Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

06.07.15

Como alavancar sua carreira com um MBA fora do Brasil?

Como alavancar sua carreira com um MBA fora do Brasil?

Beleza Chan, estudante da Universidade de Pequim, conta o que seu MBA oferece para ajudar os alunos a avançarem profissionalmente. Confira!

Aqui na China, em geral, as oportunidades são passadas de ex-alunos para atuais, especialmente porque muitos dos ex-alunos já possuem cargos altos em grandes empresas no país

O principal objetivo ao fazer um MBA fora do Brasil é o desenvolvimento professional,certo? Então, nada mais importante do que saber se o MBA de seu interesse possui as ferramentas necessárias para te ajudar a alcançar o seu objetivo de carreira. O meu MBA oferece algumas ferramentas, como:

Career Center: assim como em faculdades norte-americanas, o Career Center da minha faculdade auxilia os alunos de MBA na busca por oportunidades profissionais. Aqui na China, em geral, as oportunidades são passadas de ex-alunos para atuais, especialmente porque muitos dos ex-alunos já possuem cargos altos em grandes empresas no país. E eles possuem um vínculo bem forte com a faculdade. Além disso, o Career Center oferece serviços de aconselhamento, entrevista e revisão de currículos. Obviamente, eles adaptam tudo ao mercado chinês, o que ajuda nós, estrangeiros, a não cometer gafes.

Estágios: o Career Center divulga várias oportunidades de estágio. A dificuldade para o estrangeiro é a barreira do idioma. Muitas empresas requerem que o estagiário fale Mandarim porque os projetos são regionais, ou porque os superiores da empresa não falam inglês. Isso acaba diminuindo a quantidade de oportunidades, mas há sim algumas vagas a quem não fala mandarim. Eu achei uma dessas vagas. Trabalho numa multinacional francesa com escritório em Pequim. A minha chefe lidera projetos globais, então tudo o que eu faço é em inglês. Pelo fato de eu trabalhar com um time internacional, não só eu aprendo um pouco da cultura corporativa na China, mas também do resto do mundo. Após o estágio, como a empresa é multinacional (inclusive com escritórios no Brasil), é possível receber uma proposta de trabalho. Existem várias oportunidades para estudantes internacionais, desde que sejam qualificados. Muitas empresas chinesas querem expandir, melhorar seus processos, criar produtos, e a perspectiva de um estrangeiro é extremamente valiosa para elas.

De início, parece ser muito difícil pensar em desenvolver uma carreira na China, um país onde a cultura e o idioma são tão diferentes, mas um MBA ajuda bastante nessa colocação profissional

In-Company Consulting Project: um dos requerimentos do MBA é um projeto de consultoria para uma empresa chinesa (ou que está estabelecida aqui). Esse projeto é muito interessante porque você está resolvendo o problema que a empresa tem. Assim, acaba expondo seu potencial para a organização, o que pode levar, muitas vezes, a uma oferta de trabalho no fim da consultoria. Esse projeto é extremamente valioso especialmente aos que querem mudar de área profissional. O estrangeiro tem mais uma oportunidade de interagir em um ambiente corporativo chinês e aprender as dificuldades pelas quais uma empresa chinesa passa.

Networking: o networking acontece dentro e fora do MBA. A faculdade oferece inúmeras palestras tanto em mandarim quanto em inglês. Os palestrantes são pesquisadores, diretores de empresa, professores de faculdades renomadas ao redor do mundo. Fora da faculdade, tem Pequim, uma “pequena” cidade de mais de 20 milhões de habitantes, com uma comunidade vibrante de estrangeiros. Não faltam grupos para conhecer pessoas das mais diversas áreas e nacionalidades.

De início, parece ser muito difícil pensar em desenvolver uma carreira na China, um país onde a cultura e o idioma são tão diferentes para quem vem do ocidente, mas um MBA ajuda bastante nessa colocação profissional. O MBA dá a estrutura e a rede de contatos para que seja possível continuar, começar ou recomeçar sua trajetória profissional. Uma rede de contatos poderosa é a chave para se ter sucesso na China, um país à base do “who you know, not what you know”.  Portanto, acredito ser extremamente importante, especialmente se você vier à China, escolher um MBA com uma rede de contatos forte. Esse é um dos segredos para avalancar sua carreira!

*Foto: entrada da Peking University/ crédito: Divulgação

_____________________________________________________________________

Beleza Chang editadoBeleza Chan (sim, o nome dela é Beleza, mas ela prefere ser chamada de Bel!) é formada em Sociologia pela Universidade da California – Berkeley, e atualmente mora na China. Lá, cursa MBA na Universidade de Pequim, estuda mandarim, e estagia nas áreas de marketing internacional e recrutamento de talentos. Ela já tabalhou na área de educação nos EUA e no Brasil. É paulistana, mas já passou um terço de sua vida fora do país. Sempre que possível, viaja para destinos inusitados como Patagônia (Argentina), Cabo Norte (Noruega) ou Angkor Wat (Camboja). Ao contar sua experiência na China, espera que mais brasileiros considerem o país como opção para seus estudos. Saiba mais sobre o MBA na Universidade de Pequim.
Acesse aqui a página do curso no Facebook.

Leia também:
Como são as aulas de um MBA na China?

Já pensou em fazer um MBA na China? Comece a considerar a possibilidade!
China domina ranking de melhores universidades em países emergentes

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas