Um projeto: Fundação Estudar

Intercâmbio

O que você precisa saber para ter uma experiência de estudos em outro país

27.07.16

Bolsistas brasileiros na Alemanha dão 5 dicas de como aprender o idioma

Bolsistas brasileiros na Alemanha dão 5 dicas de como aprender o idioma

Embora existam diversas oportunidades de cursos de inglês no país, saber o idioma local abre portas de pesquisa, estágio, trabalho e amizades. Confira as dicas!

Por Tasso Cipriano, do TIPPS*

No mês passado, nós te contamos que você não precisa saber alemão para estudar na Alemanha. Existem vários cursos e programas, acadêmicos ou não, em outros idiomas, especialmente em inglês.

No entanto, além de abrir portas para muitas outras oportunidades de estudo, de pesquisa ou até mesmo de trabalho, aprender alemão com certeza tornará o seu dia a dia na Alemanha muito mais fácil e te permitirá vivenciar a cultura alemã de uma maneira muito melhor.

Embora a população alemã geralmente fale inglês, na prática, isso varia muito conforme a idade e o nível de escolaridade das pessoas, assim como o tamanho da cidade. Pessoas mais jovens com formação universitária em cidades maiores, por exemplo, tendem a falar bem o inglês e mais algum outro idioma, como o francês ou o espanhol. Pessoas com mais idade e menor grau de escolaridade em cidades menores tendem a não falar ou falar muito pouco o inglês. Por essa razão, falar alemão é uma boa garantia para a sua comunicação na vida cotidiana!

Mas como, então, aprender esse idioma?

A nossa primeira dica é o aprendizado informal por meio de um intercâmbio na Alemanha (ou em outro país em que se fale alemão, como a Suíça ou a Áustria) – o que, para muitos, pode ser mais difícil e mais demorado.

Se você prefere um aprendizado mais formal, como um curso, existem muitas possibilidades. No Brasil ou na Alemanha, presencial ou à distância. A principal escola de alemão é o Goethe Institut, sediado em vário países do mundo. No Brasil, ele está presente em seis cidades: Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Evidentemente, existem inúmeras outras escolas de idiomas que oferecem cursos de alemão, tanto nessas cidades como em outras onde ainda não há um Goethe Institut.

As opções de cursos à distância (online) têm crescido nos últimos anos. Entre eles está o curso online e gratuito oferecido pela Deutsch Welle, cujo site, aliás, oferece várias outras ferramentas interativas para o aprendizado do alemão em todos os níveis.

A Internet tem facilitado muito o aprendizado de idiomas em geral para além dos cursos online. No caso do alemão, um bom exemplo é o blog “Quero aprender alemão”, com “tira-dúvidas, explicações gramaticais (em especial aquelas que você não encontra nos livros), dicas de sites, de música [e] de vídeos”.

Mas existem outras ferramentas “mais tradicionais” (mas não menos interessantes ou eficazes) e independentes que a Internet. Uma delas é a revista mensal Deutsch Perfekt, um material que oferece inúmeros textos e exercícios, em diferentes níveis, para você aprender, praticar e melhorar o seu alemão.

Seja qual for a opção escolhida, não se esqueça de que o aprendizado de qualquer idioma demanda tempo e esforço. Quanto mais opções você combinar (cursos, ferramentas online ou não, intercâmbio etc.), mais rápido e eficaz pode ser a sua evolução, embora o tempo de  aprendizado de uma língua estrangeira varie de pessoa para pessoa por se tratar de uma habilidade pessoal.

O idioma alemão pode até parecer difícil no começo, mas é uma língua fascinante e bastante rica, além de extremamente precisa. O seu conhecimento com certeza te abrirá portas para inúmeras oportunidades, sobretudo acadêmicas e profissionais. Para saber que oportunidades são essas, acompanhe nossas dicas e curta a página do TIPPS.

Viel Erfolg!

 

Sobre o Autor

aprender alemãoTasso Cipriano é bacharel em direito pela Universidade de São Paulo (USP), com período sanduíche na Universidade de Munique, quando também tirou o certificado TestDaF. Atualmente, é doutorando em direito pela USP e pela Universidade de Bremen. Foi bolsista do DAAD e da Fundação Alexander von Humboldt. Também é a idealizador do TIPPS, uma página destinada à divulgação de oportunidades de estudos e de pesquisa na Alemanha, com dicas e esclarecimento de dúvidas sobre diferentes editais e programas.

 

Leia também:
Alemanha oferece bolsas de estudo para curso de alemão no país
Brasileira conta como conseguiu bolsa integral na Alemanha… sem falar alemão
Aprenda inglês e outras 10 línguas nestes cursos online e gratuitos

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT