Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

04.07.16

Alemanha possui mais de 800 programas de mestrado em inglês

mestrado em inglês na Alemanha

Muitas pessoas não pensam em estudar na Alemanha devido à dificuldade do idioma. Mas será que o alemão é realmente uma barreira?

Por Mellany Prawda, do TIPPS

 

Segundo o relatório “Wissenschaft Weltoffen” publicado em 2015 pelo DAAD, a Alemanha 867 programas de mestrado em idiomas estrangeiros – sendo 848 deles em inglês. Esse número total é indicativo da vocação internacional da Alemanha em matéria de estudo e mostra que existem (muitas!) oportunidades para pessoas que não falam alemão.

As possibilidades são inúmeras desde a graduação até o pós-doutorado. Muitas universidades públicas e instituições de ensino privado oferecem cursos de alta qualidade totalmente em inglês. Exemplos são programas em agronegócios, economia e design, no bacharelado; em direito, negócios, matemática, desenvolvimento urbano, computação, engenharia, e biomedicina, no mestrado; e em ciências sociais e ciências naturais, no âmbito do doutorado.

Confira seis países em que é possível estudar de graça – ou quase

É importante mencionar que os cursos de bacharelado e de mestrado oferecidos em inglês possuem também um currículo internacional e os trabalhos de conclusão desses cursos são escritos na língua inglesa. No caso do doutorado, é frequente a possibilidade de se pesquisar e escrever a tese em inglês, ante a necessidade de divulgação das pesquisas realizadas para a comunidade internacional.

Alguns programas internacionais oferecem a possibilidade de obter um diploma duplo, iniciando e/ou finalizando os estudos na Alemanha com a realização de alguns semestres em outros países. Assim, você pode combinar estudos em inglês e/ou em alemão na Alemanha com outros idiomas, tais como como francês, italiano, polonês, português, russo e espanhol.

Na Internet, você consegue procurar oportunidades de estudo e de pesquisa na Alemanha em outros idiomas que não o alemão. Um exemplo é a base de dados do DAAD, a qual fornece informações gerais sobre os cursos e os idiomas em que são oferecidos. Outra possibilidade é realizar uma pesquisa diretamente no site das universidades ou das instituições, caso você já conheça alguma. Alguns exemplos de faculdades com um grande número de programas em inglês são TU Munich, HU Berlin e a Universidade de Erlangen-Nuremberg.

Em resumo, a dica do TIPPS é: não exclua a possibilidade de estudar na Alemanha por você não falar alemão. Procure cursos em inglês ou em outro idioma na sua área e, claro, aproveite a oportunidade para também aprender ou aprimorar o alemão. Com certeza, esse aprendizado vai te ajudar, seja na vida acadêmica, seja fora dela.

Sobre esse assunto o TIPPS te dá dicas numa próxima vez. Fique de olho e bis dann!

 

* Foto: Regional and University Library Dresden / Crédito: Stephan Herz CC BY-2.5

 

Sobre a autora

melanie colunistaMellany Prawda é advogada e consultora jurídica, mestre em direito e em negócios pela Bucerius Law School e pela WHU – Otto Beisheim School of Management. Foi bolsista da Fundação Alexander von Humboldt e da Fundação Joachim Herz. Também é a idealizadora do TIPPS, uma página destinada à divulgação de oportunidades de estudos e de pesquisa na Alemanha, com dicas e esclarecimento de dúvidas sobre diferentes editais e programas.

 

Leia também:
Brasileira conta como conseguiu bolsa integral na Alemanha… sem falar alemão
Passo a passo para encontrar cursos de graça na Alemanha
Mapa mostra cursos em inglês nas 1.000 melhores universidades do mundo

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas