Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

23.03.16

MBA além dos Estados Unidos: conheça opções de qualidade fora da rota

MBA Hong Kong

Programas de outros países não ficam para trás em qualidade! Conheça as opções e embarque em uma experiência cultural diferente!

Por Francine Zucco e Daiana Stolf, da TOP MBA

Milhares de estudantes internacionais buscam cursos de MBA nos Estados Unidos todos os anos em meio à diversidade de opções e especializações. São mais de mil cursos de MBA e o país é mundialmente reconhecido por ter os melhores programas. Segundo o Global MBA Ranking 2016 da Financial Times, dentre os 10 primeiros programas, 7 estão nos Estados Unidos. Apesar da ampla hegemonia americana, há programas fora dos EUA com características únicas e que podem ser ainda mais atrativos para quem busca qualificação profissional diferenciada.

A Europa, além de um destino turístico tradicional, atrai cada vez mais acadêmicos e profissionais e é certamente o segundo destino mais popular para um MBA. Os cursos europeus captam alunos com maior experiência profissional e diversidade cultural. Nesta última edição do ranking da Financial Times, o MBA  da escola de negócios francesa Insead desbancou Harvard e foi considerado o melhor do mundo. Com o slogan “The Business School for the World” o Insead é, de fato, uma escola global: a sede está na França e os outros dois campi em Singapura e Abu Dhabi. Ao contrário dos programas americanos, que geralmente duram dois anos, o MBA no Insead tem duração de 10 a 12 meses. São aproximadamente 80 nacionalidades diferentes em uma classe e o corpo docente é composto por 148 professores de 40 países. Alguma dúvida quanto ao caráter multicultural do programa?

A vida britânica pode oferecer muito mais que dias cinzentos e fish & chips. No Reino Unido, estão ainda outros dois programas top-10 globais: London Business School (3º lugar) e University of Cambridge: Judge (10º lugar). Enquanto o UK tem forte reputação em pesquisa e educação, outros países como Espanha, Suíça e Itália também figuram entre os top-30. Programas como o da IE Business School, do Instituto de Estudos Superiores da Empresa (IESE) e da Esade na Espanha, do International Institute for Management Development (IMD) na Suiça e da Bocconi na Itália são opções excelentes para quem busca, além do impulso na carreira com um MBA, mergulhar em uma cultura diferente.

Outra opção cuja procura por brasileiros tem aumentado consideravelmente é o Canadá. Nos últimos quatro anos, o número de candidatos a MBA com preferência por esse país triplicou. A boa qualidade e reputação dos programas e o preço mais acessível das universidades canadenses, especialmente com o dólar americano em alta, são alguns dos atrativos. Ainda, o país apresenta vantagens na imigração de casais e políticas de vistos de trabalho mais flexíveis para os estrangeiros que se formam a partir de universidades canadenses – o pedido de visto pode ser feito em conjunto e o acompanhante também adquire permissão para trabalhar. É uma ótima oportunidade para quem quer imigrar e aproveitar a qualidade de vida canadense. O MBA de Rotman (Universidade de Toronto) é considerado o melhor do país e está disponível em diversos formatos e duração. O segundo colocado no Canadá, o programa da Desautels da Universidade McGill, está em Montreal e permite uma experiência cultural franco-canadense. Outros programas de referência estão nas universidades de British Columbia (Sauder), Western University (Ivey) e Queen’s University (Smith).

Buscando uma experiência ainda mais única? Que tal um MBA na Ásia? Ano após ano, as Escolas de Negócios asiáticas estão se fortalecendo e ganhando reconhecimento mundial. China, Índia e Singapura oferecem os melhores programas de MBA e uma experiência cultural extremamente rica, além de uma vantagem competitiva na carreira. O conhecimento sobre a cultura e negócios da Ásia é cada vez mais valorizado e a possibilidade de iniciar a carreira no continente pode ser um grande salto profissional. Que tal sair da zona de conforto e encarar o dia-a-dia de cidades como Shanghai, Hyderabad, Hong Kong ou Singapura?

Independente do país ou escola de sua escolha, é importante sempre alinhar seus objetivos pessoais e profissionais com o que cada programa tem a oferecer. Pesquise, converse com professores e alumni, pratique autoconhecimento. Seja nos Estados Unidos, Espanha ou China, saia da sua zona de conforto e corra atrás de experiências transformadoras!

 

*Foto: Hong Kong à noite

 


 

Sobre as autoras:

Francine Zucco é bioquímica com mestrado Erasmus Mundus em Inovação, mas verdadeiramente entusiasta da área de educação. Após morar e estudar no Canadá, França, Irlanda e Itália, descobriu a sua paixão por viajar, conhecer diferentes culturas e por auxiliar estudantes a buscarem experiências transformadoras no exterior. Ela mantém estas paixões nutridas na TopMBA, onde atua como coach.

Daiana Stolf é cientista por formação e escritora e coach por paixão. De mestre pela Universidade de Toronto (Canadá) a aluna de Gestão Estratégica na Universidade Harvard (EUA), passando por cientista-doutoranda da EPFL (Suíça), em 2011 descobriu o prazer de guiar brasileiros determinados a fazer pós-graduação nas melhores universidades do mundo. É co-fundadora da TopMBA Coaching. 

 

Leia também:
Um médico no MBA de Harvard: saiba como ele fez esta transição de carreira
O fim dos MBAs? Grandes escolas de negócios estão revendo seus programas
IESE: a business school que tem a melhor educação executiva do mundo

 

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas