Um projeto: Fundação Estudar

Universidades

Perfis, curiosidades e oportunidades das melhores universidades do mundo

08.08.16

Conheça a universidade australiana que mais forma milionários

UNSW

De acordo com um estudo do LinkedIn, os estudantes da UNSW são os mais contratados pelas empresas mais visadas, como Google, Apple e Microsoft.

Por Priscila Bellini

Em 1949, quando a Universidade de Nova Gales do Sul, ou UNSW, foi fundada, a intenção era montar na Austrália uma universidade com foco no desenvolvimento científico e tecnológico. Na época, a ideia era construir uma instituição que carregasse esses valores, nos moldes do MIT (Massachussetts Institute of Technology), dos Estados Unidos, e da Technische Universität Berlin, na Alemanha.

Não é à toa que a instituição foi uma das fundadoras do Group of Eight, que reúne universidades australianas com foco intenso em pesquisa. A UNSW integra a coalizão junto a conterrâneas como a Universidade de Sidney e a Universidade de Melbourne e, através do grupo, participa de decisões importantes do setor acadêmico. Recentemente, por exemplo, as oito integrantes elaboraram o Australian Code for the Responsible Conduct of Research, que visa garantir as melhores práticas em pesquisa e fiscalizar seu desenvolvimento.

Atualmente, a Universidade de New South Wales ocupa o 46º lugar no QS Ranking mundial e, quando o quesito é a reputação na instituição no mercado de trabalho, sobe para o 22º lugar. Não é à toa que, entre as universidades australianas, a UNSW é considerada a que possui vínculos mais fortes com a indústria e os negócios.

De acordo com uma pesquisa recente divulgada pelo LinkedIn Austrália, as 30 empresas mais desejadas pelos australianos – entre elas, Google, HP, Microsoft e Apple – contratam mais ex-alunos da UNSW do que de todas as outras universidades australianas. Além disso, a consultoria WealthInsight and Spear’s magazine apontou a instituição como a que mais “produziu” milionários na Austrália – e a 33ª quando se consideram todas as instituições do mundo.

Saiba quais são as 10 universidades que mais foram milionários no mundo.

Os cursos mais populares para os milionários são engenharia, MBA, Economia e Direito, mas a UNSW possui uma oferta abrangente de áreas. São oferecidos mais de 900 programas de graduação, pós-graduação e pesquisa em oito faculdades: Artes e Design; Artes e Ciências Sociais, Meio Ambiente, Negócios, Engenharia, Direito, Medicina e Ciências. O objetivo da instituição é, com as pesquisas desenvolvidas por lá, trazer benefícios práticos para a sociedade. Para isso, oferece iniciativas como a Univative, que desafia os alunos a resolver em tempo restrito desafios presentes na área de negócios e problemas reais em indústrias. Os estudantes, como numa empresa de consultoria, devem analisar cada caso e propor soluções.

Campus e estrutura

O campus principal da UNSW fica em Kensington, nas proximidades de Sydney, a metrópole mais populosa da Austrália, a uma distância de 7 km do centro da cidade. Lá se localizam prédios importantes da universidade, como o Lowy Cancer Research Center e o Red Center, uma construção totalmente sustentável que reúne departamentos da Faculty of Built Environment e da área de Matemática da UNSW.

Já para os estudos de Arte e Design, há um campus separado em Paddington, a leste de Sydney, com galerias e laboratórios voltados a áreas de escultura, joalheria e mídia digital. Em Canberra, a capital da Austrália, há outro campus na Academia das Forças Armadas Australianas, com programas como “Poder de fogo e tecnologias de proteção”, “Pesquisa Espacial” e “Cibersegurança”.

Entre um campus e outro, circulam mais de 52 mil estudantes – sendo 14 mil deles internacionais, vindos de 128 países diferentes.

Admissão e bolsas de estudo

Para estudar na UNSW, é necessário, antes de tudo, comprovar o nível de inglês, através de exames como o TOEFL, que avaliam a proficiência do candidato. Se você já viveu por cinco ou mais anos em um país de língua inglesa, essa parte do processo pode ser dispensada.

Durante o processo de application, os documentos que atestam seu nível escolar, assim como detalhes da sua formação são enviados pelo site de universidade. Para submeter a candidatura, é necessário pagar uma taxa de 100 dólares, não-reembolsáveis. Cada curso pode exigir requisitos específicos – por exemplo, para encarar um mestrado em Engenharia Espacial, o critério mínimo é possuir um diploma em alguma área de engenharia. A partir daí, basta acompanhar a situação pelo My UNSW, onde o status é atualizado frequentemente.

Como o ensino na universidade é pago, quem precisa de apoio financeiro pode recorrer às numerosas bolsas de estudo oferecidas pela UNSW. Para identificar a melhor de acordo com o seu perfil, basta acessar o sistema de bolsas e filtrá-las. Há oportunidades concedidas pela UNSW, como a Joseph Barling Fellowship, voltada a estudantes de engenharia que desejem se aprofundar na área de negócios, e as bolsas Endeavour, oferecidas pelo governo australiano.

 

Leia também:
Meu mestrado fora: 5 razões por que escolhi a Nova Zelândia
Quer estudar na Austrália? Conheça as duas melhores universidades do país
Bolsas de estudo na Universidade de Adelaide, na Austrália

 

 

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT