Um Projeto: Fundação Estudar
Executive Assessment

O que é o Executive Assessment (EA), teste para candidatos a MBA Executivo

Por Colunista do Estudar Fora
22.10.2018

Ana Virginia Kesselring, especialista na preparação de candidatos para graduação e pós no exterior, explica tudo sobre o exame de admissão semelhante ao GMAT


Você já conhece o novo teste de admissão para MBA Executivos ao redor do mundo? Trata-se do Executive Assessment ou simplesmente EA da GMAC (Graduate Management Admission Council), a mesma empresa que realiza o GMAT.

O EA foi criado para atender às demandas de alguns cursos de negócios seletos ao redor do mundo. A avaliação é bem similar ao GMAT, porém, é mais curta. Aceito em cursos de negócios de universidades como o MIT, Berkeley, Columbia Business School, Insead e London Business School (a lista completa de instituições que o aceitam pode ser vista aqui), o teste, de maneira geral, avalia suas habilidades de negócios e a preparação necessária para cursar um MBA executivo no exterior na língua inglesa.

Afinal, como funciona o Executive Assessment (EA)?

O formato do teste – com tempo total de 90 minutos – é composto por 3 áreas: Integrated Reasoning, Verbal Reasoning e Quantitative Reasoning (Lógica, Inglês e Matemática). Não há redação, nem geometria. A pontuação vai de 100 a 200 pontos, sendo que as três áreas têm o mesmo peso do total. A estrutura completa do exame pode ser acessada nesta página.

O valor do EA é de U$ 350.00 e ele pode ser realizado em São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e no Rio de Janeiro. A inscrição deverá ser feita no site do teste e poderá ser paga com cartão de crédito internacional.

 

Leia também: E-book: Tudo que você precisa saber sobre o GMAT

Qual a diferença entre o EA e o GMAT?

A grande diferença entre os exames é que o EA é adaptativo por seção, e não por questão como o GMAT.  Assim, você poderá ir e vir dentro de uma mesma seção e escolher as questões da forma que for mais fácil e conveniente. Se você já fez o GMAT, sabe que a sessão de Integrated Reasoning é menos importante que a Quantitative e a Verbal. Já no EA, as três seções têm o mesmo peso.

Em relação ao score, para uma boa pontuação é preciso atingir por volta de 150 pontos, considerado ótimo para ser aprovado em algum destes programas executivos de MBA. No entanto, o aluno deve manter um equilíbrio de notas entre as seções. O cálculo da pontuação é feito através de uma escala de pontos que vai de 0-20 para cada seção, isto é, um total de 0-60 é transformado em uma escala para scores entre 100 e 200, em geral.

Thais Cabral, que inicialmente procurava uma preparação para o GMAT optou por se preparar para o EA com a Virginia Center School, escola especialista em preparatórios para exames internacionais em inglês, pois percebeu que poderia se preparar mais rapidamente (já que o teste não tem redação, nem geometria). A estudante achou o teste bem dinâmico e extremamente rápido, porém, encarou a prova com estratégias específicas. Foi o que lhe rendeu a aprovação no programa Global Executive do Insead, para o qual embarca no fim deste mês.

Simulado do EA no site

Você está planejando fazer um MBA Executivo? O ideal é começar a se preparar e a se familiarizar o quanto antes com o Executive Assessment, principalmente para encarar as seções de matemática e inglês. A boa notícia é que o próprio site do GMAC oferece que uma ferramenta de prática do EA: um banco de 300 questões que simulam o teste. Há também um plano de estudo para que você possa realizar todas as questões até a data da prova. Bom estudo!

Sobre a autora

Ana Virginia Kesselring é administradora de empresas com especialização em Psicopedagogia Clínica e Educacional e tem mais de 15 anos de experiência no ensino de idiomas. É diretora e proprietária da Virginia Center School, uma instituição de ensino de idiomas especializada em preparar estudantes para o TOEFL, o SAT, o GRE e o TOIEC.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d