Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

01.05.15

Como são as aulas de um MBA na China?

Como são as aulas de um MBA na China?

Beleza Chang, estudante da Universidade de Pequim, fala sobre pontos positivos e negativos de seu curso de pós-graduação

Acredito que todos os MBAs seguem grades parecidas. Aqui, tenho aulas de Economia, Finanças, Liderança, Contabilidade, Inovação, Marketing e outras. O curso é todo em inglês. Então, acredito que as grandes diferenças são a estrutura do programa, meus colegas, professores e, claro, o fato de estar na China.

Vantagens de cursar MBA na China

Honestamente, acho que o meu MBA “mima” os alunos demais, mas também não vou reclamar. Tem café, chá, biscoitinhos e frutas todo dia. Também já ganhei mochila, garrafa térmica, chapéu e cartões de visita. Minha turma tem apenas 50 alunos e temos uma coordenadora que cuida de tudo o que precisamos. Eu nunca tive um tratamento assim em nenhuma outra instituição de ensino! Mas deve ser porque o grupo é pequeno. Os professores e coordenadores conhecem todos os alunos. Não sei se outros MBAs na China são assim, mas estou impressionada com a hospitalidade do meu.

As matérias desse MBA duram de duas a três semanas, o que permite que professores excelentes venham até a China lecionar

Em termos acadêmicos, como algo que virou padrão em muitos MBAs, no meu também há case studies (estudos de caso). A grande diferença aqui é a cultura acadêmica. Na cultura chinesa, dentro da sala de aula o professor é visto muitas vezes como o ‘dono da verdade’ e o aluno, desde pequeno, é educado a não questionar autoridade. Isso é traduzido em pouca participação dentro da sala de aula, o que não enriquece tanto o uso de case studies.

A turma também não é tão disciplinada como muitos poderiam acreditar: há sempre alguém querendo colar e outros que não contribuem com os trabalhos em grupo. Mas ninguém fala mal porque não quer prejudicar o outro.

A melhor parte desse programa são os professores. Como já disse em colunas anteriores, as matérias desse MBA duram de duas a três semanas (muito intensas!), o que permite que professores excelentes venham até a China lecionar. Atualmente, estou cursando uma optativa chamada Negotiation Skills com David Venter, um sul-africano que trabalhou diretamente com opresidente Nelson Mandela por mais de uma década. De todos os professores que tive até agora, ele é o que melhor sabe mesclar conteúdos teóricos e práticos. Além disso, é uma pessoa fantástica, humilde, cheia de história para contar tanto do mundo corporativo quanto do público.

Estar na China é ter acesso a inúmeras oportunidades para se desenvolver profissionalmente. No fim de semana fui a um jantar de networking onde conheci o diretor de marketing do Evernote aqui no país. Não falta oportunidade para conhecer alguém que acabou de abrir uma startup, que está desenvolvendo seu próprio negócio ou expandindo a empresa internacionalmente. Dá muita vontade de agarrar todas as oportunidades que aparecem!

Apesar dos pontos negativos que citei, o MBA na China está superando minhas expectativas. Confesso que é preciso correr atrás das oportunidades, mas quem disse que coisa boa é fácil de encontrar? Acredito que o mais importante é a experiência fora da sala de aula e isso aqui tem de sobra.

Boa sorte na busca pelo seu MBA!

_____________________________________________________________________

Beleza Chang editadoBeleza Chan (sim, o nome dela é Beleza, mas ela prefere ser chamada de Bel!) é formada em Sociologia pela Universidade da California – Berkeley, e atualmente mora na China. Lá, cursa MBA na Universidade de Pequim, estuda mandarim, e estagia nas áreas de marketing internacional e recrutamento de talentos. Ela já tabalhou na área de educação nos EUA e no Brasil. É paulistana, mas já passou um terço de sua vida fora do país. Sempre que possível, viaja para destinos inusitados como Patagônia (Argentina), Cabo Norte (Noruega) ou Angkor Wat (Camboja). Ao contar sua experiência na China, espera que mais brasileiros considerem o país como opção para seus estudos.

Saiba mais sobre o MBA na Universidade de Pequim.
Acesse aqui a página do curso no Facebook.

Leia também:
Já pensou em fazer um MBA na China? Comece a considerar a possibilidade!
China domina ranking de melhores universidades em países emergentes
Os 100 melhores MBAs do mundo

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT