Inicio Universidade de Montreal: conheça a melhor universidade de língua francesa na América

Universidade de Montreal: conheça a melhor universidade de língua francesa na América

Universidade de Montreal: conheça a melhor universidade de língua francesa na América

Fundada em 1878, a Universidade de Montreal (UdeM), com suas duas escolas afiliadas, a École Polytechnique e a HEC Montréal, é hoje a maior universidade no Québec e a segunda maior no Canadá. Além disso, é considerada a melhor universidade francófona (de língua francesa) do mundo.

Universidade de Montréal em números

Segundo os números oficiais, a Universidade de Montreal tem cerca de 45,5 mil estudantes. Juntando outras escolas afiliadas à universidade, esse número chega a mais de 67 mil. Desse total, aproximadamente 73% estão na graduação e 27% estão na pós. Esses números fazem da instituição uma das mais focadas em pós no Canadá.

 

 

Além disso, do total de alunos, cerca de 10 mil são estrangeiros, o que faz da Universidade de Montréal uma das instituições de ensino superior mais internacionalizadas do Canadá. Ela também conta com aproximadamente 2.300 professores e pesquisadores

Localizada no coração de Montreal, a universidade possui 16 faculdades e 80 departamentos e escolas. Com mais de 30 edifícios, alguns dos quais estão ligados por uma rede subterrânea, o campus de Montreal é dominado pela torre majestosa Roger- Gaudry e está próximo de Côte-des-Neiges, um dos bairros mais cosmopolitas e vibrantes da cidade.

montreal materia

Rankings internacionais

No ranking da publicação britânica Times Higher Education (THE), que leva em consideração as principais instituições de ensino superior do planeta, a UdeM aparece na posição 73. Já na lista da QS World Rankings, ela figura na 118ª posição. Isso faz dela a quarta melhor do Canadá, e a melhor do Quebec (estado canadense que tem o francês como língua oficial).

Graduação e pós-graduação

Existem mais de 250 programas de graduação e mais de 350 de pós-graduação na Universidade de Montreal nas mais diferentes áreas do conhecimento. Todos os cursos de graduação são em francês, mas para a pós há opções também em inglês.

A Universidade de Montreal é um dos principais centros de pesquisa do Canadá na área de saúde e tecnologia. Com sua rede de hospitais afiliados, reúne 2.600 professores e pesquisadores, 465 grupos de pesquisa e uma das maiores concentrações de estudantes do Canadá no mestrado e doutorado. Para se ter ideia, a UdeM destina mais de US$ 500 milhões para pesquisa básica e aplicada a cada ano.

Em geral, os cursos de graduação na UdeM, no caso de alunos internacionais, incluem quatro anos de estudo: um ano preparatório, mas três anos da graduação propriamente. Há diversas maneiras de dividir esses três anos de estudo. O aluno pode optar por um bacharelado (estudar os mesmos temas durante três anos), um major de dois anos e um minor de um ano, ou três minors.

Também é possível optar por um double major. Nesse caso, porém, o estudante passa um ano a mais na graduação. Para quem pensa em continuar os estudos para pós-graduação, as opções mais indicadas são o bacharelado ou o double major.

Veja aqui a lista de cursos de graduação 
Veja aqui a lista de cursos de pós-graduação 

Como estudar na Universidade de Montreal

Na graduação, todos os cursos oferecidos pela Universidade de Montreal são ministrados em francês. Por isso, alunos brasileiros que queiram fazer a graduação lá precisarão realizar um exame de proficiência em francês como parte do processo de candidatura. As notas mínimas exigidas variam de acordo com o curso.

Estudantes brasileiros, de acordo com a universidade, precisam concluir o ensino médio para ingressar na instituição. Se já tiverem completado um ano de ensino universitário no Brasil, podem pular o ano preparatório de graduação.

O processo de candidatura é semelhante ao de universidades estadunidenses. O aluno deve enviar seu histórico escolar, diploma e outros documentos, como carta de motivação, e aguardar resposta da escola. As exigências e prazos variam de acordo com o curso escolhido, mas em geral, o prazo para inscrição é até fevereiro.

Na pós-graduação, o processo é semelhante: é preciso escolher o curso e verificar os requisitos específicos (que geralmente incluem histórico, carta de motivação, carta de recomendação e projeto de pesquisa).

Mas vale notar que há muitos cursos de pós-graduação que são ministrados em inglês também. Nesse caso, é necessário comprovar proficiência por meio de exames como TOEFL ou IELTS. O prazo também costuma ser até fevereiro para as inscrições. A universidade tem uma ferramenta específica para ajudar alunos de pós-graduação interessados em estudar lá.

Custos e bolsas de estudo

Para estudantes de graduação, a Universidade de Montreal estima um custo de cerca de 12 mil dólares canadenses por trimestre de estudo, o que equivale a cerca de R$ 50 mil na conversão direta. O valor exato varia de acordo com o plano de estudos do aluno e com os cursos escolhidos.

Na pós-graduação, os custos são um pouco menores — aproximadamente 9,5 mil dólares canadenses por trimestre (R$ 40 mil), variando novamente conforme o plano de estudos. A isso, deve-se somar também os custos de vida em Montreal, que a universidade estima ser de cerca de 14 mil dólares canadenses (ou R% 59 mil) por ano.

Há, no entanto, diversas bolsas de estudo para candidatos estrangeiros, oferecidas tanto pela universidade como pelo governo canadense. Conheça aqui as diferentes bolsas de estudo.

Ex-alunos famosos da Universidade de Montreal

Entre ex-alunos e professores de destaque, estão Philippe de Gaspé Beaubien, fundador e CEO da Telemedia; Louis Chênevert, CEO da United Technologies Corporation; e Roger Guillemin, que recebeu o prêmio Nobel de Medicina em 1977.

Quer saber mais

Desde 2013, a  universidade tem um grupo no Facebook para dar informações e auxiliar candidatos brasileiros interessados na escola. Esse outro grupo reúne brasileiros que estudaram em universidades canadenses. Já neste link você encontra informações em portugês sobre a universidade e seus processos seletivos.

Leia também:

Os prós e contras de estudar no Canadá
Toronto ou Vancouver? Onde estudar no Canadá

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia