Um Projeto: Fundação Estudar
formatura de estudantes de MBA

O que é melhor: MBA de um ou dois anos de duração?

Por TOP MBA
30.01.2017

Entre outros fatores, a média de idade da turma e o custo do programa são decisivos na hora de escolher a duração do MBA. Confira alguns dos melhores programas de um e dois anos!


Uma dúvida frequente entre candidatos a MBA no exterior é a escolha do programa com as características certas para o momento de vida e de carreira. Algumas variáveis são a geografia (América do Norte, Europa ou Ásia?) e a duração do MBA – especialmente no caso dos cursos full time, ou seja, intensivos, que podem durar de 1 a 2 anos.

Em geral, os programas mais curtos – concentrados especialmente na Europa – são destinados a candidatos com mais experiência de trabalho, que não pretendem mudar de indústria mas querem acelerar a carreira, e procuram por uma experiência acadêmica mais condensada e rápida. O fato de ficar apenas um ano fora do mercado de trabalho é considerado uma vantagem, além dos custos mais baixos.

Já as escolas que oferecem cursos de 24 meses costumam aceitar indivíduos mais jovens, com no mínimo 2 anos de experiência de trabalho (sem contar estágios), que aproveitam a duração do MBA para conhecer e testar diversas áreas de atuação. Um dos benefícios do programa mais longo é o tempo para construir uma fundação sólida em business, especialmente se você se graduou em uma área diferente. Além disso, é possível explorar um número maior de eletivas, se envolver em experiências práticas – incluindo viagens de estudo – e atividades extracurriculares, como engajamento em clubes, conferências, etc. O período de summer, que normalmente dura 3 meses, também é comumente aproveitado para empreender e/ou experimentar novas indústrias e empresas, e não é raro sair do mesmo com uma oferta de trabalho para ser iniciado logo após o programa. Há mais tempo para “validar” suas escolhas profissionais e também construir uma rede de contatos mais robusta caso o objetivo seja mudar de indústria e de país. A média de idade de candidatos internacionais nos MBAs de 24 meses é de 27-28 anos, enquanto este número sobe 2-3 anos nos cursos de 12 meses.

No meio termo, algumas escolas oferecem programas flexíveis, onde o candidato escolhe a duração do MBA de acordo com suas necessidades e interesses pessoais e profissionais. É o caso da London Business School, cujo curso pode durar 15, 18 ou 21 meses; e da ESADE, que oferece opções de 12, 15 ou 18 meses.

Confira abaixo uma lista (não exaustiva) de programas de 1 e 2 anos ou opções flexíveis na Europa e nos Estados Unidos. Alguns dos MBAs mais curtos têm deadlines até a metade do ano ou rolling admissions; ou seja, ainda é possível iniciar o curso em 2017 ou em Janeiro de 2018.

 

Programas de MBA com 1 ou 2 anos de duração

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Daiana Stolf é cientista por formação e escritora e coach por paixão. De mestre pela Universidade de Toronto (Canadá) a aluna de Gestão Estratégica na Universidade de Harvard (EUA), passando por cientista-doutoranda da EPFL (Suíça), em 2011 descobriu o prazer de guiar brasileiros curiosos e determinados a expandir seus horizontes através de cursos de pós-graduação nas melhores universidades do mundo. Ela é co-fundadora da TopMBA Coaching.

 

Leia também:
5 bolsas de estudos para MBA no exterior
MBA Executivo: universidade americana aposta em modelo flexível
Universidade oferece MBA de graça nos Estados Unidos

,

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d