Inicio Inglês foi a língua mais estudada no mundo e asiáticas estão em alta, mostra Duolingo

Inglês foi a língua mais estudada no mundo e asiáticas estão em alta, mostra Duolingo

0
Inglês foi a língua mais estudada no mundo e asiáticas estão em alta, mostra Duolingo
Foto: Engin Akyurt

Inglês, Espanhol, Francês, Alemão e Japonês foram as 5 línguas mais estudadas no Duolingo, maior plataforma de idiomas do mundo, ao longo de 2021. Os dados foram apresentados no Relatório de Línguas 2021 da empresa (disponível aqui), divulgado em dezembro. O português ocupou a 10ª posição entre as línguas mais estudada por não nativos, sendo mais procurado nos Estados Unidos, México, Colômbia e Argentina.

O Brasil acompanhou a tendência mundial, o inglês foi o idioma mais estudado em 120 países. Entre os mais de 30 milhões de usuários brasileiros, 60% estudam a língua inglesa. De acordo com o relatório, os principais motivos que fazem com que este seja o mais estudado no Brasil, são para reforço escolar (32,7%), viagem (20%) e trabalho (15,8%).

 

 

Leia também: Como aprender idiomas de graça com o Duolingo

“O Brasil apresentou tendências muito curiosas, como o turco sendo a língua que mais cresceu e “viagem” sendo um dos principais motivos para se aprender um idioma”, afirma Analigia Martins, diretora de marketing do Duolingo no Brasil.

Idiomas mais estudados no Brasil

Depois do inglês, os idiomais mais estudados no Brasil na plataforma foram o Espanhol, Francês, Italiano e Português. O relatório também apontou que as línguas que tiveram maior crescimento entre os brasileiros foram o Turco, Japonês, Chinês, Coreano e Árabe.

De acordo com o documento, o motivo para o Turco ter o maior crescimento foi “provavelmente graças à grande popularidade das novelas e filmes da Turquia no país”. Já o crescimento do japonês pode ter relação com as Olimpíadas do Japão de 2020.

Leia também: Como aprender Espanhol online e tirar o certificado de fluência

O aumento da procura pelo chinês acompanha o crescimento da China, que deve passar os Estados Unidos e se consagrar como maior economia do mundo nos próximos anos. O crescimento da procura pelo coreano está relacionado à expansão da cultura da Coreia através do K-Pop, K-dramas, além de filmes e séries do país.

A procura pelo Árabe, por outro lado, pode estar relacionada à forte presença das comunidades árabes por todo o país, principalmente nas regiões Sudeste e Nordeste. De acordo com dados da Anba (Câmara de Comércio Árabe Brasileira), árabes e descendentes representam 6% da população brasileira.

Estudo de idiomas no mundo

Os dados divulgados no relatório anual foram obtidos com os 500 milhões de usuários do Duolingo em todo o mundo, que estudam os 40 cursos de línguas disponíveis gratuitamente na plataforma. O estudo apontou o crescimento da procura por línguas do leste asiático, como o japonês, coreano e chinês, tendência que acontece também no Brasil.

Além disso, a procura por idiomas com menor oferta de cursos também se destacou. “nossos dados mostram que os alunos estão mais interessados ​​em estudar idiomas por motivos pessoais, culturais e de entretenimento – o que os levou a estudar idiomas mais diversos”, afirma o relatório.

Leia também: Duolingo English Test: conheça a prova de inglês que é aceita até em Harvard

De acordo com o documento, “os idiomas que mais ocupam o segundo lugar em cada país estão se tornando cada vez mais diversificados, em 2021, antigos favoritos como francês, espanhol e alemão são somados a duas novas adições a esta lista: finlandês e guarani”.

O dados mostram que muitos estudantes utilizam a plataforma para melhorar o próprio idioma. O finlandês foi o segundo idioma mais estudado na Finlândia, da mesma forma, no Brasil o português foi a língua mais procurada. Confira o relatório completo no link (disponível aqui).

Leia também:
9 dicas para estudar idiomas em casa
Como aprender inglês online e de graça;
Como aprender Francês online e tirar o certificado de fluência;
Como aprender Espanhol online e tirar o certificado de fluência;
Os melhores cursos e apps para aprender alemão online de graça.

 

 

 

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia