Um Projeto: Fundação Estudar
Neagheen Homaifar, diretora da Universidade Minerva

“Brasileiros são candidatos extremamente interessantes”, diz diretora da Universidade Minerva

Por Nathalia Bustamante
09.01.2018

Diretora de admissões da instituição afirma que cenários de incerteza e menos oportunidades tornaram brasileiros mais resilientes e criativos. Confira!


Aproximadamente 75% dos alunos matriculados na Universidade Minerva vêm de países de fora dos Estados Unidos. Só no ano passado, a instituição – que leva seus alunos a 7 cidades diferentes durante os quatro anos da graduação – recebeu cerca de 25 mil candidaturas. Isso faz com que a diretora de admissões da Universidade, Neagheen Homaifar, tenha tanto amostragem quanto experiência prática para falar sobre diferentes perfis de estudantes no processo seletivo.

Em uma entrevista exclusiva para o Estudar Fora, Neagheen afirmou que os brasileiros podem ser candidatos extremamente interessantes, do ponto de vista de uma admissão holística como a adotada pela instituição. “A inflação, a incerteza econômica e política, menos oportunidades, entre outras características, fez com que se tornassem mais resilientes, criativos e rápidos tomadores de decisões”, explicou.

Ela, que também apontou os principais desafios dos brasileiros em processos de application, explicou como os candidatos são avaliados e o passo a passo do processo seletivo. A entrevista completa pode ser conferida abaixo.

Universidade Minervaem parceria com a Fundação Estudar, está oferecendo uma bolsa de estudos integral, que cobre os 4 anos do curso de graduação na instituição. A bolsa inclui os custos de anuidade e moradia do estudante, podendo chegar a 40 mil dólares, para estudantes aceitos para começar suas aulas em setembro de 2018.

A candidatura para a universidade pode ser feita em rounds, e o próximo prazo se encerra em 15 de janeiro de 2018. Aproximadamente 80% dos alunos matriculados na instituição recebem algum tipo de ajuda financeira.

 

EF: De que forma o processo de seleção da Minerva é diferente do de tradicionais universidades americanas?

NH: Somos diferentes de algumas maneiras importantes. A Minerva seleciona os indivíduos com base em suas habilidades únicas e não onde nasceram. Isso significa que não tomamos decisões com base em quanto ganha a família de um candidato ou de onde ele é. Os candidatos não são comparados com ninguém – apenas aos nossos rigorosos critérios para admissão.

Os candidatos também notarão que não temos taxa de inscrição e que não requisitamos testes padronizados tradicionais, como o SAT ou ACT. Isso é porque pretendemos remover as barreiras às oportunidades tanto quanto possível, especialmente aquelas que não são bons filtros para inteligência ou potencial. Em vez disso, desenvolvemos um conjunto de avaliações cognitivas e não cognitivas que nos ajudam a determinar como um candidato realmente pensa.

Por fim, nosso processo de admissão também é need-blind, o que significa que não revisamos o status financeiro de um candidato enquanto fazemos uma decisão de admissão. Aproximadamente 80% dos nossos alunos matriculados recebem algum tipo de ajuda financeira, e quase 75% deles vêm de países fora dos Estados Unidos. Isso significa que, independentemente de onde você vem, você tem as mesmas oportunidades de ser admitido na Minerva e as mesmas oportunidades de receber assistência financeira, se sua família demonstrar necessidade. Infelizmente, este não é o caso na maioria das nossas instituições pares.

Quais são os principais pré-requisitos para candidatos? E para estudantes que pedem transferência de outras universidades? 

Os candidatos devem ter se formado no ensino médio no momento em que se matricularem na Minerva. Isso significa que, se um estudante está se candidatando para iniciar as aulas na Minerva no outono de 2018 (calendário americano), eles precisam ter se formado até setembro de 2018. É comum que os candidatos ainda estejam cursando o colegial quando se candidatam à Minerva. Desde que eles tenham previsão de se formar antes de setembro de 2018, eles são elegíveis a se inscrever.

Como os estudantes de transferência já estão na universidade, não há requisitos adicionais para se candidatar à Minerva. O processo de inscrição nesses casos é muito semelhante ao dos candidatos que vêm do ensino médio – a única diferença é que eles devem enviar o histórico escolar da universidade, além do histórico escolar do ensino médio.

Você poderia nos explicar brevemente o processo de candidatura passo a passo? 

Temos um processo de três partes. Para começar, acesse o site da Minerva para completar o primeiro passo. Na Parte Um, os candidatos nos apresentam uma visão geral do desempenho acadêmico e de suas realizações. Nas Partes Dois e Três, buscamos mais detalhes que nos ajudam a estabelecer a multidimensionalidade de um candidato como aluno e como membro da comunidade.

Na Parte Dois, pedimos aos candidatos que completem seis avaliações on-line desenvolvidas pela Minerva. Isso levará cerca de 1,5 horas para ser concluído. Não há necessidade ou maneira de estudar para estes testes, então os candidatos só precisam se certificar de que têm uma boa conexão com a internet e estão em um ambiente onde podem se concentrar ao realizá-los.

Os alunos podem sentir que estão sendo arrogantes quando pedimos que eles forneçam detalhes específicos. Recomendamos que não se sintam assim! Não estamos julgando você por nos fornecer respostas às nossas perguntas.

Na Parte Três, pedimos aos candidatos que nos forneçam mais detalhes sobre suas realizações e conquistas dentro e fora da sala de aula. Queremos saber sobre o seu desempenho acadêmico ao longo dos últimos três anos e sobre realizações ou atividades em que você investiu tempo fora da sala de aula. Os candidatos podem fornecer até seis exemplos de realizações  e conquistas – nossos candidatos mais bem sucedidos compartilham  de 4-6 realizações e fornecem informações bastante detalhadas sobre elas.

O processo todo pode demorar apenas 3 horas e meia, mas a maioria das pessoas leva alguns dias para completar o application, especialmente se suas escolas precisam de tempo para enviar os históricos escolares ou se os candidatos precisam de tempo para pensar mais profundamente sobre o que eles gostariam de compartilhar com a Minerva.

Como você identifica “curiosidade, determinação e potencial de sucesso” em um candidato? 

Encontrar essas qualidades em estudantes de todo o mundo é o que torna nosso papel no time de Admissões tão interessante. Os jovens são impressionantes e, na maioria dos casos, eles nem sabem disso.

Temos várias formas proprietárias de identificar e avaliar essas categorias. Elas são derivadas das informações enviada na Parte Dois e Três do processo de admissão: Desafios, Realizações e Desempenho Acadêmico. Também recebemos contribuições de nossas equipes regionais que podem fornecer contexto sobre atividades e organizações em que os alunos participam e por que são significativos.

Leia também: Tudo que você precisa saber sobre graduação no exterior

Ao longo dos anos, recebemos mais de 50.000 applications de mais de 170 países (no ano passado, recebemos cerca de 21 mil applications, mais do que o MIT e Dartmouth). Por isso, desenvolvemos uma extensa base de dados do ensino médio e familiaridade com diferentes sistemas educacionais e instituições ao redor o mundo, o que nos permite contextualizar diferentes sistemas de classificação e experiências.

Nós também buscamos cuidadosamente características como resiliência e a capacidade de ir além do esperado. Lembre-se de que nossos alunos vivem em sete cidades globais, mas muito diferentes, e que precisam se adaptar constantemente, além de experimentar exigências acadêmicas rigorosas. Queremos que nossos alunos tenham sucesso e, portanto, somos muito meticulosos ao analisar cada candidato.

O que é “matrícula ilimitada” e como ela afeta a forma como os candidatos são avaliados? 

Matrícula ilimitada significa que cada candidato é avaliado com base em si mesmo, e não em comparação direta com outros candidatos. Isso significa que se um candidato atende aos nossos critérios, ele será admitido, independentemente da nacionalidade, gênero, diploma a ser escolhido ou da força do grupo de candidatos daquele ano. Por isso, as chances de ser admitido se o candidato aplicar no período Early Action, Regular Decision I ou Regular Decision II são as mesmas.

A estrutura do nosso processo de admissão garante que sejam admitidos todos os estudantes qualificados para a Minerva, assegurando a construção de uma comunidade verdadeiramente diversificada, porque não rejeitamos com base em fatores que você não pode controlar, como o lugar em que você nasceu.

Quais são os maiores erros cometidos pelos brasileiros no application? E quais são os seus pontos fortes?   

Eu não os descreveria como erros, mas genericamente falando, brasileiros e muitos outros candidatos que não estão acostumados a se candidatar a instituições educacionais americanas, serão desafiados em relação à quantidade de detalhes que eles fornecem na seção de Realizações (Accomplishments). Os alunos podem sentir que estão sendo arrogantes quando pedimos que eles forneçam detalhes específicos. Recomendamos que não se sintam assim! Estamos pedindo detalhes porque nos ajudam a entender melhor a realização – não estamos julgando você por nos fornecer respostas às nossas perguntas.

O outro desafio que vejo é o conforto com o inglês. Todo o processo de admissão é em inglês, e algumas vezes os candidatos respondem em português. Como o programa da Minerva é realizado em inglês, exigimos que o application (além do formulário preenchido por sua escola) sejam completados em inglês também.

Quanto aos pontos fortes, os brasileiros, em geral, tiveram muitas experiências em suas vidas, o que pode torná-los candidatos extremamente interessantes. A inflação, a incerteza econômica e política, menos oportunidades, entre outras características, fez com que se tornassem mais resilientes, criativos e rápidos tomadores de decisões. Estas são grandes forças! Temos muitos brasileiros na Minerva e todos têm agregado muito valor às nossas aulas.

A Minerva oferece ajuda financeira para estudantes admitidos? Como funciona?

A admissão a Minerva é baseada no mérito e é need-blind. Da mesma forma, a elegibilidade para receber ajuda financeira é determinada inteiramente pela necessidade demonstrada pela família do aluno. Nós avaliamos imparcialmente a situação financeira de cada estudante admitido garantindo a igualdade de oportunidades, independentemente da etnia, nacionalidade ou gênero. Se você é admitido e demonstra necessidade financeira, oferecemos um pacote de ajuda que lhe permita participar – independentemente do país de onde você vem. Pacotes de ajuda financeira podem incluir empréstimo com juros baixos, oportunidades de estágio e bolsa de estudos com base em necessidades.

Também oferecemos bolsas de estudo em parceria com instituições educacionais que compartilham nossos valores, como a Fundação Estudar. Nos últimos anos, temos oferecido uma bolsa conjunta com a Estudar, de até US$ 40.000, para um estudante admitido que demonstre necessidade financeira.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d