguir quatro razões para fazer as malas e estudar no local:

1. O custo de vida é mais baixo do que em muitos países

Pelo fato de o dólar canadense ser mais barato que o americano, o euro e a libra, o custo de um intercâmbio no país acaba saindo, no geral, mais baixo do que em muitos outros destinos de língua inglesa. Para se ter uma ideia, o ranking da consultoria Mercer sobre custo de vida ao redor do mundo mostra que a vida em qualquer cidade do Canadá é mais barata do que em locais como Londres, Nova York, Los Angeles, Sydney ou Dublin.

Um curso de inglês de 3 semanas pela Central de Intercâmbio (CI), como acomodação em casa de família inclusa ,por exemplo, sai por cerca de R$ 4.200 em Vancouver e R$ 4.890 em Montreal. O mesmo programa em Melbourne, na Austrália, custaria aproximadamente R$ 6.000.

2. É possível aprender dois idiomas no país

O Canadá é um país majoritariamente falante de inglês, mas que possui algumas regiões cuja língua principal é o francês. Montreal, por exemplo, é a segunda maior cidade falante de francês do mundo, atrás somente de Paris. Sendo assim, é possível viajar para aperfeiçoar dois idiomas ao mesmo tempo. Você pode morar em uma cidade cujo idioma principal é o francês e estudar inglês na escola.

3. As cidades são propícias para estudantes

Todos os anos, a consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS) faz um ranking com os melhores lugares do mundo para estudantes. Na lista de 2016, três cidades canadenses aparecem entre as 15 primeiras: Montreal, Vancouver e Toronto. Essa classificação leva em conta aspectos como infraestrutura, segurança, meio ambiente e custo de vida.

4. Viver em um país com alta qualidade de vida

O Canadá está sempre presente em rankings mundiais sobre qualidade de vida. A Organização das Nações Unidas (ONU) considera o país como o 5o mais feliz do mundo, levando em consideração fatores como segurança, renda, expectativa de vida e liberdade. Além disso, das 10 melhores cidades do mundo para se viver, segundo a revista The Economist, três estão no Canadá: Vancouver, Toronto e Calgary.

5. É possível optar por cidades com perfis diferentes

O Canadá é um país grande e, portanto, diversificado. Por esse motivo, estudantes de perfis diferentes conseguem encontrar a cidade ideal para si. Montreal oferece a oportunidade de aprender duas línguas, o francês e o inglês, e é a capital cultural canadense, com muitas opções de museus, festivais e gastronomia ao longo de todo o ano. Vancouver, por outro lado, é uma cidade menor que chama a atenção principalmente por dois fatores: o clima mais ameno e o contato com a natureza, já que está próxima da montanha, tem uma extensa faixa litorânea e é repleta de áreas verdes. Enquanto isso, Toronto se assemelha a cidades como São Paulo, uma vez que é uma grande metrópole voltada para negócios e com intensa vida cultural e noturna.

*Na foto, cidade de Vancouver

Leia mais:
Vancouver reúne educação de excelência e contato com a natureza
Toronto ou Vancouver? Onde estudar no Canadá
Montreal: intercâmbio bilíngue no Canadá
Brasileiro fala sobre os prós e contras de estudar no Canadá

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas