Fundação Estudar
InícioPreparaçãoComo tirar o visto americano e nos principais destinos de brasileiros no...

Como tirar o visto americano e nos principais destinos de brasileiros no mundo

Redação do Estudar Fora - 14/11/2022
Comentários:

Cidadãos com passaporte brasileiro podiam viajar a turismo para mais de 150 países sem necessidade de visto. Para estudar, no entanto, a situação é diferente. Veja abaixo como obter visto nos 10 principais destinos de brasileiros. 

Como tirar visto nos países:

 

Leia também: As Melhores Bolsas de Estudo com Inscrições Abertas

 

1. Estados Unidos

# Como tirar visto para estudar nos EUA

Se o seu objetivo é conseguir um visto de estudante nos Estados Unidos (chamado de F1), o primeiro passo é ficar por dentro das siglas referentes aos formulários necessários. O principal deles é o I-20, em que as escolas e universidades se baseiam para atestar que o aluno está qualificado para obter o visto.

Portanto, é preciso aguardar que a própria instituição de ensino em que você se matriculou envie o I-20. Depois, será preciso obter o número de SEVIS, que é a sigla em inglês para o Sistema de Informações sobre Estudantes e Participantes de Intercâmbio. Após as duas etapas anteriores, é hora de preencher outro formulário, o DS-160, que é a solicitação propriamente dita. Só então é possível agendar a entrevista no Consulado (consulte o Serviço de Agendamento de Vistos para conferir os detalhes). Alguns dos principais documentos exigidos são os comprovantes de renda, residência e matrícula na escola ou universidade de interesse; passaporte e foto recente, além dos documentos de identificação pessoal.

 

2. Portugal 

# Como tirar visto para estudar em Portugal

Os estudantes que não tenham nacionalidade portuguesa ou que não sejam de algum país da União Europeia têm dois tipos de visto à disposição para estudar em Portugal: o temporário, para pesquisas ou cursos com duração igual ou inferior a 12 meses, e o de residência para estudo, com período maior que um ano (a exemplo dos cursos de graduação e pós).

O pedido deve ser feito ao Centro de Solicitação de Vistos (VFS Global), em que será possível identificar o tipo de autorização requerida para o seu caso. A documentação deve ser providenciada considerando a Convenção de Haia (ou Apostila de Haia), que autentica as declarações, certidões e outros itens para que tenham validade no Exterior. A lista de documentos inclui passaporte (original e cópia), seguro viagem e certidão de antecedentes criminais, além de foto 3×4.

3. Paraguai

# Como tirar visto para estudar no Paraguai

As exigências para estudantes brasileiros no Paraguai são menores em relação a outros países. Isso porque a autorização de Admissão Temporária, que é equivalente ao visto provisório, dá direito a permanecer no país por até 2 anos. A solicitação deve ser feita à Embaixada do Paraguai no Brasil e a lista de documentação também é menos burocrática que em outros destinos, já que normalmente inclui apenas cópias simples do RG, certidão de nascimento e histórico escolar. Quem precisa estudar por mais de 2 anos deve solicitar um visto permanente e, neste caso, é preciso emitir uma cédula de identidade paraguaia.

4. Reino Unido

# Como tirar visto para estudar na Inglaterra

A Inglaterra é um dos principais destinos de brasileiros no Reino Unido. Então, se seu objetivo é estudar na Terra da Rainha, é fundamental se preparar para esta etapa com antecedência, já que as regras são um pouco mais burocráticas na comparação com outros lugares. O primeiro passo para a solicitação é fazer o pedido de visto pelo site oficial do Governo Britânico e, então, marcar uma entrevista no Consulado da Inglaterra no Brasil.

Entre os documentos que você precisará providenciar, estão, além do passaporte, também a carta de aceite emitida pela instituição de ensino inglesa, um comprovante de que tem recursos financeiros suficientes para se manter no país e exame de proficiência em inglês. Os alunos de mestrado também devem apresentar o certificado de Academic Technology Approval Scheme (ATAS). Os documentos devem ser legalizados conforme a Apostila de Haia e com tradução juramentada. 

5. Japão

# Como tirar visto para estudar no Japão

O visto é exigido de quem deseja permanecer mais de três meses no Japão para estudar. No caso do país asiático, e escola em que o aluno foi admitido cuidará do processo de obtenção da autorização, mas o governo pede uma série de documentos. O principal deles é Certificado de Elegibilidade, emitido pelo Departamento de Controle de Imigração do Ministério da Justiça. Em outras palavras, trata-se de um atestado de que a atividade a ser exercida no Japão é alinhada às exigências de permanência no território japonês. Este certificado será levado ao Consulado Japonês. A checklist de documentação inclui uma foto recente, o passaporte, o formulário de solicitação do visto, comprovante de escolaridade e um termo de compromisso por parte da instituição de ensino em que está matriculado.

6. Itália

# Como tirar visto para estudar na Itália

O processo de obtenção do visto D italiano (válido por mais de 90 dias) é parecido com o da Inglaterra, o que significa que costuma demorar e ser mais burocrático. Após receber a carta de admissão na instituição de ensino da Itália, é preciso entrar em contato com a Embaixada Italiana no Brasil e agendar uma entrevista.

Uma característica específica do visto italiano é que o estrangeiro precisa informar sua chegada à estação da Questura local (delegacia de polícia) em, no máximo, 8 dias após entrar no país europeu. Ente os documentos para a autorização estão, além da carta de aceite e do passaporte, também uma comprovação de situação financeira adequada para se manter, comprovante de pagamento das taxas relacionadas ao visto, prova de proficiência em italiano ou inglês (o que varia conforme o programa de estudos escolhido) e atestado de ausência de antecedentes criminais.

 

7. Espanha

# Como tirar visto para estudar na Espanha

Os brasileiros que desejam estudar na Espanha devem solicitar visto para permanecer por um período superior a 90 dias no país. O pedido precisa ser feito ao Consulado da Espanha no Brasil com, no mínimo, um mês de antecedência da viagem, após ter a comprovação do aceite por parte da instituição de ensino espanhola. Quem precisar ficar mais de 6 meses na Espanha deverá solicitar o Número de Identificación de Extranjero (NIE), que equivale ao nosso RG, além de apresentar um atestado de saúde e certidão de ausência de antecedentes criminais.

A lista de documentos para obter o visto incluem comprovante de rendimentos para se manter no país durante o período de estudos, foto 3×4, passaporte original, diploma ou histórico acadêmico e título eleitoral. Os documentos devem ter tradução juramentada.

 

8. Alemanha

# Como tirar visto para estudar na Alemanha

Os estudantes brasileiros de cursos de intercâmbio, graduação e pós-graduação na Alemanha não precisam de visto para ingressar no país, desde que estejam oficialmente matriculados em uma universidade alemã. Todavia, o governo alemão exige uma autorização de residência no país.

O pedido para este documento deve ser feito ao Departamento de Estrangeiros em até 3 meses após a entrada na Alemanha e a documentação necessária é semelhante à checklist para obtenção de vistos, de modo geral: requer carta de aceite da instituição de ensino, comprovação de condições financeiras para subsistência, passaporte etc. Os detalhes estão na página de Representações da República Federal da Alemanha no Brasil.

 

9. Canadá

# Como tirar visto para estudar no Canadá

A autorização para alunos estrangeiros estudarem no Canadá é exigida daqueles que estejam matriculados em programas com mais de 6 meses de duração. Nestes casos, o procedimento é feito com solicitação ao Consulado Canadense, após ter em mãos documentos como carta de aceite, passaporte, foto 3×5, comprovante da situação financeira, carta de intenções e histórico escolar. Também será necessário fazer um exame médico em um local indicado pelo Consulado. Já os programas inferiores a 6 meses necessitam, apenas, de um Visto de Visitante, também chamado de Visto de Turista, com procedimento mais simples para obtenção. Os detalhes sobre as requisições formais para estudar no Canadá estão na página de imigração do governo canadense.

 

10. França

# Como tirar visto para estudar na França

Assim como a maior parte dos países europeus que descrevemos, os brasileiros só precisam de visto se o período de estudos na França for superior a 90 dias. Neste caso, é preciso ficar atento aos tipos de autorização. Uma delas é o visto de longa permanência (com a sigla VLS-TS), válido para estudos de graduação, mestrado e doutorado. Há subcategorias deste visto conforme o nível de estudos e as regras variam para cada uma delas, mas, de maneira geral, é preciso validá-lo ao chegar ao país europeu. Outro tipo de visto é o temporário de longa duração (com a sigla VLS-T), que não precisa de validação, mas não pode ser renovado. Neste caso, é possível ficar até um ano na França – normalmente, é a opção de quem vai fazer cursos livres ou de francês. 

Em geral, a primeira etapa para solicitação dos vistos é registrar uma solicitação na plataforma “Estudos na França”, do governo francês. Contudo, como a documentação e as exigências variam conforme o tipo de autorização necessária, é recomendado consultar a Embaixada ou Consulado da França para obter as informações e fazer o pedido. Neste link há uma série de instruções.

O que você achou desse post?

Sobre o escritor

Redação do Estudar Fora
Redação do Estudar Fora
Escreva uma minibiografia para constar no seu perfil. Essas informações poderão ser vistas por todos.

Artigos relacionados