Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

30.10.15

“Muitos disseram que eu não seria aceita”, diz ex-aluna de Harvard

"Muitos disseram que eu não seria aceita", diz ex-aluna de Harvard

A engenheira Mariane Hotta conta como é estudar em Harvard e dá detalhes sobre o processo de seleção da universidade. "Você tem que confiar em si mesma!"

Trabalhar a auto estima é o primeiro passo para quem quer ser aprovado em um MBA de excelência no exterior, segundo a engenheira Mariane Hotta, de 34 anos, bolsista da Fundação Estudar e ex-aluna de MBA em Harvard. “Quando coloquei Harvard como a minha 1ª opção de escola, muitos achavam que eu não iria conseguir. Até um consultor de estudos no exterior chegou a se recusar a me orientar para Harvard porque dizia que eu não tinha o perfil”, conta.

O que ela fez? Procurou outro orientador e se motivou ainda mais. “Você tem que ser a 1ª pessoa a acreditar em si mesma. Você vai passar por muitos altos e baixos e em muitos momentos vai achar que não vai conseguir, que não tem histórias boas o suficiente. Mas todo mundo tem uma história bacana. Muitas vezes, é só questão de contá-la da maneira certa”, considera.

Mariane construiu sua carreira na área de consultoria, trabalhando na A.T. Kearney. Hoje, é diretora financeira da empresa de sua familia, ajudando na reestruturação do negócio. Em conversa com o Estudar Fora, ela conta que desde a graduação, quando cursava Engenharia de Produção na USP, tinha vontade de fazer um mestrado no exterior. Mas pondera que, se avaliasse apenas o custo financeiro dessa experiência – que pode chegar a 200 mil dólares entre mensalidade da escola e gastos para se viver o exterior -, talvez não tivesse feito as malas. “Se você fizer uma análise puramente financeira e racional, colocando no papel os gastos que terá e quanto deixará de receber em salários no período de estudos, financeiramente não vale a pena”, afirma. “Mas eu, particularmente, nunca fiz esse cálculo de dinheiro justamente porque acho que os maiores benefícios do MBA você não consegue mensurar assim, que são as experiências de vida e o crescimento pessoal”.

Quando questionada se o investimento de tempo e dinheiro valeu a pena, ela não hesita: “Tinha altas expectativas quando fui para Harvard e elas foram correspondidas e superadas”.

Assista aos vídeos a seguir em que ela fala sobre a decisão de estudar fora e como conduziu todo o processo de application (candidatura). Além disso, ela conta como são as aulas em Harvard, quais as atividades extracurriculares à disposição dos alunos, e dá dicas para quem também quer cursar um MBA em uma escola de excelência. Assista:

Por que você decidiu fazer um MBA no exterior?

Como você se preparou para o processo de application de Harvard?

Como foi o processo de escrita das essays (redações), etapa fundamental da candidatura?

Você visitou as duas universidades em que foi aprovada, a Kellogg School of Managment e a Harvard Business School. O que achou de cada uma delas?

“Muitos achavam que eu não iria conseguir”

Quais eram os seus objetivos com o MBA? Eles foram atingidos?

Como é estudar em Harvard? 

Quais são as atividades extraclasse em Harvard?

Como você pagou pelo seu MBA em Harvard? Fez financiamento?

Quais são as orientações que você dá para quem sonha em fazer um MBA fora?

Leia também:
O passo a passo do application para o MBA no exterior
Guia online e gratuito de MBA no exterior
“Contraí uma dívida de 25 anos para pagar meu MBA em Harvard”

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas