Inicio Quantidade de alunos de baixa-renda e minorias étnicas dobra na Universidade de Oxford

Quantidade de alunos de baixa-renda e minorias étnicas dobra na Universidade de Oxford

0
Quantidade de alunos de baixa-renda e minorias étnicas dobra na Universidade de Oxford

A porcentagem de alunos de baixa-renda e pertencentes às minorias étnicas na Universidade de Oxford dobrou nos últimos 5 anos. Ao todo, a representação de estudantes desses grupos passou de 8,2% para 15,9% nesse período, de acordo com o relatório anual da instituição. 

Os dados mostram que no ano letivo 2020/21, o número de alunos vindos de escolas públicas chegou a 68,6%. Negros, asiáticos e outras minorias étnicas corresponderam a 23,6%, já alunos PcD (Pessoa com Deficiência) é de 10,4%. A meta da Universidade de Oxford é que esses grupos representem 25% do corpo estudantil até 2023. Em 2020, essa parcela corresponde à 18,8% do total.

Leia mais: De Harvard à Oxford: confira os melhores cursos online gratuitos

A preocupação em ampliar a variedade étnica na instituição se intensificou após a universidade publicar o relatório 2016/17. Na época, o baixo número de alunos de baixa-renda e pouca diversidade foi apontada como um problema pela comunidade educacional do Reino Unido. 

A partir de então, a Universidade de Oxford implantou medidas para aumentar a diversidade do corpo discente. Entre as mudanças adotadas, em 2020, foi lançado um curso focado em ensinar habilidades de estudo para alunos vulneráveis tentarem uma vaga na instituição, o Opportunity Oxford, além de bolsas de estudos para estudantes negros.

Além disso, durante a pandemia, a Universidade de Oxford enviou laptops e dongles wi-fi para garantir que todos os alunos tivessem acesso às aulas. 

Leia mais: Você passaria em uma entrevista para estudar na Universidade de Oxford?

Uma universidade internacional

A universidade de Oxford é uma das mais internacionais do mundo. Atualmente, um terço dos estudantes são de fora do Reino Unido, vindos de 150 países diferentes. Na graduação, 21% dos alunos são internacionais. 

Para manter esse corpo estudantil multicultural, a Universidade de Oxford oferece, anualmente, uma ampla variedade de bolsas. Além disso, para estudantes que podem pagar, ela possui opções de financiamento estudantil que permitem o pagamento em prestações a longo prazo. 

 

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia